Celtics 95 x 94 Raptors

Com uma elevada dose de sofrimento, o Boston Celtics conquistou, na noite deste domingo (12), mais uma vitória na temporada 2017/2018 da NBA. Jogando diante de sua torcida, no TD Garden, e sem contar com Kyrie Irving, em recuperação de uma pequena fratura no rosto, o Alviverde de Massachusetts encontrou dificuldades nos dois primeiros quartos contra o Toronto Raptors, que abriu nove pontos de vantagem pouco antes do intervalo, mas a equipe celta mostrou a sua força mais uma vez, conseguiu a reação na etapa final e derrotou o time canadense por 95 a 94. Essa é a 12ª vitória consecutiva do Celtics na competição e a terceira maior série invicta da franquia nos últimos 30 anos.

Após perder duas partidas por causa de uma concussão, o pivô dominicano Al Horford retornou ao quinteto titular do Boston Celtics e não decepcionou. Com oito arremessos certeiros em nove tentativas, Horford encerrou o jogo como cestinha celta: 21 pontos. Também entre os titulares, o ala Jaylen Brown foi decisivo nos dois lados da quadra e contribuiu com 18 pontos. Na rotação, o principal nome foi o armador Terry Rozier, que fez 16 pontos e pegou três rebotes.

Como já era esperado, o perímetro do Toronto Raptors se destacou no TD Garden. O ala-armador DeMar DeRozan foi o cestinha da franquia canadense, com 24 pontos, mas desperdiçou o último arremesso da partida, que daria a vitória aos visitantes. Ameaça nos arremessos de longa distância, o armador Kyle Lowry fez 19 pontos e distribuiu sete assistências, enquanto o ala-armador reserva CJ Miles contribuiu com 10 pontos.

Com 12 vitórias em 14 partidas e 85,7% de aproveitamento, o Boston Celtics lidera a Conferência Leste, com 1.5 jogo de distância para o vice-líder Detroit Pistons, e continua com a melhor campanha da temporada 2017/2018. Já o Toronto Raptors, com sete triunfos em 12 compromissos e 58,3% de aproveitamento, divide a quarta colocação do Leste com Washington Wizards e New York Knicks.

Depois de três partidas consecutivas em casa, a equipe do Boston Celtics pega a estrada e volta a atuar como visitante nesta terça-feira (14). Desta vez, o time verde e branco de Massachusetts encara o Brooklyn Nets, em duelo que começa às 22h30 (horário de Brasília) e será disputado no Barclays Center. Também nesta terça, o Toronto Raptors visita o Houston Rockets no Toyota Center.

Destaques do Celtics

Al Horford (21 pontos e quatro assistências)

Jaylen Brown (18 pontos, três rebotes e três assistências)

Terry Rozier (16 pontos e seis rebotes)

Destaques do Raptors

DeMar DeRozan (24 pontos e quatro assistências)

Kyle Lowry (19 pontos e sete assistências)

CJ Miles (10 pontos e duas roubadas de bola)

Boxscore

Gustavo Arruda
Gustavo Arruda

Gustavo, 25 anos, é maranhense de São Luís, estudante de Jornalismo e repórter esportivo do Imirante.com. Fanático por esportes, principalmente futebol e basquete, é torcedor celta desde 2003, quando ouviu pela primeira vez o TD Garden lotado entoando “Let’s go, Celtics!”, e escreve no Celtics Brasil desde julho de 2011. Nas horas vagas, é goleiro, armador, consumidor de danone, tio do João Gabriel e dá seus pitacos sobre o maior campeão da NBA no Twitter: @gustavoarruda01.

12 Comentários

  1. Mais um bom jogo da defesa e ataque desperdiçando bolas que poderiam ser cruciais. 40% dos arremessos de quadra não é nada bom, o time teve muito volume de jogo, com um aproveitamento melhor poderíamos ter tido uma boa folga. O que importa é que a vitória ficou conosco e a boa atuação mais uma vez de Al Horford, mostrando que voltou no mesmo nível que deixou as quadras.

    4

    0
    • romuloe2 disse:

      Concordo muito contigo… nossos caras que já não são tão novatos como Jaylen Brown, Marcus Smart, Terry Rozier e o rookie Semi Ojeleye tem sido muito afobados arremessando. Chega dar raiva o quanto eles tem amassado o aro em determinados momentos do jogo!

      1

      0
  2. Cristian Mauro Soldano disse:

    Galera uma pergunta temos a pick Lakers (2-5) se não for cair nessa faixa pegamos a dos Kings independente de qual posição for? Se alguém puder me explicar agradeço

    3

    0
  3. Roger Paulini disse:

    Matéria da ESPN sobre o nosso treinador! QUE HOMÃO DA PORRA kkkkkk
    http://espn.uol.com.br/noticia/742951_genio-precoce-conheca-o-candidato-a-melhor-tecnico-da-nba

    3

    0
  4. Sander disse:

    O draft de 2019 promete ser tão bom quanto ou até melhor que o de 2018.

    0

    0
  5. Cristian Mauro Soldano disse:

    Sander eu perguntei justamente por isso draftar 2018 tem bigs de qualidade…..o q vcs sabem do 2019?

    0

    0

Deixe um comentário