17

maio

2017

9

Comentários

Celtics x Cavaliers – Análises e Palpites

Melhores campanhas da Conferência Leste na temporada 2016/2017 da NBA, Boston Celtics e Cleveland Cavaliers iniciam, na noite desta quarta-feira (17), a disputa por uma vaga na grande final da liga. De 1970 a 2017, as duas franquias já se enfrentaram 236 vezes, somando temporada regular e playoffs, e o Celtics leva a melhor no confronto direto, com 142 vitórias, contra 94 da franquia de Ohio.

Nos playoffs, Celtics e Cavaliers se enfrentaram em seis séries, com quatro vitórias para o Alviverde de Massachusetts. Se levarmos em consideração apenas os confrontos, o histórico fica mais apertado, mas ainda é favorável para Boston: são 18 vitórias do time verde e branco, contra 16 de Cleveland.

As seis séries disputadas entre Boston Celtics e Cleveland Cavaliers foram as seguintes:

Finais da Conferência Leste de 1976: Boston Celtics 4 x 2 Cleveland Cavaliers
Primeira rodada da Conferência Leste de 1985: Boston Celtics 3 x 1 Cleveland Cavaliers
Semifinais da Conferência Leste de 1992: Cleveland Cavaliers 4 x 3 Boston Celtics
Semifinais da Conferência Leste de 2008: Boston Celtics 4 x 3 Cleveland Cavaliers
Semifinais da Conferência Leste de 2010: Cleveland Cavaliers 2 x 4 Boston Celtics
Primeira rodada da Conferência Leste de 2015: Cleveland Cavaliers 4 x 0 Boston Celtics

Assim como nas séries contra Chicago Bulls e Washington Wizards, o Celtics Brasil convocou seus colunistas para comentar a série contra o Cleveland Cavaliers. Confira abaixo a opinião deles, e clique aqui para conferir o calendário completo da final da Conferência Leste.

Daniel Emiliano: Celtics 1 x 4 Cavaliers

Após sofrer com o garrafão do Bulls e a dupla de armação do Wizards, chegou o momento do Celtics enfrentar as alas do Cavaliers.

Marcar Lebron sempre foi uma dificuldade para Boston que não possui nenhum jogador capaz de incomoda-lo. Crowder não tem velocidade para acompanha-lo e Bradley e Smart não tem força e altura para tal.

Junte isso as bolas de 3 conectadas por Kevin Love que deverá jogar bem aberto e o Celtics tem um problema real e quase sem solução para resolver nessa série.

Além disso, a briga por rebotes pode ser o ponto decisivo para o resultado desses confrontos. Se o Celtics não minimizar esse problema nessa série, será presa fácil para o rival que tem muito mais qualidade de pontuação em segunda chances do que o Bulls jamais sonharam ter.

Por outro lado, o Cavaliers não tem o antídoto para parar Thomas como o Wizards teve, de forma que se espera que as atuações do baixinho subam muito nesse confronto.

No entanto, dito isso, acho difícil o Celtics superar o Cavaliers em uma série de 7 jogos, ainda mais com a jornada de jogos difíceis que a equipe teve nas últimas semanas, enquanto o Cavaliers descansava e se dedicava a assistir nossos jogos, nossas virtudes e defeitos.

O Celtics pode surpreender? Pode! Ainda mais jogando sem obrigação nenhuma, mas isso é muito improvável. O mais provável é que seja uma série de 5 ou 6 jogos.

Mas não se irrite em caso de derrota, torcedor. O que é do Celtics está guardado, e com sorte, os resultados maiores virão a partir da próxima temporada. Por hora, relaxe e desfrute o prazer de jogar uma final de conferência!

Gustavo Arruda: Celtics 2 x 4 Cavaliers

Primeiro lugar da Conferência Leste na temporada regular. Classificações heroicas sobre Chicago Bulls e Washington Wizards. Primeira escolha no NBA Draft 2017. Unindo capacidade e oportunidade, o Boston Celtics está usufruindo uma maré de sorte gigantesca, de animar até o mais pessimista dos torcedores. Até por isso, eu adoraria escrever aqui que o Celtics tem grandes chances de eliminar o Cleveland Cavaliers e garantir a presença na final da NBA, mas tenho que ser sincero com os amigos leitores: a classificação será muito, muito difícil.

Atual campeão da NBA, o Cleveland Cavaliers tem vários pontos a seu favor nessa série: tem um time experiente, passou por Indiana Pacers e Toronto Raptors com facilidade, disputou cinco jogos a menos que o Boston Celtics nesta edição dos playoffs e conta com um LeBron James melhor a cada ano. Para superar essas vantagens, o Celtics tem que fazer quatro partidas perfeitas e contar mais do que nunca com a força do caldeirão que é o TD Garden, mas é muito difícil.

Entretanto, discordo quando dizem que o Boston Celtics será varrido nessa série. O Alviverde, além de ter o mando de quadra, deve apostar em algumas ações interessantes: marcado implacavelmente pelo Washington Wizards nas semifinais, Isaiah Thomas deve ter muito mais espaço contra o Cleveland, aproveitando a fragilidade defensiva de Kyrie Irving e J. R. Smith, sem falar em Al Horford, que pode fazer estrago se atuar debaixo do garrafão do Cavaliers. Além do mais, Avery Bradley tem totais condições de frear Irving, o que aumentaria a pressão sobre LeBron James.

Nessa série, acredito que o Celtics fará jogo duro, mas o Cavaliers garante a classificação no sexto jogo, que será na Quicken Loans Arena. De qualquer modo, estar nessa final já é algo a se comemorar, pois a equipe treinada por Brad Stevens mostrou evolução, atingiu todos os seus principais objetivos e tem um futuro promissor demais. Vamos aproveitar o aprendizado dessa série para não perder mais no futuro.