Draft 2017 – Lonzo Ball

O Celtics Brasil inicia a série de matérias especiais sobre o 2017 NBA Draft com a análise sobre o armador Lonzo Ball, de 19 anos, atleta que defendeu o UCLA Bruins na última temporada do basquete universitário dos Estados Unidos, a NCAA. Jogador extremamente talentoso, cujo estilo de jogo é comparado ao de Jason Kidd, astro da liga nos anos 90 e 2000, Ball aparece entre as três primeiras escolhas na maioria dos simulados, mas já acumula polêmicas antes mesmo de sua estreia como profissional. Confira a nossa análise e saiba mais sobre o camisa 2 de UCLA.

Informações do atleta:

Posição Armador (PG)
Experiência 19 Anos | Freshman (1 ano universitário)
Altura 1,98 metro (6’6”)
Envergadura 2,05 metro (6’9”)
Peso 86 quilos (190 lbs)

Prós:

Lonzo Ball é um armador raríssimo, ainda mais se levarmos em consideração a sua idade. O camisa 2 de UCLA conduz uma transição como se fosse veterano: no basquete universitário, era comum ver Ball forçando o erro do marcador adversário, conduzindo a bola e ajudando na finalização da jogada, seja com passe ou cesta. Veloz e habilidoso, Lonzo também se destaca pela habilidade na criação, com uma excelente tomada de decisão e passes precisos.

Passador de alto nível, Lonzo Ball se destacou como um excelente companheiro de equipe. Com a bola nas mãos, o armador sabe onde encontrar cada atleta de sua equipe e facilita a vida deles. Com a sua inteligência, manipulação de bola e visão de jogo, Ball tornou UCLA um time muito solidário, com uma troca envolvente de passes.

Além da habilidade, Ball também tem um conjunto de ferramentas físicas que irão proporcionar uma série de vantagens no basquete profissional. Alto, forte, com boa envergadura e pés rápidos, o armador de UCLA pode fazer um bom trabalho nos dois lados da quadra.

Apesar de colocar a criação de jogadas como prioridade, Lonzo Ball é um atirador muito confiável e pode auxiliar a equipe nesse aspecto. Em sua única temporada no basquete universitário, o armador registrou um aproveitamento superior a 55% nos arremessos de quadra e superior a 40% nos lances de longa distância.

Leia mais:

Mock Draft 2017 2.0.

Contras:

Por incrível que pareça, a principal fraqueza de Lonzo Ball está dentro de casa. O pai do atleta, LaVar Ball, ganhou muito espaço na mídia nos últimos meses, pelo engajamento excessivo na carreira do filho e pelos comentários controversos. Muitos executivos da NBA querem que LaVar fique de lado e não atrapalhe Lonzo, na carreira e no dia a dia, mas será que o pai falastrão vai manter a boca fechada?

Em quadra, Lonzo Ball registra um ótimo aproveitamento nos arremessos, mas ainda encontra dificuldades alarmantes. O camisa 2 tem uma mecânica de arremesso bem fora do comum, torta e com “release” muito baixo, o que pode facilitar a vida de marcadores mais sólidos. Além disso, Ball costuma sofrer quando precisa criar sozinho o seu arremesso ou infiltração. Para seu jogo fluir, o armador vai precisar da ajuda de outros atletas mais letais, que podem dividir a atenção dos defensores adversários.

Outro aspecto preocupante em Ball é o quadro físico. O armador de UCLA não é um jogador fraco, mas costuma desistir da marcação em jogadas de corta-luz e apresenta muitas dificuldades contra jogadores velozes ou com uma força equivalente. No basquete universitário, o camisa 2 deixou uma péssima impressão no duelo contra De’Aaron Fox: armador de Kentucky e também cotado como escolha top 5 no Draft, Fox anotou 39 pontos contra Ball e UCLA.

Resumo:

É inegável que Lonzo Ball é um jogador espetacular, que tem tudo para ser dominante na NBA, mas não deve ser selecionado pelo Boston Celtics, a não ser que aconteça algo extraordinário até a noite do NBA Draft. O marketing de LaVar Ball, apontado como algo normal pelo nosso companheiro de site Daniel Emiliano, não é um problema, mas existem alguns pontos que devem ser levados em consideração.

Primeiro, Lonzo não será selecionado porque simplesmente não quer. O interesse de LaVar é colocá-lo no Lakers, que é a franquia do estado natal do armador e tem a segunda escolha no Draft. A família Ball já adiantou que o atleta não irá participar de qualquer treinamento no Boston Celtics.

Além da falta de interesse de Ball, o Celtics também não manifesta vontade de selecionar o jovem armador de UCLA. Boston está mais interessado na aquisição de Markelle Fultz, que não esconde a sua preferência pelo maior campeão da história da NBA.

Outra vantagem de Markelle Fultz para Lonzo Ball é a posição em quadra: enquanto Ball joga apenas como armador, posição onde o Celtics conta com Isaiah Thomas, Marcus Smart e Terry Rozier, Fultz é um combo guard, que pode ser deslocado para a função de ala-armador sem problemas.

Médias em 2016-2017 (em 36 jogos):

Minutos Pts Reb Ast Stl Blk FG 3Pts FT
35,1 min 14,6 6,0 7,6 1,8 0,8 55,1% 41,2% 67,3%

Cotações para o Draft:

NBA Draft – www.nbadraft.net 2ª Escolha
Draft Express – www.draftexpress.com 2ª Escolha

Gustavo Arruda
Gustavo Arruda
Gustavo, 25 anos, é maranhense de São Luís, estudante de Jornalismo e repórter esportivo do Imirante.com. Fanático por esportes, principalmente futebol e basquete, é torcedor celta desde 2003, quando ouviu pela primeira vez o TD Garden lotado entoando "Let's go, Celtics!", e escreve no Celtics Brasil desde julho de 2011. Nas horas vagas, é goleiro, armador, consumidor de danone, tio do João Gabriel e dá seus pitacos sobre o maior campeão da NBA no Twitter: @gustavoarruda01.

13 Comentários

  1. Godois disse:

    eu ainda que o Celtics não deve pegar um armador. A nossa deficiência é no garrafão. Mesmo sabendo do estilo que que o Brad Stevens propôs para o time jogar. Tem que ter um jovem com folego para infiltrar e usar bem o corpo quando as coisas apertarem. IT é o único que faz isso no time com maestria.

    0

    0
    • acho com a pick 1 fica difícil escolher alguém pro garrafão. Se caso o Fultz realmente for a 1, não tem como fugir muito disso, a não ser que ocorra uma troca e o Celtics receba uma pick mais baixa e jogadores em troca.

      0

      0
    • Mauricio Green disse:

      Camarada em Draft se deve se selecionar pelo maior talento disponível e não por posição. Dai depois se precisar troca via Trade por um veterano.

      0

      0
    • Beto Castro disse:

      Pick 1 = pegue o melhor talento disponível, independente da posição

      0

      0
    • Ranieri disse:

      Godois nós já teremos Zizic e Yabusele para o garrafão, fora alguma troca que possa surgir com Rozier, Bradley, Jackson, nós devemos draftar o melhor talento disponível, Fultz é esse cara, temos que ter ele tbm para o caso de possíveis problemas nas renovações do IT e do Bradley, e mais uma coisa ano que vem onde poderemos ter uma escolha alta pela escolha dos Nets e no draft do ano que vem tem varios jogadores para Garrafão

      0

      0
  2. Marco Ferreira disse:

    O Lonzo Ball é um bom jogador, mas não vejo ele como uma futura grande estrela da NBA, vejo o jogo dele muito parecido com o Ricky Rubio do Minnesota Timberwolves, um jogador de boa armação, mas com dificuldades de definições individuais e na marcação.

    Seria uma surpresa o Celtics selecionar o Lonzo, acredito que isto só aconteceria se alguma franquia oferecesse uma troca com um all star e desejasse este jogador do DRAFT específico.

    Apenas para registrar, eu ainda sou contra qualquer troca que envolva a nossa escolha no DRAFT e selecionaria o Fultz.

    0

    0
  3. A verdade é que Lonzo é um BAITA talento.
    A visão de quadra e qualidade no passe dele é algo único não só nessa classe, mas também em quase todas os últimos drafts.

    Seu jogo é muito semelhante ao do Chris Paul, e ele só não é comparado constantemente com o mesmo, pelo fato de ser muito mais alto e as pessoas preferirem compara-lo com gente com esse biotipo. Mas a característica de basquete é do CP3, escrito!

    Muita gente fala de floop e tal (puro haterismo), mas eu duvido e MUITO que Lonzo não tenha uma grande carreira na NBA, podendo inclusive, ser superior ao próprio Fultz.

    Ele só não é considerado como escolha do Celtics por ser um PG puro e nós já termos o Thomas, se não seu nome seria muito mais cogitado do que é.

    Se Fultz ficar em Boston e ele for pro Lakers, vai ser bacana de mais ver esse confronto entre os dois por anos e anos.

    0

    0
  4. drakes disse:

    Minhas preocupações com o Ball passa longe do pai, são as mesmas do sanliv que cito “in verbis”:

    “- Sua habilidade de criar no Half-Court contra uma defesa bem postada;
    – Sua pontuação depender muito do seu chute de 3.”

    Complementado a mecânica do “jumper” de jogo dele, me parece um fator facilitador para as defesas, principalmente quando da dobra.

    0

    0
  5. Marco Ferreira disse:

    Galera, acabei de ler na masslive que existem rumores em possíveis trocas dentro do próprio draft, e dois desses rumores envolvem o Celtics.

    O primeiro seria na troca com o Sixers, Primeira escolha pela terceira e mais Dario Sarić.

    A segunda seria a troca com o Sacramento, Primeira escolha pela Quinta e Decima.

    Correm rumores de que o Celtics não estaria tão encantado assim com o Fultz e que poderia estar interessado em uma outra escolha, com isso faria a troca para que ganhasse algo a mais.

    A noticia é de hoje, por isso me preocupei já que o Fultz fez os treinamentos e entrevistas com o comando Celta esses dias, será que é verdade mesmo ou é mais uma jogada do Ainge para distrair algo que realmente esteja acontecendo?

    Sou contra essas trocas por achar que o Fultz é o melhor jogador desta categoria, mas será que isso ta rolando mesmo?

    0

    0
    • Barros disse:

      Dario e terceira escolha pelo Fultz eu faço de olhos fechados. Dario foi o rookie do ano na minha opinião, joga demais e é um jogador que precisamos de garrafão, e com a terceira escolha oq não falta é talento.

      0

      0
  6. Celso Cachali Jr disse:

    Tatum na Terceira escolha. vou facil facil…. mesmo querendo o Fultz

    0

    0
  7. Samucarj disse:

    Esse Tatum tem cara de que vai ser um grande jogador….

    0

    0

Deixe um comentário