Calendário de jogos do Celtics, para a temporada 2017/2018, é anunciado

TD Garden pintado de verde antes do jogo.

Em 2016/2017, o Boston Celtics venceu 53 jogos na temporada regular, o que o assegurou na primeira colocação da Conferência Leste. Nesta offseason, o maior campeão da NBA não se acomodou com os resultados obtidos em sua última campanha e trouxe o All-Star Gordon Hayward para Massachusetts, bem como o promissor ala Jayson Tatum, recrutado com a terceira escolha geral do 2017 NBA Draft.

Os torcedores de Boston estão, inegavelmente, empolgados com o crescimento da equipe. Ao vermos o calendário celta para 2017/2018, podemos afirmar que os executivos da NBA também o estão.

O Boston Celtics recebeu tratamento de franquia candidatíssima ao título. Isso fica claro ao notarmos que Boston terá 25, de seus 82 jogos, transmitidos, em rede nacional, para os Estados Unidos. Dentre esses jogos, estão a partida inaugural da temporada porvir (contra o Cavaliers, em Cleveland, no dia 17.10.2017) e o confronto contra o Wizards, no Natal.

Essa última partida, aliás, entra para a história do Celtics. Afinal, pela primeira vez, desde sua fundação, o maior campeão da NBA atuará como mandante no Natal. Será o segundo ano consecutivo em que os comandados de Brad Stevens jogam nesse feriado – na última temporada, vitória sobre o Knicks.

Outro detalhe curioso no calendário de jogos do Celtics, é o fato da equipe, finalmente, aparecer no Saturday Primetime, horário nobre de jogos criado poucos anos atrás. Em 2017/2018, Boston não só fará sua estreia nesse horário, como aparecerá logo em duas (das oito possíveis) oportunidades: em 27.01.2018, medirá forças com o atual campeão Warriors, em Oakland; já no dia 03.03.2018, duelará com o Rockets, em Houston.

Como dito acima, o Celtics estreará na próxima temporada contra o rival Cleveland Cavaliers. Independente do resultado que ocorrer, a franquia não terá muito tempo para digerí-lo, já que, no dia seguinte (18.10.2017), receberá o Milwaukee Bucks, em seu primeiro jogo no TD Garden.

A NBA tratou, como um grande objetivo, a redução do número de back-to-backs (dois jogos em dois dias consecutivos) das equipes. Assim, apesar de já encarar partidas em sequência no começo da próxima temporada, o Celtics fica tranquilo ao ver que só disputará 14 back-to-backs em 2017/2018. Nos últimos cinco anos, Boston disputou, ao menos, 17 por temporada.

Por fim, o Celtics não atuará mais quatro partidas em cinco dias, tendo em vista que a NBA aboliu essa prática a partir de 2017/2018, proporcionando maior descanso às suas equipes.

Após uma breve introdução do calendário, eis os 10 jogos que merecem maior atenção dos torcedores celtas. Vamos a eles:

17.10.2017 – contra o Cavaliers, em Cleveland: Partida que marcará não apenas o começo de temporada do Boston Celtics, como da própria da NBA. O reformado Boston vai a Cleveland, medir forças com o time que o eliminou na última Eastern Conference Finals. Pelo lado da equipe liderada por LeBron James, ainda há suspense sobre a permanência de Kyrie Irving em Ohio. Quanto ao Celtics, todos os olhos estarão na estreia de Gordon Hayward com o manto verde sagrado, bem como no entrosamento do novo camisa 20 de Boston com os colíderes da franquia, Isaiah Thomas e Al Horford.

28.10.2017 – contra o Heat, em Miami: Depois de quatro anos defendendo o manto do maior campeão da NBA, Kelly Olynyk, hoje jogador do Miami Heat, reencontrará sua ex-equipe pela primeira vez. Além disso, a franquia de South Beach, que disputou os talentos de Gordon Hayward até o fim com o Celtics, poderá ver o novo astro de Boston bem de perto nesse dia.

08.11.2017 – contra o Lakers, em Boston: O maior clássico da história do basquete terá seu mais novo capítulo escrito nessa data. Como tempero adicional, teremos o primeiro confronto oficial entre Lonzo Ball e Jayson Tatum, segunda e terceira escolhas, respectivamente, do 2017 NBA Draft. O duelo em Los Angeles está marcado para 23.01.2018.

16.11.2017 – contra o Warriors, em Boston: Nesse dia, o Boston Celtics enfrentará o atual campeão da liga, o Golden State Warriors. Apesar da dominância mostrada pela franquia californiana nos últimos anos, a equipe de Boston tem se mostrado como um dos maiores percalços no caminho de Stephen Curry e cia.: nos últimos quatro jogos entre as organizações, duas vitórias para o Celtics e uma derrota após duas prorrogações disputadas. O jogo em Oakland ocorrerá em 27.01.2018.

27.11.2017 – contra o Pistons, em Boston: Após 413 partidas e 7 anos dedicados ao Boston Celtics, Avery Bradley, agora, defende as cores de um dos maiores rivais de sua ex-equipe: o Detroit Pistons. Apesar disso, espere muitos aplausos e homenagens ao antigo camisa 0 de Boston, que, durante sua passagem pelo maior campeão da NBA, sempre chamou atenção por seu profissionalismo e comprometimento. Essa partida também será especial para os recém-chegados Aron Baynes e Marcus Morris, que defenderam a franquia do Michigan na última temporada.

25.12.2017 – contra o Wizards, em Boston: A disputadíssima série de 7 jogos, entre Boston e Washington, foi classificada, por muitos, como a melhor do 2017 NBA Playoffs. Isaiah Thomas e John Wall mostraram o porquê de serem alguns dos melhores armadores da liga e os fãs foram agraciados com jogadas intensas e bonitas. Em 2017/2018, espere novos jogos emocionantes, que contarão com um particularidade interessante: com a chegada de Marcus a Boston, veremos os gêmeos Morris (Marcus e Markieff) se enfrentando. Todos os quatro jogos entre Celtics e Wizards serão transmitidos em rede nacional para os Estados Unidos, o que mostra a repercussão que essa rivalidade tem gerado.

11.01.2018 – contra o 76ers, em Londres: Depois de muitos anos de humilhação, o Philadelphia 76ers chega com altas expectativas para a próxima temporada. O seu jovem núcleo de jogadores, composto por Markelle Fultz, Ben Simmons, Dario Saric e Joel Embiid, promete causar problemas aos adversários e a Terra da Rainha poderá ver, de perto, se a garotada rival do Celtics faz jus à fama. Ademais, tendo em vista a troca realizada entre as franquias, à véspera do 2017 NBA Draft, todo confronto com o 76ers fará o torcedor celta analisar se Ainge fez bem em abrir mão de Markelle Fultz.

04.02.2018 – contra o Blazers, em Boston: No que já está virando uma tradição, o Boston Celtics, mais uma vez, atuará no Domingo de Super Bowl. Após um emocionante roteiro em 2017 – que contou com a despedida do eterno ídolo Paul Pierce do TD Garden e com uma virada histórica do time local, New England Patriots, na final da NFL -, Boston se prepara para a versão de 2018, esperando que seja tão boa quanto a do ano anterior.

28.03.2018 – contra o Jazz, em Utah: Após assinar um contrato valorado em 128 milhões de dólares, com o Celtics nessa offseason, Gordon Hayward voltará à Vivint Smart Home Arena, casa do Jazz, equipe que defendeu por 7 temporadas. A ferida, causada por sua saída, ainda está aberta no coração dos torcedores da franquia de Salt Lake City. Portanto, Hayward deverá ser recebido sob fortes vaias e hostilidade.

28.04.2018 – contra o Nets, em Boston: Em Junho do próximo ano, no 2018 NBA Draft, o Celtics receberá a última contraprestação do Nets, pela troca na qual enviara os craques Paul Pierce e Kevin Garnett para o Brooklyn, que ocorreu no já distante recrutamento de 2013. Atenta a isso, a NBA ”homenageou” essa negociação, ao colocar o Celtics para encerrar sua temporada regular em um jogo contra o Nets.

Para conferir todo o calendário de jogos do Boston Celtics, para 2017/2018, clique aqui.

Rômulo Portugal
Rômulo Portugal
Rômulo é carioca, advogado, e fã de futebol, NBA e NFL. Acompanha o Celtics desde 2003. Seu fanatismo pelo maior campeão da NBA o fez torcer para os demais times de Boston. Como bom carioca, é Vascaíno. Tem Paul Pierce como primeiro e grande ídolo na NBA.

5 Comentários

  1. David Pires disse:

    Ansioso pelo inicio da nova epoca. Sera que o futuro nos trará um big 3 composto por thomas / hawyard / Anthony Davis ou irving / hawyard / Anthony Davis. Independentemente do nosso big 3 temos que estar conscientes que existem outros times fortissimos na liga e que a grande diferença se fará no desenvolvimento dos nossos jovens, brown e tatum , e no estilo de jogo colectivo , tecnico e tactico imposto por stevens , tal como popovich que sem as maiores estrelas da liga conseguiu ano apos ano formar um time sempre competitivo com base no tipo de jogo colectivo com uma parte tactica muito forte que lhe valeu 5 aneis aos spurs, esperemos que Stevens tenha a mesma qualidade e consiga o mesmo sucesso assim que ainge lhe consiga dar um plantel competitivo e com qualidade reconhecida.

    0

    0
  2. Matheus Lança disse:

    Podceltics; por favor.

    0

    0
  3. Alex Shima disse:

    Quem é Andrew White?

    0

    0
  4. JailtonSV disse:

    Ótimo post.

    Destacaria também a primeira partida contra os Cavs no TD Garden, as derrotas em Boston nos playoffs passado não deixaram uma boa imagem.

    Algum motivo especial para enfrentarmos o 76ers em Londres?

    0

    0

Deixe um comentário