Crowder solta o verbo contra torcida celta após aplausos a Hayward

Antes da partida entre o Boston Celtics e Utah Jazz, que foi disputada na noite de terça-feira (3) e vencida pelo Alviverde por 115 a 104, uma cena curiosa chamou a atenção no TD Garden: alguns torcedores celtas aplaudiram o ala Gordon Hayward, destaque da equipe visitante, que será agente livre no final da temporada e já foi cotado várias vezes como reforço da franquia de Massachusetts, principalmente por ser um jogador de confiança do técnico Brad Stevens, com quem trabalhou no Butler Bulldogs, da NCAA. A situação não é inédita, vale lembrar que Kevin Durant, quando defendia o Oklahoma City Thunder e tinha o seu nome ventilado em Boston, também foi tratado com carinho pela sempre feroz torcida do Celtics, mas o episódio incomodou profundamente o ala Jae Crowder, titular da equipe verde e branca.

Leia mais

Jae Crowder e as polêmicas

Mordido pela recepção calorosa a Gordon Hayward, Jae Crowder registrou, diante do Utah Jazz, a sua melhor atuação na temporada 2016/2017 da NBA. Em 35 minutos, o ala celta fez 21 pontos, com seis acertos em oito arremessos na partida, e cinco cestas de três pontos em seis tentativas. Foi a segunda vez em que Crowder fez 20 ou mais pontos nesta edição da liga.

Depois do jogo, em entrevista ao jornalista Chris Forsberg, da ESPN, Jae Crowder não poupou palavras ao comentar a situação. “Eu ouvi os aplausos antes do jogo, e não gostei nada disso. Acho que foi um sinal de desrespeito comigo por parte da torcida, e isso me deixou um pouco mais motivado”, afirmou o camisa 99.

A irritação de Jae Crowder continuou nas redes sociais. Em seu perfil no Twitter, o ala voltou a criticar os aplausos a Gordon Hayward. “A torcida da casa agora aplaude jogadores adversários… Ok, de qualquer modo, foi uma boa vitória, que venha o próximo”. Pouco depois, um torcedor do Boston Celtics respondeu ao comentário do ala: “Boston é assim: ame-o, ou deixe-o”. Crowder não demorou a responder: “eu não tenho nenhum problema em deixá-lo”.

O comentário de Crowder ao torcedor celta foi excluído pouco depois, mas o ala não parou por aí e compartilhou com seus seguidores, através de um retweet, o comentário de um torcedor do Dallas Mavericks, sua ex-equipe, que sugeriu o retorno do camisa 99 ao Texas. A publicação do fã dos Mavs também foi desfeita pelo atleta em pouco tempo.

Contratado pelo Boston Celtics em dezembro de 2014, como parte da negociação que levou o armador Rajon Rondo ao Dallas Mavericks, Jae Crowder é um dos principais atletas da equipe celta nos últimos dois anos. Em 2015, o ala renovou contrato com o Alviverde e receberá US$ 35 milhões em cinco anos. Nesta temporada, Crowder perdeu algumas partidas por causa de uma lesão no tornozelo, mas está conseguindo manter uma média de 13 pontos e 5,1 rebotes, números parecidos com os registrados em 2015/2016. Além disso, o camisa 99 melhorou o seu aproveitamento nos arremessos de quadra para 48% e está com 41,2% de aproveitamento em chutes de longa distância.

As polêmicas declarações de Crowder não foram comentadas por outros atletas do Boston Celtics, mas o armador Isaiah Thomas, capitão informal do Alviverde, aproveitou a entrevista pós-jogo desta terça-feira para elogiar o companheiro. “Quando Crowder está jogando bem na quadra de ataque, é difícil nos derrotar. Sabemos do que ele é capaz na defesa, então quando ele acerta arremessos, infiltra, sofre faltas, ganhamos mais uma arma para vencer a partida”, disse Thomas.

Enquanto isso, nas redes sociais, torcedores do Celtics se dividiram entre apoio a Crowder e mais críticas. O jornalista Bill Simmons, ilustre fã celta, foi um dos que defenderam o atleta no Twitter: “ei Crowder, não acho que alguns estúpidos falem por toda a massa. Torcedores do Celtics, de costa a costa, amam ver esse time, e amam/respeitam o que você faz”. E você, leitor do Celtics Brasil? Apoia ou condena o desabafo do ala?

Gustavo Arruda
Gustavo Arruda
Gustavo, 25 anos, é maranhense de São Luís, estudante de Jornalismo, repórter esportivo do Imirante.com e colaborador do Futebol Maranhão. Fanático por esportes, principalmente futebol e basquete, é torcedor celta desde 2003, quando ouviu pela primeira vez o TD Garden lotado entoando "Let's go, Celtics!", e escreve no Celtics Brasil desde julho de 2011. Nas horas vagas, é goleiro, armador, consumidor de danone, tio do João Gabriel e dá seus pitacos sobre o maior campeão da NBA no Twitter: @gustavoarruda01.

9 Comentários

  1. Marcos disse:

    Mimimi…
    Joga e deixa quieto Crowdah.

    Se tem gente aplaudindo o Hayward é porque o Crowder não está rendendo.
    E essa pontuação na base da bola de 3 wide open do jogo de ontem não me impressiona.

    É um jogador voluntarioso, tem altura e físico (sempre elogio sua defesa aqui), mas não é um jogador de elite que a torcida tanto anseia.

    Mais do que isso, esse ano ele não está mt bem.
    Quando pegamos jogos difícieis ele está sumido. Os steals (chegou a ter média de 4 por jogo) e rebotes do ano passado fazem falta a esse time.

    Daí vem as derrotas para times mais arrumados e a torcida chia mesmo (eu tb qro ver o Hayward no Celtão).

    Será que ficou um resquício de Rondo nessa troca?

    []s verdes

    0

    0
  2. Fabiano Alex disse:

    Obviamente ele ficará irritado, ainda mais quando o outro jogador é 10 vezes mais habilidoso que ele. Que venha o branquelo.

    0

    0
  3. Fábio Malet disse:

    Crowder está no direito de não ter gostado da atitude de meia dúzia de torcedores, assim como a torcida está no seu direito de “tentar recrutar” um jogador adversário.

    A entrevista do Crowder dada ao Chris Forsberg e o tweet que ele mantém em sua conta de twitter mostram apenas o que todos sabem a respeito de Crowder: tem personalidade forte e é bastante passional. O que ele interpretou como desrespeitoso na última noite (discordo dele, mas cada um tem sua interpretação) o motivou na partida. E é essa personalidade forte e paixão pelo jogo que o tornaram o jogador que é, crescendo absurdamente às custas de muito trabalho e suor.

    Claro que não deve ser passada a mão na sua cabeça. Os tweets que ele apagou posteriormente foram errados de sua parte. E até por isso foram deletados. Seja por vontade própria ou por conselho de alguém, Jae admitiu seu erro nessas manifestações e consertou seu erro. Inclusive, creio que isso tenha interferência de Brad Stevens. Muitos ex-jogadores veteranos do Celtics já declararam o quanto Brad Stevens é bom na questão humana. Além de um estudioso e grande conhecedor do jogo, Stevens é um paizão, conselheiro e que é amado por todos os jogadores que comanda, mesmo os que nem entram em quadra.

    Em suma, não apoio e nem condeno o desabafo de Crowder. Apenas acho que, nas manifestações das quais não se arrependeu, tem todo o direito de interpretar dessa forma e não gostar da atitude da torcida para consigo.

    0

    0
  4. Marco Sanches disse:

    Se servir como motivação pra ele, tem que aplaudir o jogador adversário todo jogo.Depois do que disse sobre não ter problema em deixar a franquia, a franquia tbm não tem nenhum problema em perdê-lo.

    0

    0
  5. Barros disse:

    Crowder é um bom jogador, mas se quisermos bater de frente com LeBron James, temos que ter um ala mais consistente dos dois lados.Se você quiser ir, pode ir, ame ou deixe o Celtics.

    0

    0
  6. Mauricio Green disse:

    Entendo o cara ficar chateado com os aplausos a um outro jogador de sua posição. Ótimo usar isso como motivação. Devia ficar por aí e não se manifestar de cabeça quente. O responder negativamente ele só cria uma situação pior p ele próprio. Podia simplesmente disser “amo enquanto estiver por aqui” (vide caso recente do Diego no Flamengo).

    Outra ele declarou a mesma coisa no caso do Duran ano passado? Então ele acha q é comparável ao Hayward o que não é.

    Ele joga com alama, com espírito celta, se esforça etc, mas não é o cara que precisamos para subir de nível. Ele sabe disso pq está sempre em conversar de trocas. Devia ter digerido melhor esse assunto.

    O Celtics fez mais bem a ele do que ao contrário. Também é bom ele se lembrar disso. Mas uma coisa q não podemos fazer e julgar atuações futuras dele lembrando desse caso.

    0

    0
  7. Devia ficar motivado por jogar no Celtics e não por ver meia duzia de pessoas batendo palma pra um cara ANTES do jogo

    Tivesse jogando todas as partidas como jogou ontem e NINGUÉM estaria especulando outro cara pra posição 3.

    Simples assim

    0

    0
  8. RODNEY OLIVEIRA disse:

    Não apoio e nem discordo dele, só acho q as vezes é positivo dar uma agitada no ambiente, provavelmente ele irá fazer mais boas atuações e sair da zona de conforto.

    0

    0

Deixe um comentário