Isaiah Thomas fala sobre a morte da irmã Chyna: “semana mais difícil da minha vida”

Depois da segunda derrota do Boston Celtics para o Chicago Bulls no primeiro round dos playoffs da Conferência Leste, o armador Isaiah Thomas viajou para a sua cidade natal Tacoma, no estado de Washington, para ficar ao lado de sua família, em luto pela morte de Chyna Thomas, irmã do atleta celta, que foi vítima de um acidente de carro no sábado (15). Visivelmente emocionado, Thomas atuou nos dois jogos entre Celtics e Bulls, e recebeu várias homenagens, não só dos torcedores da franquia de Boston, mas também de fãs de basquete em todo o planeta.

Em nota divulgada no perfil oficial do Boston Celtics no Twitter, Isaiah Thomas disse que está passando pelos piores dias de sua vida e agradeceu a todos que deixaram sua mensagem de carinho nesse momento muito difícil.

“Eu nunca poderia imaginar um dia onde a minha irmãzinha Chyna não estaria aqui. Ela e a minha família são tudo para mim, então a dor que estou sentindo agora é impossível de colocar em palavras. Essa foi, sem dúvida, a semana mais difícil da minha vida. Ao mesmo tempo, fiquei impressionado com o amor e apoio que recebi. Não poderia ser mais grato por meus amigos, família, fãs, a cidade de Boston, a organização Celtics e toda a comunidade da NBA. Eu realmente aprecio todo o apoio que vocês me deram nos últimos dias, e obrigado por respeitar a minha privacidade, enquanto eu continuo a lamentar com meus entes queridos nesse momento”, disse Thomas.

Em entrevista à ESPN, o técnico Brad Stevens lamentou a trágica morte de Chyna Thomas e frisou que o Boston Celtics está dando todo o apoio possível, para Thomas e seus familiares. Além disso, o treinador celta admitiu que será difícil manter a concentração para o restante dos playoffs.

“É muito difícil para Thomas. Ele está fazendo de tudo para se concentrar, é capaz de aliviar a dor durante as três horas em que pensa no jogo, mas as outras 21 horas são muito difíceis. Todos nós sentimos por ele. Estamos aqui para apoiá-lo, da maneira que puder, ele e sua família sabem disso. Agora, temos que concentrar em fazer o nosso trabalho tão bem quanto podemos fazer. Todos juntos. É difícil, é um desafio, mas é o que temos que fazer, e por isso precisamos fazê-lo”, afirmou Stevens.

Isaiah Thomas planeja ficar em Tacoma com a família até esta quinta-feira (20). Apesar do luto, o camisa 4 pretende viajar para Chicago e atuar na terceira partida contra o Bulls, que será nesta sexta-feira (21), às 20h, no United Center, com transmissão da ESPN para todo o Brasil.

Gustavo Arruda
Gustavo Arruda
Gustavo, 25 anos, é maranhense de São Luís, estudante de Jornalismo e repórter esportivo do Imirante.com. Fanático por esportes, principalmente futebol e basquete, é torcedor celta desde 2003, quando ouviu pela primeira vez o TD Garden lotado entoando "Let's go, Celtics!", e escreve no Celtics Brasil desde julho de 2011. Nas horas vagas, é goleiro, armador, consumidor de danone, tio do João Gabriel e dá seus pitacos sobre o maior campeão da NBA no Twitter: @gustavoarruda01.

6 Comentários

  1. Adryanu Gomes disse:

    Não imagino o quão deve ser ruim perder um parente próximo e querido, e imagino que a maioria não queria estar no lugar de Isaiah nesse momento…meus sentimentos a todos os familiares!!! Espero que Brad Stevens encontre uma maneira de jogar e reagir contra os Bulls!

    0

    0
  2. Francisco Machado disse:

    Cada vez mais fã desse cara

    0

    0
  3. Renato Green disse:

    Infelizmente essa tragedia abalou todos os Celtas!
    A série sem dúvida nenhuma seria equilibrada, não tenho dúvidas disso e cheguei a comentar anteriormente mas essa tragedia realmente mexeu muito com a gente!
    Somos limitadas, claro que sim… mas sem duvidas nosso rendimento seria outro sem esse choque que nos pegou de surpresa!
    LUTO

    0

    0
  4. Pablo disse:

    O primeiro jogo ele fez 33 pontos, mas infelizmente aconteceu o que aconteceu e nao é culpa dele , cabe agora o Brad encontrar uma solução. #vaiceltics

    0

    0
  5. Leo77 disse:

    Acho incrível ainda como torcedores celtas ainda acham q uma tragédia dessa não deveria abalar a equipe, o envolvimento emocional é grande, mesmo q o nosso time não avance terei muito orgulho desse time, força ao IT e a equipe.

    0

    0
  6. Fernando C Silva disse:

    Cheguei a opinar que IT deveria ser liberado. Mas pelo que acompanhei, o próprio pediu para jogar.

    DA e Stevens ficaram em uma situação difícil. Como negar o pedido?

    Certamente a liberação seria o mais adequado sob o aspecto da vontade do time em prestar uma homenagem, cada uma dar mais um pouco de si.

    No entanto, eu mesmo não negaria o pedido do IT. Talvez seja uma das poucas oportunidades que ele consiga desviar a atenção da perda.

    0

    0

Deixe um comentário