Greg Monroe assina com o Celtics até o final da temporada

Recém-dispensado pelo Phoenix Suns, o pivô Greg Monroe escolheu defender o Boston Celtics até o final da atual temporada, segundo primeiramente informou o respeitadíssimo jornalista Adrian Wojnarowski, da ESPN. Ainda segundo Woj, o big man receberá 5 milhões de dólares pelo contrato que assinará com a equipe de Massachusetts.

Monroe iniciou a temporada no Milwaukee Bucks, entrando em seu último dos três anos de um contrato de 50 milhões de dólares com a equipe de Wisconsin. No entanto, ainda no começo da campanha dos Bucks em 2017/2018, Monroe foi enviado ao Suns, junto de uma escolha de primeira e segunda rodada da equipe de Milwaukee, em troca do armador Eric Bledsoe. Sem grandes oportunidades na equipe de Arizona, Phoenix e Monroe entraram em um acordo de buyout de seus pouco mais de 17 milhões de dólares a receber na temporada, e, desta forma, o jogador integrou a lista dos dispensados na última quinta-feira, 1º de fevereiro.

Estando na lista dos dispensados, qualquer equipe da NBA (em uma ordem de prioridade pré-determinada pela liga) pode reivindicar os direitos do atleta e assumir o contrato recém-quebrado entre o jogador e sua equipe. Este período, conhecido como waiver period, tem duração de 48 horas. No entanto, é bastante improvável que alguma equipe assumirá o caríssimo contrato de Monroe até o final da temporada. Após o término da waiver period, no próximo sábado, 3 de fevereiro, o Celtics já poderá assinar o acordo firmado com Monroe e anunciar oficialmente o atleta.

Para conseguir contratar o pivô de Georgetown, o Celtics venceu acirrada concorrência contra algumas equipes que também demonstraram interesse no jogador, em especial, o New Orleans Pelicans, equipe da cidade natal de Monroe. Ainda, Boston não fez promessas ao jogador, a respeito de titularidade e até de tempo de quadra, como seus concorrentes fizeram. Mesmo assim, o Celtics foi a equipe que pôde oferecer um maior montante ao jogador (utilizando parte dos 8,4 milhões de dólares da Exceção de Jogador Lesionado concedida ao Boston Celtics por conta da grave lesão de Gordon Hayward no começo da temporada) e uma maior possibilidade de ir longe na pós-temporada, e até, porque não, com maiores chances de ganhar um título.

Sétima escolha geral do 2010 NBA Draft, Monroe é um pivô que prometia muito, mas não conseguiu atingir todo o potencial que se esperava dele. Escolhido pelo Detroit Pistons naquele recrutamento, Monroe emergiu logo cedo na carreira, mas foi perdendo um pouco de espaço por conta de seus problemas defensivos e com a chegada do jovem pivô Andre Drummond, fazendo-o até mudar seu posicionamento para ala-pivô.

Depois de cinco anos nos Pistons, Monroe tornou-se um agente livre irrestrito, e, assim, pôde assinar um contrato de três temporadas e 50 milhões de dólares com o Milwaukee Bucks. Em Wisconsin, voltou a ser pivô titular de sua equipe, mas, mais uma vez, teve problemas defensivos que acabaram fazendo com que virasse reserva da posição na temporada seguinte. Mesmo assim, o jogador de 2,11 metros tinha um papel importante na rotação da equipe, e foi um dos principais candidatos ao prêmio de Sexto Homem (melhor reserva) da última temporada.

Monroe chega ao Boston Celtics para preencher uma grande lacuna no elenco da equipe: pontuação dentro da área pintada e oriunda do banco. Mesmo sendo o líder da Conferência Leste e tendo uma das três melhores campanhas da liga, o Celtics possui apenas o 23º melhor ataque da liga (ou seja, o 8º pior). Uma parte pequena desta já deficitária pontuação é feita dentro do garrafão, e, ainda, o banco de reservas da equipe tem grandes dificuldades de pontuar com consistência durante os jogos. Além disso, Monroe também pode ajudar bastante o Celtics nos rebotes, uma outra grande qualidade de seu jogo.

Por outro lado, o principal defeito do pivô, do qual foi estigmatizado a carreira inteira, foi sua falta de capacidade defensiva. No entanto, há alguns fatores que podem auxiliar Monroe e que certamente animam o torcedor do Celtics: a equipe de Boston possui a melhor defesa da liga, com um garrafão repleto de especialistas defensivos (Al Horford, Daniel Theis, Aron Baynes) e com um treinador que consegue extrair o máximo de todos os seus jogadores.

Em 20 jogos pelo Phoenix Suns, Monroe teve médias de 11,3 pontos, 8 rebotes, 2,5 assistências, 0,8 roubos de bola, 0,3 tocos, com 62,6% no aproveitamento dos arremessos de quadra e 67,4% nos lances livres, em apenas 23,3 minutos por jogo. Números e características que o credenciam para ser um grande reforço para o Celtics nesta reta final de temporada.

Fábio Malet
Fábio Malet
Gaúcho de Porto Alegre, bacharel em Ciência da Computação e analista de sistemas. Apaixonado por esportes, tem o jornalismo como um hobby, e, pretende, futuramente, fazer pós-graduação na área. Acompanha NBA desde o começo de 2007 e, pé-quente, viu seu Boston Celtics ser campeão na primeira temporada inteira que assistiu. Torce também para Grêmio, Tottenham Hotspur, Green Bay Packers, e por conta da afinidade com Boston, tornou-se fã de Bruins e Red Sox.

20 Comentários

  1. R Tsunami Green disse:

    Boa!

    5

    0
  2. Rafael Paiva disse:

    Grande notícia!!!

    2

    0
  3. Roger Felipe disse:

    kikiuuu

    6

    0
  4. Wallace disse:

    Boa contratação, ajudará bastante o time, principalmente no ataque.

    Esperando pela vinda do Evans também para melhorar ainda mais o elenco.

    4

    0
  5. Marcos disse:

    Grande move – pode não ser um gênio defensivo, mas reboteia e é uma arma no Ataque.
    Agora Tyreke pelo Smart e pick baixa.

    Abs verdes,

    13

    4
    • luiz eduardo disse:

      Trocar Smart, nosso melhor defensor do perímetro, um dos jogadores mais importantes do elenco pelo um expirante, isso só pode ser piada!

      4

      1
      • Lucas Oliveira disse:

        Não piada não Luiz… Falei sobre isso no outro post. É preciso lembrar que o contrato do Smart também é expirante!
        É verdade que será agente livre restrito e o Celtics pode mantê-lo se igualar as propostas, mas se o time não pretende renovar ou não quer renovar por um alto valor (e considerando que não quiseram fechar a extensão de contrato, são as únicas alternativas), talvez seja melhor usá-lo como moeda de troca agora.

        3

        0
    • Marcos disse:

      Entendo perfeitamente o papel do Smart, não odeio o cara (já o defendi várias vezes aqui), mas acho que o celtics vai precisar de moeda de troca.

      E essa moeda é o Smart.

      Abs verdes

      0

      0
      • Luiz Eduardo disse:

        Memphis não vão pedir tanto assim. Fora que Evans irá pedir muito mais que Smart. Se isso acontecer, o mais provável é no próximo ano é não ter nem um nem outro.

        1

        0
  6. Fernando Silva disse:

    Marcos, eu acredito no papel do Smart no time.

    Evans é bem vindo, mas não gostaria de perder o Smart.

    DA sabe que estamos a um move de reforço de banco para tentarmos peitar GSW.

    Mas este passo precisa ser cirúrgico, ou melhor deixar como está.

    Eu estou pensando na próxima season: KI, Tatum, Brown, GH, Monroe, Horford, Smart, Morris, Rozier, Theis, talvez Evans, é um baita time.

    É irrefutável que os Cavs não são o time do leste!

    11

    1
    • drakes disse:

      Se voltar ainda nessa temporada o Hayward, o quesito que ele deve se poupar é marcação, por isso o Smart pode ser muito importante para ajudar a cobri-lo, enquanto Gordon faz o que time necessita dele que é pontos.

      3

      0
  7. Celso Cachali Jr disse:

    Ótima notícia. Estamos ficando prontos para competir de igual para igual estou botando muita fé neste time. Se vier o Evans pode falar que já estamos nas finais.

    1

    1
  8. Marchall disse:

    Como não amar o D.A? É o Alexandre Mattos do Boston Celtics meus amigos.

    Greg Monroe – Temos um garrafão de 2,11 com físico excelente e melhor do que Theis +Baynes juntos.

    Evans – Sério que estão reclamando de uma troca Smart + pick baixa por ele? Meu Deus troquem logo antes que eles desistam.

    Com essas duas contratações dominamos o Leste meus amigos. E acredito sim em título em cima dos Warriors.

    Morris – Tatum – Irving – Horford e Greg

    Tiro de três com Irving e Horford + Garrafão com Greg!

    2

    11
  9. Marchall disse:

    Ahhhh e quando o Irving cansar?

    Calma que temos nosso Negueba vindo do banco.

    1

    0
  10. Lucas Oliveira disse:

    Só um detalhe para complementar, caso alguém fique em dúvida.
    Embora o Celtics não tenha usado todo dinheiro da DPE a excessão é para um jogador, logo o que restou deste dinheiro não poderá ser usado para adquirir outros jogadores.

    0

    0
  11. Marchall disse:

    Como assim o Evans não pode chegar nessa temporada?

    0

    0
  12. JailtonSV disse:

    Quais equipes concorrem com o Celtics na suposta trade pelo Evans?

    0

    0

Deixe um comentário