20

abril

2017

6

Comentários

Isaiah Thomas fala sobre a morte da irmã Chyna: “semana mais difícil da minha vida”

Depois da segunda derrota do Boston Celtics para o Chicago Bulls no primeiro round dos playoffs da Conferência Leste, o armador Isaiah Thomas viajou para a sua cidade natal Tacoma, no estado de Washington, para ficar ao lado de sua família, em luto pela morte de Chyna Thomas, irmã do atleta celta, que foi vítima de um acidente de carro no sábado (15). Visivelmente emocionado, Thomas atuou nos dois jogos entre Celtics e Bulls, e recebeu várias homenagens, não só dos torcedores da franquia de Boston, mas também de fãs de basquete em todo o planeta.

Em nota divulgada no perfil oficial do Boston Celtics no Twitter, Isaiah Thomas disse que está passando pelos piores dias de sua vida e agradeceu a todos que deixaram sua mensagem de carinho nesse momento muito difícil.

“Eu nunca poderia imaginar um dia onde a minha irmãzinha Chyna não estaria aqui. Ela e a minha família são tudo para mim, então a dor que estou sentindo agora é impossível de colocar em palavras. Essa foi, sem dúvida, a semana mais difícil da minha vida. Ao mesmo tempo, fiquei impressionado com o amor e apoio que recebi. Não poderia ser mais grato por meus amigos, família, fãs, a cidade de Boston, a organização Celtics e toda a comunidade da NBA. Eu realmente aprecio todo o apoio que vocês me deram nos últimos dias, e obrigado por respeitar a minha privacidade, enquanto eu continuo a lamentar com meus entes queridos nesse momento”, disse Thomas.

Em entrevista à ESPN, o técnico Brad Stevens lamentou a trágica morte de Chyna Thomas e frisou que o Boston Celtics está dando todo o apoio possível, para Thomas e seus familiares. Além disso, o treinador celta admitiu que será difícil manter a concentração para o restante dos playoffs.

“É muito difícil para Thomas. Ele está fazendo de tudo para se concentrar, é capaz de aliviar a dor durante as três horas em que pensa no jogo, mas as outras 21 horas são muito difíceis. Todos nós sentimos por ele. Estamos aqui para apoiá-lo, da maneira que puder, ele e sua família sabem disso. Agora, temos que concentrar em fazer o nosso trabalho tão bem quanto podemos fazer. Todos juntos. É difícil, é um desafio, mas é o que temos que fazer, e por isso precisamos fazê-lo”, afirmou Stevens.

Isaiah Thomas planeja ficar em Tacoma com a família até esta quinta-feira (20). Apesar do luto, o camisa 4 pretende viajar para Chicago e atuar na terceira partida contra o Bulls, que será nesta sexta-feira (21), às 20h, no United Center, com transmissão da ESPN para todo o Brasil.