08

abril

2017

12

Comentários

Hornets 114 x 121 Celtics

Poucas equipes conseguem ser bestiais e bestas, em um único jogo, como o Boston Celtics. Hoje, tivemos mais uma prova disso.

Após um primeiro tempo simplesmente espetacular, no qual tudo funcionou (absolutamente tudo: ataque, defesa, pontuação do time sem Isaiah Thomas na quadra, etc), o Celtics desperdiçou uma confortável liderança de 19 pontos no segundo tempo do duelo e chegou a estar perdendo por 7 no quarto derradeiro, mas reergueu-se e conseguiu conquistar sua 51ª vitória na edição 2016/2017 da maior liga de basquete do mundo.

Na primeira metade do confronto, vimos um Celtics diferente das últimas partidas. A equipe de Boston estava decidida a espantar os rumores de má fase, às vésperas dos playoffs, e impôs seu jogo, silenciando o lotado ginásio da franquia pertencente a Michael Jordan.

O maior campeão da NBA, que sofreu muitos pontos nos jogos contra Cavaliers e Hawks, também foi forte na quadra defensiva, limitando a franquia de Charlotte a apenas 44 pontos nos primeiros 24 minutos.

Na metade final, contudo, o Hornets voltou outro. Muito se deve, também, ao fato do time ter descoberto que o Bulls havia perdido para o Nets. Com isso, caso o time de Kemba Walker conseguisse a virada sobre o Celtics, continuaria com o sonho vivo de chegar aos playoffs pelo segundo ano consecutivo.

Com isso em mente, os comandados de Steve Clifford partiram para cima do Celtics, o que animou o até então calado ginásio. Acuado nas cordas e sem saber sair das mesmas, o Celtics cedeu. Cedeu ao ponto de perder uma enorme vantagem, como citado acima.

Quando muitos já pensavam em jogar a toalha, a mesma inconsistência que nos derrubou, nos levantou. Liderada por Isaiah Thomas e Avery Bradley, a equipe de Boston cortou a desvantagem no placar e reassumiu a liderança, para nunca mais perdê-la. Nos minutos finais, os dois jogadores de perímetro titulares de Boston acertaram incríveis cestas de três, aniquilando quaisquer esperanças e possibilidades de playoffs do Hornets.

Com a derrota para Boston, a equipe de Michael Jordan está oficialmente eliminada da temporada. Foi também a última partida do Celtics como visitante na atual edição da liga. Em 41 confrontos longe do TD Garden, a equipe de Brad Stevens sagrou-se vencedora em 23.

Em sua penúltima partida pela temporada regular, o Celtics receberá o Brooklyn Nets, no próximo dia 10. O Hornets, por sua vez, cumprirá tabela em seus dois jogos finais, a começar também no dia 10, quando enfrenta o Bucks, em Wisconsin.

Destaques do Hornets:

  • Nicolas Batum: 31 pontos, 8 rebotes e 3 assistências;
  • Kemba Walker: 23 pontos (7/19 FG) e 8 assistências;
  • Jeremy Lamb: 17 pontos (6/8 FG) e 5 rebotes.

Destaques do Celtics:

  • Isaiah Thomas: 32 pontos (10/18 FG) e 6 assistências;
  • Avery Bradley: 15 pontos (6/14 FG), 6 rebotes e 4 assistências;
  • Kelly Olynyk: 13 pontos (6/10 FG), 11 rebotes e 4 assistências;
  • Jae Crowder: 15 pontos (6/9 FG), 9 rebotes e 3 assistências.

Melhores Momentos: