Inconformado com o tratamento recebido pela torcida do Celtics, Ray Allen diz: “Vocês precisam virar a página!”

O ex-jogador e futuro Hall-of-Famer Ray Allen celebrou seu 42° aniversário, na semana passada, junto à sua família, no Foxwoods Resort Casino, localizado na região de New England, onde fica Boston.

Em meio às festividades, porém, o antigo dono da camisa 20 do Celtics resolveu expressar sua frustração com a torcida local.

Depois de ver muitos comentários deselegantes e ofensivos a sua pessoa, em uma publicação de feliz aniversário feita por um página de fãs do Celtics, Allen assim respondeu:

“Vocês precisam virar a página em relação a isso! Onde vocês estavam quando o time tentou me trocar? A NBA é um negócio e os jogadores vão para onde acharem melhor, assim como cada um de vocês agem em seus respectivos empregos. Eu sempre serei um Celta, quer vocês queiram ou não. Apenas superem!”

Cabe dizer que o comentário foi deletado desde então.

Após abandonar Boston em 2012, para assinar com o rival da época Miami Heat, Allen tem sido persona non grata em Massachusetts e, até mesmo, para seus ex-companheiros de time. Em Março do corrente ano, o também ex-celta Rajon Rondo revelou que o ex-jogador, 10 vezes selecionado para o All-Star Game, intencionalmente, havia deixado de ser convidado para a festa de 10 anos do último título da franquia, promovida pelos jogadores que formaram o elenco campeão.

Rômulo Portugal
Rômulo Portugal
Rômulo é carioca, advogado, e fã de futebol, NBA e NFL. Acompanha o Celtics desde 2003. Seu fanatismo pelo maior campeão da NBA o fez torcer para os demais times de Boston. Como bom carioca, é Vascaíno. Tem Paul Pierce como primeiro e grande ídolo na NBA.

21 Comentários

  1. Fabrício Zanateli disse:

    Isso é injusto com ele, enquanto esteve em Boston, honrou o manto e honrou legal, NBA é Business mesmo, mas nada tira o que ele fez pela equipe, em 2008 ele foi de extrema importância, tem que valorizar ele tambem, baita jogador!

    0

    0
  2. Guilherme disse:

    A torcida tem todo direito de ficar chateada com ele, afinal o torcedor é PASSIONAl, coloca o coração sempre à frente da razão. E ele também de não gostar do tratamento recebido. Eu particularmente sou muito grato a tudo que ele fez aos Celtics durante sua passagem por aqui e junto com KG e Pierce, Ray foi o responsável por hoje eu ser um torcedor celta. Então, bola pra frente.

    0

    0
  3. Bruno Ferronato disse:

    Olha, eu reconheço que ele foi muito importante para o time no título de 2008, inclusive, lembro de um momento em que jogou com o emocional fortemente abalado devido a problemas de saúde de sua filha, e mesmo assim nunca deixou de contribuir.
    Lembro do buzzer beater dele contra o Bobcats na temporada de estreia, como foi surpreendente aquele final.
    Também lembro nas finais em que perdemos para o Lakers em um jogo em Los Angeles ele acertando 8 bolas de 3, sendo as 7 primeiras de forma consecutiva sem cometer nenhum erro e como eu achei aquilo fantástico.
    Porém, apesar de tudo, é difícil deixar despercebido a forma como ele saiu. Ele foi pra um time em que tínhamos grande rivalidade na época, sendo que em Boston ele ganharia mais grana. Ainda deu a desculpa de perder espaço pro Bradley mas no Heat ele também foi reserva.
    Portanto, entendo quem é grato a ele, porém também entendo quem não goste.
    Eu mesmo gostava muito dele, mas devido a forma como saiu vejo que ele manchou sim um tanto de sua história no time e diferentemente de Pierce e KG, não merece ter sua camisa aposentada.

    0

    0
  4. Matheus Lança disse:

    Vai pedir reconhecimento em Miami, onde foi um mero coadjuvante.
    Afinal, um contrato de dois anos pela metade do valor era muito mais “busness” para esse paneleiro.
    Allen hater never go stop.

    0

    0
  5. MARCUS CAVASSIN disse:

    Foi campeão com o Boston e ponto final.

    0

    0
  6. Marcelo Paolielo disse:

    Grande Jogador! Vestiu a Camisa do Celtics com honra e nos ajudou em 2008 demais! BIG TREE

    0

    0
  7. Fernando C Silva disse:

    Que vá pedir autógrafos ao Lebron. Virou as costas ao time, seus companheiros e falou mal ao sair.

    Não é um celta, mas um heat.

    0

    0
  8. Rossini disse:

    Ele tem de lidar com isso, faz parte do show, mas cabe dizer que toda essa revolta com ele vem do quanto ele era amado em Boston, e tbm que eh puro fanatismo de torcida doente sem nenhum raciocínio lógico kkkkkkk, eu sinceramente acho ridículo hostilizar o cara por isso, pessoal tá achando que o esporte eh mais do que realmente é……eh foda.

    0

    0
  9. silvio freitas disse:

    Allen foi um excelente jogador e sempre honrou a camisa ..
    Era um profissional e tinha o direito de ir de escolher seu caminho.
    Nunca mais tivemos alguém que jogasse tão bem na linha dos 3 pontos .
    Saudades daqueles tempos .
    Silvio Freitas

    0

    0
    • É óbvio! Allen é um dos 3 melhores chutadores de 3 pontos de todos os tempos, é claro que não iríamos conseguir repor no mesmo nível. A menos que fosse substituído por Bird, Curry ou Reggie Miller. Agora se ele quis ir para Miami tudo bem. Ele viu uma oportunidade e foi, com o time que Miami tinha eu tbm iria, temos que analisar oq ele fez pelo Celtics e acho que ele merece meu respeito e de qualquer outro torcedor.

      0

      0
  10. Anderson Tomás disse:

    Sempre amarei seu jogo, e reconhecerei o que fez por nós em Boston, Mas sua saída deixou uma ferida profunda, saiu somente pela panela.

    0

    0
  11. digor33 disse:

    É negócio sim!!!!!
    É um emprego e não uma paixão!!!!!!
    Paixão é para os torcedores, pena que muitos não conseguem dosar isso é fica fanático. Brasileiro tem muito disso, prefere beijar e chorar pela seleção de futebol ou pelo seu time do que pelo seu emprego ou melhorar seus hábitos para melhorar seu país, sua cidade.Torcer para muitos não é vencer somente, mas humilhar o perdedor, nem que isso seja resultado de um erro de arbitragem ou malandragem. Esse jeitinho brasileiro nos condena!!!!!Ray fez o que achou melhor por ele, queria um anel e foi atras. Partindo da ideia de que podemos condená-lo, é o mesmo que dizer que Pierce e Garnet podem também desprezar Boston por terem sido trocados.
    Negócio é negócio !!!!!
    Só fanático não entende.

    0

    0
    • Bruno Ferronato disse:

      Respeito sua opinião digor 33, mas vejo que seus argumentos aqui ficam um pouco mais difíceis de serem aceitos, e é daí que vem o comportamento da maioria da torcida.
      É claro que é um negócio e ele tem que ver o que é melhor pra ele. Mas ele ganharia mais em Boston e já tinha anel, e se era pela reserva, no Heat ele também foi.
      Também não vem ao caso citar o comportamento de brasileiros, pois as palavras dele foram dirigidas para a torcida de Boston. É uma torcida apaixonada, como sabemos, e ele deveria imaginar da forma como saiu, que isso poderia acontecer.
      Não sou nem quero ser o dono da razão, mas acho totalmente compreensível esse comportamento da torcida.

      0

      0
      • digor33 disse:

        Bruno, concordo. Coloquei a minha opinião.
        Mas o fato de já ter um anel não muda muito, o jogador de elite quer disputar um anel, e com chances, sempre. E ele não conseguiria em Boston, todos sabiam.

        0

        0
  12. Fábio disse:

    A NBA é um negócio? Sim.
    Mas o Celtics é uma paixão. O jogador tem o direito de escolher o que é melhor para ele e o torcedor tem o direito de tirá – lo da lista de seus ídolos.
    Ele abandonou um time Onde era ídolo por um Onde poderia ganhar outro anel mais facilmente. Ele fez uma troca.

    Trocou a idolatria de uma torcida por títulos com uma franquia rival.

    0

    0
    • digor33 disse:

      Mas vc mandou um e-mail falando mal dele no dia em que estava comemorando o aniversário?

      Tirar da lista é seu direito, falar mal e perseguir não é ser torcedor, é ser mal educado e fanático.

      0

      0
  13. Fernando C Silva disse:

    Ray saiu:

    1. Era reserva e reserva foi no Heat.

    2. Salarial não foi a sua pretensão pois aceitou salário menor.

    As veedadeiras razões foram:

    1. Pretendia ganhar outro título.

    2. Tinha mágoa da sua condição na equipe.

    No entanto ele aceitou um papel ainda menor no Heat e PRINCIPALMENTE SAIU FALANDO MAL DA EQUIPE.

    No meu entendimento, exclusivamente pelo último aspecto, não merece meu respeito.

    Tinha o direito de procurar outra oportunidade profissional, seja pelo salário (o que não foi o caso), seja pelo título.

    Tinha o direito de tentar ser titular em outra equipe.

    Mas não tinha o direito de ser maledicente. Sua língua afiada era resultado da perda da titularidade ao AB.

    Ray entendia que a equipe deveria se posicionar a seu favor em detrimento do AB e facilitar o seu jogo.

    Complô em Boston!

    E ainda teve a cara de pau de criticar quem não se sujeitou aos seus desejos.

    Que seja feliz com outros ventos.

    0

    0
  14. digor33 disse:

    Não merecer o respeito é algo pessoal e de direito de qualquer um, a questão aqui é a falta de respeito, enviando mensagens no dia que está comemorando o aniversário.

    0

    0
  15. Saiu pro miami porque queria título fácil, não penso em legado quando decidiu isso, no meu ponto de vista não pode exigir gratidão da torcida.

    0

    0
  16. Acho que não importa o que o jogador fez, qualquer pessoa merece o respeito de qualquer um, oq ele fez pode ter ofendido a torcida? Sim. Porem oq fizeram não é aceitável. Vc pode vaiar o jogador quando ele jogar no TD ou não querer ele no Hall Of Fame do time, mais desrespeitar ele dessa forma não se faz com ninguém.

    0

    0
  17. Claro que a história, do jogador não justifica o evento ocorrido, mas também acredito que o mesmo, aproveito a oportunidade pra dá uma alfinetada na torcida por conta do seu final de carreira , que ficou um pouco arranhada…

    0

    0

Deixe um comentário