Brad Stevens será o treinador do Leste no All-Star Game

Após o triunfo do Boston Celtics na última sexta-feira, 3 de fevereiro, ante o Los Angeles Lakers, por 113 a 107, e da derrota do Toronto Raptors, principal perseguidor do Celtics na conferência, para o Orlando Magic, na mesma noite, a equipe de Boston garantiu a segunda colocação do Leste até o fim desta semana, garantindo, assim, que a comissão técnica da franquia fosse ao NBA All-Star Game representando a conferência.

As comissões técnicas para o NBA All-Star Game são definidas pela melhor campanha, de cada conferência, ao final da antepenúltima semana antes do evento. Ou seja, a equipe de melhor campanha na conferência ao final da noite de sábado, 4 de fevereiro, confirmaria sua comissão técnica como a o staff que irá treinar a própria conferência no Jogo das Estrelas da NBA.

No entanto, há uma relaxação nesta regra: um mesmo técnico não pode treinar as equipes do All-Star Game em temporadas consecutivas. Desta forma, como Tyronn Lue, técnico do Cleveland Cavaliers, líder do Leste, já foi o treinador da conferência no evento da última temporada, o comandante do vice-líder seria o agraciado. Assim, Brad Stevens e sua comissão técnica, do segundo colocado do Leste, Boston Celtics, representarão a conferência no evento.

“Creio que uma coisa que é legal a este respeito – claro, primeiro de tudo, deveria ser o Ty Lue, mas do modo que as regras funcionam, então o indicado é o próximo – é a melhor campanha, porque não o fizemos na última temporada. Outra coisa legal neste assunto é que não é uma escolha política. Não há subjetividade. É o que o time conquistou. E é um crédito para os jogadores no vestiário.”, disse Stevens sobre sua recente conquista.

“Eu quase me sinto mal porque sou eu que estou indo. Gostaria de ter um ou dois outros (jogadores de Boston) jogando lá (no All-Star Game). Mas nosso staff irá realmente aproveitar o momento, e os filhos dos membros de nosso staff também irão aproveitar o momento. E nós iremos para isso.”, completou Stevens, tentando distribuir o crédito do ocorrido.

O Celtics ocupa a vice-liderança da conferência com 32 vitórias e 18 derrotas, duas vitórias a frente do novo terceiro colocado do Leste, Washington Wizards. Boston ficou atrás do Toronto Raptors em quase todo o começo de temporada, mas o recente desempenho negativo da equipe canadense, somado a uma campanha excelente do Celtics nos últimos dois meses, fizeram com que as posições se invertessem na última semana. O Celtics soma 19 vitórias nos últimos 25 jogos, o que o já coloca, também, na cola do líder da conferência, Cleveland Cavaliers.

“Eles deveriam me colocar na equipe titular.”, disse Thomas, às gargalhadas, sobre a conquista de Stevens. “Não, sério, será bem legal. Isso diz muito (da nossa campanha). Isso fala que somos vencedores, estamos jogando muito bem. Pra eles, chegar lá, fala muito. Estou feliz, bem feliz por eles.”, finalizou o armador, também selecionado para o NBA All-Star Game.

O final de semana das estrelas da NBA acontecerá entre 17 e 19 de fevereiro, na cidade de New Orleans, Louisiana. Na sexta-feira, haverá o jogo das celebridades (com presença confirmada da lenda brasileira Oscar Schmidt) e o jogo dos novatos. No sábado haverá o desafio de habilidades, o torneio de 3 pontos e de enterradas. Para finalizar as festividades, o domingo traz o evento principal, jogo entre os melhores de Leste e Oeste, com presença de Isaiah Thomas e Brad Stevens representando o Celtics.

Fábio Malet
Fábio Malet
Gaúcho de Porto Alegre, bacharel em Ciência da Computação e analista de sistemas. Apaixonado por esportes, tem o jornalismo como um hobby, e, pretende, futuramente, fazer pós-graduação na área. Acompanha NBA desde o começo de 2007 e, pé-quente, viu seu Boston Celtics ser campeão na primeira temporada inteira que assistiu. Torce também para Grêmio, Tottenham Hotspur, Green Bay Packers, e por conta da afinidade com Boston, tornou-se fã de Bruins e Red Sox.

5 Comentários

  1. Paulo Sérgio disse:

    Vai ser bom pra mostrar o trabalho do Steves pra alguns FA mais de perto

    0

    0
  2. Francisco Machado disse:

    Bom o Stevens conviver com esses monstrão da NBA, e mostrar o seu trabalho de perto.

    0

    0
  3. Maurício Green disse:

    Da para fazer um recrutamento em New Orlens!!!

    0

    0

Deixe um comentário