Destaque celta contra o Hornets, Daniel Theis arranca elogios de Brad Stevens

Os torcedores do Boston Celtics que foram ao TD Garden na noite de terça-feira (3), para acompanhar o duelo de pré-temporada contra o Charlotte Hornets, aguardavam ansiosos por uma vitória da equipe verde e branca e pela atuação dos novatos no elenco celta, com destaque para o armador Kyrie Irving e o ala Gordon Hayward, principais contratações para a temporada 2017/2018 da NBA. O triunfo sobre o Hornets, por 94 a 82, veio sem maiores problemas, Irving e Hayward mostraram lampejos de habilidade, mas o que mais empolgou a torcida foi algo totalmente inesperado: a atuação do ala-pivô alemão Daniel Theis, de 25 anos, que fez a sua estreia com a camisa celta.

Saindo do banco de reservas, Theis precisou de apenas 13 minutos de partida para impressionar a torcida do Boston Celtics. Além de anotar 12 pontos, o alemão pegou sete rebotes, distribuiu três assistências, conseguiu uma roubada de bola e deu um toco em Jeremy Lamb, cestinha do Charlotte Hornets na partida. Além disso, o ala-pivô registrou bom aproveitamento nos arremessos: foram cinco acertos, sendo um deles de três pontos, em oito tentativas.

Em entrevista ao site oficial do Boston Celtics, Daniel Theis mostrou tranquilidade com a atuação diante do Charlotte Hornets e disse que a adaptação às regras da NBA foi a melhor possível. “Eu só tentei trazer energia e me divertir em quadra. Acho que fiz um bom trabalho. Tenho jogado profissionalmente há oito anos, então era algo novo (o estilo de jogo da NBA), mas nem tanto. Eu apenas tentei apreciar isso e jogar basquete, do mesmo jeito que tenho jogado durante anos”, afirmou o alemão.

Impressionado com a grande atuação de Theis, o técnico Brad Stevens destacou as qualidades e valorizou a experiência do ala-pivô alemão. “Ele foi realmente bem. Atacou a cesta com velocidade, precisamos disso. Se posicionou bem em algumas jogadas, recebeu algumas bolas e as manteve vivas, fez uma enterrada no final do quarto, e isso é o que ele faz de melhor. Ele pode arremessar a bola, jogar com algum espaço, mas é muito rápido quando vai para a cesta”, elogiou o treinador celta.

Com a boa atuação diante do Charlotte Hornets, Daniel Theis deve ganhar mais tempo em quadra no segundo compromisso do Boston Celtics na pré-temporada, que será nesta sexta-feira (6), às 20h (horário de Brasília), contra o Philadelphia 76ers, no Wells Fargo Center.

Gustavo Arruda
Gustavo Arruda

Gustavo, 25 anos, é maranhense de São Luís, estudante de Jornalismo e repórter esportivo do Imirante.com. Fanático por esportes, principalmente futebol e basquete, é torcedor celta desde 2003, quando ouviu pela primeira vez o TD Garden lotado entoando “Let’s go, Celtics!”, e escreve no Celtics Brasil desde julho de 2011. Nas horas vagas, é goleiro, armador, consumidor de danone, tio do João Gabriel e dá seus pitacos sobre o maior campeão da NBA no Twitter: @gustavoarruda01.

6 Comentários

  1. Matheus Porto disse:

    Muita coisa pode acontecer, mas acho que tivemos uma melhorar gigante no garrafão com o Theis e o Baynes, lugares que eram ocupados antes por Amir e Olynyk. E tem mais o Morris ainda…
    Esse primeiro jogo me empolgou bastante por cauda disso, esses caras que chegaram com um tom de desconfiança impressionaram bastante.

    8

    0
    • Fernando Henrique disse:

      Eu tive a mesma sensação que você, nosso garrafão melhorou consideravelmente. Morris é um up ótimo em relação ao Amir. Olynyk era um bom reserva às vezes, o que já não podemos dizer sobre Jerebko e Zeller. Agora no banco temos Baynes, Theis e Tatum que pode jogar na 4… Nem se compara, mesmo que dois deles não tenham jogado na NBA já deram mostras de talento antes e guardam muito potencial

      Espero ver o Tatum no time ideal de calouros! A briga no perímetro vai ser forte com Lonzo, Fultz, Fox e tantos outros… Mas se o Simmons jogar de PG, o Tatum tem chances!

      4

      0
  2. Bruno Araujo disse:

    Quando o vi no euro, sabia que esse cara renderia algo de bom. Jogou muito por lá e, aparentemente, vai render no Celtão também!!! Começa a temporada logo! /\ *-*

    1

    0
  3. Marco Ferreira disse:

    Theis apresentou um basquete sorridente e dedicado, gostei da participação dele tanto na quadra ofensiva quanto defensiva, agora é colocar ele no próximo amistoso contra jogadores de níveis um pouco mais alto, já que no primeiro jogo ele enfrentou a maior parte dos reservas do Charlote, agora colocar ele na segunda rotação, experimentar ele junto com o Baynes e junto com o Horford (Theis na 4 com o Baynes e na 5 com o Horford).

    O pequeno entrosamento demonstrado entre ele e o Tatum me animou também, mostrou uma boa sintonia de elenco.

    Bora que esse mês acaba nossa agonia e a temporada começa…

    Let’s Go Celtic’s…

    2

    0
  4. Celso Cachali Jr disse:

    Que comece logo… nao aguento mais esperar para ver este time jogar… que futuro brilhante nos temos… Ainge foi novamente um monstro. Gostei muito do Baynes… vai ser um up sensacional.

    0

    0
    • Marco Ferreira disse:

      Celso, eu me surpreendi com o Ainge em alguns movimentos, achei ruim em outros, me assustei inicialmente com algumas coisas, mas no contexto geral acredito que ele foi bem.

      Agora para chamar ele de monstro eu vou esperar a temporada 2018/2019 que é onde o projeto de título está se desenhando, se ganharmos ai sim chamarei ele de monstroooo…

      Digo a temporada 2018/2019 pelo fato dos contratos de alguns titulares estarem acabando nesta temporada.

      Let’s Go Celtic’s…

      0

      0

Deixe um comentário