Celtics 130 x 120 Suns

Quando Boston Celtics e Phoenix Suns iniciaram, na noite desta sexta-feira (24), mais um compromisso pela temporada 2016/2017 da NBA, todos imaginavam que seria um encontro sem muitas emoções no TD Garden. Afinal de contas, o Alviverde, vice-líder da Conferência Leste, era franco favorito diante da franquia do Arizona, que não tem mais chances de classificação para os playoffs da Conferência Oeste. Entretanto, o jogo monótono se tornou histórico e foi feliz para todo mundo, em um daqueles momentos que só o basquete proporciona. Enquanto o Celtics confirmava as expectativas e comemorava uma vitória incontestável por 130 a 120, onde liderou desde o primeiro minuto e chegou a abrir 26 pontos de diferença, o Suns contou com uma atuação histórica do ala-armador Devin Booker, que anotou impressionantes 70 pontos, a sétima maior marca da história da NBA.

Na vitória histórica, mas sem sustos diante do Phoenix Suns, o cestinha do Boston Celtics foi o armador Isaiah Thomas, que fez 34 pontos, distribuiu sete assistências e ouviu mais uma vez o grito de MVP da torcida celta. O pivô Al Horford também foi bem e anotou um duplo-duplo, com 15 pontos e 10 rebotes, assim como o ala Jae Crowder, que fez 13 pontos e pegou 10 rebotes. Entre os reservas, destaque para o veterano ala-armador Gerald Green, que fez 15 pontos em apenas 12 minutos, e para o ala-pivô Kelly Olynyk, autor de 13 pontos.

Pelo lado do Phoenix Suns, a noite foi histórica para Devin Booker. Com apenas 20 anos, o camisa 1 da franquia do Arizona quebrou vários recordes: além da maior pontuação da temporada 2016/2017, Booker registrou a maior pontuação da história do Suns, da história do TD Garden e contra o Boston Celtics. Apesar de ser um adversário, o ala-armador foi aplaudido de pé pela torcida celta. Ainda pelo Suns, o pivô Alex Len e o ala-armador brasileiro Leandro Barbosa fizeram 11 pontos cada.

Com a terceira vitória consecutiva no TD Garden, o Boston Celtics manteve a sua vantagem na vice-liderança da Conferência Leste. O Alviverde tem 47 triunfos em 73 partidas e aproveitamento de 64,4%, atrás apenas do Cleveland Cavaliers, que tem o mesmo número de vitórias, mas dois jogos a menos. Já o Phoenix Suns, com 51 derrotas em 73 jogos, ocupa a penúltima posição da Conferência Oeste, melhor apenas que o Los Angeles Lakers.

O Boston Celtics terá um dia de descanso e só volta a jogar na noite deste domingo (26), às 19h (horário de Brasília), quando recebe o Miami Heat no TD Garden. Também neste domingo, o Phoenix Suns encara o Charlotte Hornets, em partida que será disputada no Spectrum Center.

Destaques do Celtics

Isaiah Thomas (34 pontos e sete assistências)

Al Horford (15 pontos, 10 rebotes e seis assistências / duplo-duplo)

Gerald Green (15 pontos e um rebote)

Jae Crowder (13 pontos e 10 rebotes / duplo-duplo)

Destaques do Suns

Devin Booker (70 pontos, oito rebotes e seis assistências)

Alex Len (11 pontos e seis rebotes)

Leandro Barbosa (11 pontos e cinco rebotes)

Gustavo Arruda
Gustavo Arruda

Gustavo, 25 anos, é maranhense de São Luís, estudante de Jornalismo e repórter esportivo do Imirante.com. Fanático por esportes, principalmente futebol e basquete, é torcedor celta desde 2003, quando ouviu pela primeira vez o TD Garden lotado entoando “Let’s go, Celtics!”, e escreve no Celtics Brasil desde julho de 2011. Nas horas vagas, é goleiro, armador, consumidor de danone, tio do João Gabriel e dá seus pitacos sobre o maior campeão da NBA no Twitter: @gustavoarruda01.

12 Comentários

  1. Barros disse:

    70 pontos, 8 reb e 6 ast. Holy shit, não assisti ao jogo, mas vi que Bradley não jogou, ele foi poupado ou lesão?

    0

    0
    • Mauricio Green disse:

      Tava doente “Stomach Bug” pegou algum vírus ou comeu alguma M.

      Fez falta, ao gostei dessa história do Booker fazendo 70 pontos….

      0

      0
  2. Mauricio Green disse:

    Ganhamos sem susto algum mas não gostei da postura do segundo tempo.

    Celtics jogou muito bem o primeiro tempo, dai sabiam q já tinha ganho o jogo e os jogadores já estavam com a cabeça em casa. Relaxamos e deixamos de defender especialmente o Booker, virou um jogo de ataques com o Celtics sem vontade.

    Era p ter continuado a defender no 3/4 p acabar com o jogo.

    Legal ver o Brown na 2 de titular, ótimo primeiro quarto.

    0

    0
  3. Marcos disse:

    O Booker foi 1o do draft?

    0

    0
  4. Renato TD disse:

    Acho que 19o se não me engano

    0

    0
  5. Renato TD disse:

    Corrigo, 13o no draft

    0

    0
  6. Barros disse:

    Décimo terceiro no draft, o GM do Magic se contorce em ter draftado o Hezonja na 5. kkkkkkk, Kentucky é brincadeira, formadora de craques e os próximos vem aí nesse draft.

    0

    0
    • Marcos disse:

      É o q digo…
      Em trades é possível realizar a avalização de modo mais prático… O draft é scouting e sorte.
      Tenho mt confiança que Ainge vai atrás do George com força na off season.
      Anw, parabéns para o Booker (a torcida no TD o apladiu e o Crowder ficou mal-humorado novamente).

      O Nets perdeu ontem, o Fakers ganhou e o time de NY tem um ‘confronto direto’ contra nós na antepenúltima rodada.

      []s verdea

      0

      0
      • Maurício Green disse:

        O Fakers ganhar e o Nets perder foi a melhor coisa de ontem. Bem q não sei, ver o Brad puto com o time cobrando basquete de verdade 48 minutos e não 6, palavras dele, também foi ótimo. Mostra que estamos em ótimas mãos.

        Mas voltando a loteria Fakers ficam com 51 derrotas em 72 jogos, assim podem chegar a 61 derrotas. Já o Nets tem 57 derrotas em 72 jogos, ou seja eles perdendo mais 5 dos 10 que faltam nós garantem mais odds.

        0

        0
  7. Barros disse:

    Mock mudou hein galera, Celtics draftado Josh Jackson e eu vou falar pra vocês. Prefiro um milhão de vezes ele do que o Fultz! O cara tá pronto, Jaylen Brown já mostrou que joga na 2, Josh Jackson jogando na 3. Ow my god!

    0

    0
  8. Paulo Sérgio disse:

    A não presença do Washington nas Loucuras de Março ajuda explicar o JJ na primeira escolha nos Mocks. Continuo achando que o Celtics vai de Fultz ….

    Agora, quem viu Kentucky vs UCLA sabe porque prefiro o Fox ao Lonzo. Fox foi um claro FP … E Lonzo sumiu no jogo.

    0

    0
  9. Sander disse:

    A primeira escolha tem que ser o Fultz.

    0

    0

Deixe um comentário