Análise da Summer League 2016 – Rookies (Calouros)

Com a derrota para o Blazers nesta sexta-feira, a Summer League 2016 chegou ao fim para o Celtics. A equipe de Boston despede-se com quatro vitórias e três derrotas somando-se as duas edições da competição nas quais participou, Utah e Las Vegas. Porém, como é de conhecimento geral, o resultado é o que menos importa em um torneio onde o objetivo é fazer testes e avaliar os jovens jogadores das equipes.

Sendo assim, é hora de avaliarmos os desempenhos individuais dos atletas que sonham fazer parte do elenco celta para a temporada 2016-17.

Obs: As notas variam entre 0 e 10.


Abdel Nader – Nota 7

Recrutado na antepenúltima escolha do Draft, pouco ou quase nada se sabia sobre o ala egípcio, de forma que a Summer League seria de fundamental importância para que a torcida conhecesse as características do jogador. E a primeira impressão deixado pelo atleta foi bastante positiva.

Com 23 anos, Nader foi o mais experiente dos atletas celtas a disputar a Summer League, e, mesmo com minutos limitados, teve bom destaque.

Com surpreendente eficiência ofensiva que contou com um arsenal completo de infiltrações, floaters e bolas de 3, Nader terminou o torneio como um dos melhores finalizadores celtas, tendo feito mais pontos por posse até mesmo que Jaylen Brown, tendo terminado apenas atrás de Rozier com uma média de 21,8 pontos por 36 minutos contra 24,6 do armador.

No setor defensivo, Nader também mostrou qualidade. Com corpo pronto para a NBA, o ala compensou a falta de atleticismo com bom posicionamento em quadra e mãos ativas.

A parte negativa de seu jogo pareceu ser a falta de visão de quadra e de passe. Ao receber a bola, Nader raramente buscou seus companheiros e preferiu quase que sempre pela pontuação. Fica a dúvida se foi uma estratégia para tentar se destacar nos poucos minutos que lhe fora dado, ou se é uma característica do atleta.

Jogos Min FG% 3Pts Pts Reb Ast Stl Blk
7 15 48,2% 33,1% 9,1 3,0 0,6 0,3 0,1

 


Ben Bentil – Nota 3

Após uma estreia promissora, onde conquistou 11 pontos e 6 rebotes em apenas 18 minutos de quadra, Bentil não conseguiu mais emplacar boas atuações.

Lento, entregue a marcação adversária e com uma defesa que faz Zeller parecer Defensive Player, Bentil foi uma das grandes decepções celtas na Summer League.

As más atuações defensivas minaram seus minutos na Summer League de Las Vegas e a parte ofensiva passou a inexistir também. Foram apenas 6 pontos nos últimos 4 jogos.

Com essas atuações a efetivação do atleta no elenco principal tornou-se praticamente impossível e até mesmo a contratação para a D-League corre riscos.

Jogos Min FG% 3Pts Pts Reb Ast Stl Blk
7 11 40,9% 22% 4,6 3,1 0,4 0 0,1

 


Demetrius Jackson – Nota 4

Se Bentil foi uma grande decepção, Jackson foi outra maior ainda, já que ao contrário do seu companheiro, muito se esperava do armador.

Cotado para ser uma escolha top 15 em alguns mocks antes do Draft, Demetrius entrou em quadra no torneio para mostrar que era digno de conseguir um contrato garantido no elenco principal Celta.

As discretas atuações, no entanto, podem ter adiado os planos do atleta.

Mostrando claras falhas defensivas e tímido no ataque, Jackson deixou-se ofuscar totalmente por Rozier e o principal fundamento que se esperava do atleta, o passe, não foi muito visto nas 7 partidas disputadas.

Seria surpreendente, no momento, ver Demetrius fazendo parte do elenco principal, mas o atleta certamente terá chances de mudar a impressão deixada ao atuar por Maine na D-League.

Jogos Min FG% 3Pts Pts Reb Ast Stl Blk
7 16,1 39,3% 45,6% 5,4 2,1 1,0 1,0 0

 


Guerschon Yabusele – Nota 6

Se teve algum jogador que foi testado e tirado de sua zona de conforto para avaliação dos treinadores, esse foi Yabusele. O Francês conhecido por ser versátil teve que provar isso dentro de quadra.

Logo no primeiro jogo na Summer League, Yabusele foi colocado para jogar como pivô da equipe, mesmo tendo apenas 2,03m de altura.

Após sofrer muito nessa posição, o atleta foi deslocado para ala-pivô em sua segunda partida e, com isso, fez sua melhor apresentação nos torneios com 13 pontos, 8 rebotes e grande apresentação defensiva em 24 minutos de quadra.

Daí em diante, o francês foi escalado em diversas posições, mesmo dentro de uma mesma partida, atuando como SF, PF e C.

Como avaliação final, podemos dizer que Yabusele mostrou flashes de grande potencial mas também se mostrou muito cru para atuar na NBA na próxima temporada. Uma estadia na Europa ou na D-League serão de grande valia para o garoto.

Jogos Min FG% 3Pts Pts Reb Ast Stl Blk
7 23,9 46,3% 21,4% 7,7 6,4 1,4 1,3 1,3

 


Jaylen Brown (B) – Nota 8

Principal escolha celta dos últimos 20 anos, Jaylen Brown adentrou no torneio com grande responsabilidade e necessidade de calar os torcedores que criticaram sua escolha. A primeira impressão foi positiva com o atleta se sagrando vencedor no confronto direto com Ben Simmons, primeira escolha do draft.

Uma lesão no joelho no entanto atrapalharia parte do torneio do ala Celta. Após ficar de fora da segunda partida, Brown retornou às quadras e não realizou boas partidas em seus dois embates seguintes.

Após dois dias de descanso, no entanto, Brown apresentou-se de forma diferente nos dois últimos desafios celtas, saindo de quadra como destaque da equipe em ambas as partidas.

Destaque negativo para o aproveitamento nos arremessos do atleta que foram muito abaixo do desejável.

Jogos Min FG% 3Pts Pts Reb Ast Stl Blk
5 27,4 30,6% 29,2% 15,0 6,0 1,6 1,8 1,0

 

Daniel Emiliano
Daniel Emiliano
Daniel é publicitário, web designer e ilustrador residente em Campinas/SP. Em 2008 uniu paixão e profissão e deu vida a um Blog de notícias e opiniões sobre o Boston Celtics. Com ajuda de outros apaixonados o Blog foi tomando proporções inimagináveis e hoje é este Celtics Brasil, o maior site sobre uma equipe da NBA no Brasil.

13 Comentários

  1. Jack disse:

    Caros amigos,

    A Summer League tem maior nível que o NBB?

    0

    0
  2. Paulo disse:

    Concordo com a análise.

    Acho que Stevens deve “”bancar” o Brown asim como fez com o Smart. Deixar bons minutos a ele pra que possa evoluir rapidamente. Nem que ele oscile um pouco.

    O Chupeta 2 acho que não foi tão ruim. Pode até ser que contribua de algoma forma nesta temporada. EU o manteria por perto pra ir pegando experiência com o elenco e disputar jogos na D-League por ser um setor de certa forma ainda “carente” da equipe.

    0

    0
  3. Jota disse:

    Assisti todos os jogos do time e depois li muitos artigos também, de especialistas que fizeram breves análises dos nossos garotos. Ok, é a Summer League, mas já deu para ter uma primeira impressão interessante sobre alguns.

    Yabusele me surpreendeu. Gostei do que vi. Acho que se ele se acostumar com o ritmo americano de basquete tem tudo para ser um duplo-duplo machine e um defensor acima da média. Só espero que não seja mais um Sullinger na questão do físico.

    Bentil, Jackson, Thornton: Bentil até acho que dê para dar uma melhorada, mas Thornton e Jackson sinceramente acho que não vão jogar em nível de NBA nunca! Até sinto por isso, achei o Jackson um steal no dia do draft. Talvez ainda possa mudar essa opinião, mas por enquanto é isso.

    Hunter, Young e Mickey: Hunter melhorou demais suas tomadas de decisão e tentou carregar o time da forma que deu sempre que entrou. Eu gostei. Young passivo mais do que nunca. Idade não deve mais ser desculpa, sinceramente. Até gostei do release, tá suave demais. Pode ser aquele cara que possa acertar suas bolinhas vindo do banco, mas eu duvido que fique. Mickey, depois do Rozier e Brown, foi o que mais gostei nessa Summer League. Gosto do estilo dele, mas pareceu fora de ritmo. Tem tudo para ser um bom role player. Na escola defensiva do Celtics, pode virar um monstrinho. Espero que tenha minutos esse ano.

    Terry Rozier: Sem palavras para a minha felicidade ao vê-lo doutrinar em TODOS os jogos que jogou. Tomada de decisão, defesa, arremesso, ball handling, infiltrações, finisher, pick and roll e até nas assistências. O salto de qualidade e evolução dele foi gritante. Não atoa teve tantas oportunidades no último playoffs. Essa staff do Celtics não tá de brincadeira. Tem tudo para ser o reserva imediato do Thomas. E do jeito que tá, deve roubar minutos até do Smart (Gostei da dobradinha dos 2 nos playoffs, também).

    Jaylen Brown: Tirando o jogo que voltou depois da lesão que teve, sairia facilmente com 20 ppg e pelo menos uns 7 reb dessa SL. Apesar do fraco aproveitamento nos arremessos, eu acho que a Summer League é para isso mesmo. Queimou todos os arremessos, tentou de tudo, até fadeaway (Acertando alguns), coisa que não tinha visto em seu jogo antes. Acho que não devemos ficar tão preocupados (Buddy Hield e Jamal Murray, que são “os melhores arremessadores” da classe, também estão co aproveitamento bem abaixo do esperado). Do jeito que é viciado em treino, eu sinceramente duvido que não vá melhorar seu release e seleção de arremessos se for bem orientado. Parecia um veterano no meio de alguns adolescentes em muitos momentos, chegou a ser bizarro a diferença. Com essa idade e “cru”, como sabíamos que viria, ele conseguiu doutrinar fisicamente com infiltrações e finisher muito bom. Se conseguir absorver o contato e finalizar ao redor do aro melhor e errar menos vai ser uma besta. Bate bem FT, pra quem sofre muita falta. Agora é treinar e dá tempo de quadra pra ele.

    Pra mim vai ser difícil vê-lo com pouco tempo e banco, tal como o Smart para o Turner (Que ainda acho que atrapalhou MUITO o desenvolvimento do Smart, ninguém me tira isso). Não adianta NADA ter um cara pick alta que perde espaço para veteranos que são trocados ou perdidos posteriormente. Temos que ter prioridade aqui.

    Se não houver nenhuma troca, não acho ruim trabalhar o Crowder na 4 e Brown na 3 essa temporada, junto do Horford. Vou querer muito ver isso e acho que o Stevens vai nos surpreender. Ou o contrário, também, com Brown de PF e Crowder de SF. Só não pode deixar o moleque com menos de 30 mpg, porque pra mim é suicídio com o talento que ele parece ter. Precisa de espaço para evoluir. Deixa o garoto jogar.

    Ps: Queria ter visto o Zizic. ):

    0

    0
    • Jota disse:

      Esqueci de falar do Nader:

      Sem palavras também. Principal steal desse draft, pelo menos do 2º round (Ainda quero ver o Zizic). Arremessa bem, infiltra bem, utiliza-se bem do físico. Achei meio afobado também, partia muito pra dentro quando podia trabalhar a bola, mas gostei do que vi. Gostei da defesa também, apesar de ser a SL e não ter muito o que falar dessa parte.

      0

      0
  4. HENRIQUE CLAUDINO disse:

    Vai ter análise dos sophomores na SL também?

    0

    0
  5. Sander disse:

    Yabusele e Zizic não devem vir esse ano, mas na próxima temporada tem tudo para que eles contribuam bastante.

    0

    0
  6. Renato disse:

    Segue minha análise:

    Bentil – Nota 01 -Jogador fraquíssimo, bastava entrar em quadra e a defesa de garrafão parava de existir, no ataque deu lampejos de ter algum talento, mas logo se apagou.

    Jackson – Nota 03 – jogador que demonstra qualidade na condução de bola e arremesso de 3, mas sua defesa beira o ridículo, e não demonstrou a agressividade ofensiva que esperava.

    Yabuselle – Nota 07 – Gostei muito dele. Explosivo, com muita qualidade técnica, ainda um pouco perdido nas rotações, mas mostrou segurança e foi nosso melhor defensor de garrafão. Eu manteria ele na terceira equipe do Celtics para desenvovimento.

    Nader – Nota 08 – Muita personalidade, boa capacidade de chegar a cesta via infiltração, arremesso de 3 com mecânica bem legal, focado no jogo. No mínimo D league, mas seria a favor de dispensar o Young e ficar com ele no roster.

    Brown – Nota 09 – Não é atoa que o Thomas (Ex-Pistons) disse que ele tinha perfil de jogador do Celtics. O Menino é um animal selvagem dentro de quadra, sem medo de ir pra dentro, busca contato e leva vantagem devido sua força acima da média. Mesmo com erros nos arremessos, nunca se escondeu e puxou o jogo para si quando necessário. Grande prospecto, ajustando o arremesso pode ser um futuro All Star

    0

    0
  7. Gustavo Miglioretti disse:

    Nader me surpreendeu muito também, sinceramente nao esperava nada de ngm nessa SL tirando o Jaylao. James Young ainda é uma decepçao, tá na hora de mostrar algo. Rozier foi mto bem nos offs e mostrou uma otima evoluçao, o Stevens pode usar um time com Rozier-Bradley-Smart-Crowder juntos, seria um absurdo pela defesa desses 4

    eu ainda acho que o Turner vai fazer falta, por tudo que ele trazia na segunda unidade

    Se nao ter mais nenhuma troca eu ficaria com esse roster

    Isaiah- Rozier
    Bradley – Smart – Hunter – Young
    Crowder – Brown – Nader
    Amir – Jerebko – Mickey
    Horford – Olynyk – Zeller

    0

    0

Deixe um comentário