Isaiah Thomas: “Nós não temos medo do Cavaliers”

Celtics x Cavaliers

O All-Star celta (e recém-eleito para o segundo time ideal da temporada) Isaiah Thomas disse, após o treino desta quinta-feira, que a equipe de Boston não pode reagir mal à imponente derrota que o atual campeão da liga a impôs, na noite de ontem, por 104×117, em pleno TD Garden.

“Nós não podemos entrar em pânico. Foi só o primeiro jogo da série”, declarou Thomas. “Só foi escrita a história do primeiro jogo. Eles foram melhores e deram conta do recado, assim como nós, se Deus quiser, daremos no jogo 2”.

Quando os repórteres comentaram que as palavras do camisa 4 de Boston soaram bem confiantes para um time que acabara de perder um jogo em casa, Thomas sorriu e confirmou: “eu estou bem confiante para a próxima partida”.

Quando pressionado a explicar o motivo de tanta confiança, o armador assim disse:

“Eu acredito nos meus companheiros. Nós não temos medo de Cleveland. Eles não são os “The Monstars”. Eles não participaram do filme “Space Jam””, cravou o convicto jogador celta. “Eles são de carne e osso, assim como nós. Ocorre que eles foram mais competentes que nós ontem a noite. Nós temos que fazer valer o mando de quadra amanhã. Vamos arrancar essa vitória, custe o que custar”.

Para encerrar, o jogador, recrutado com a 60ª (e última) escolha do 2011 NBA Draft, disse que está em paz com o fato de todo o planeta dar o Celtics como presa fácil para o Cavaliers:

“Nós não chegamos até aqui para só chegarmos até aqui. Nós queremos vencer essa série e estamos focados para tentar fazer isso acontecer. Nós queremos que todo o mundo saiba do que somos capazes e que somos uma das melhores equipes da liga. Essa série é a perfeita oportunidade para conquistar o respeito que muitos ainda resistem em nos dar. Muitos nos enxergam como carta fora do baralho. Nós estamos acostumados com isso. Vamos chocar o mundo”.

Rômulo Portugal
Rômulo Portugal

Rômulo é carioca, advogado, e fã de futebol, NBA e NFL. Acompanha o Celtics desde 2003. Seu fanatismo pelo maior campeão da NBA o fez torcer para os demais times de Boston. Como bom carioca, é Vascaíno. Tem Paul Pierce como primeiro e grande ídolo na NBA.

4 Comentários

  1. Paulo Kulsar disse:

    Que joguem com mais inteligência. Não acredito em vencer a série, mas vencer 1 ou 2 jogos é possível.

    0

    0
  2. Daniel Fialho disse:

    Quem se lembra da final do super bowl 51? Só termina quem vencer 4 partidas primeiro. Eu vou acreditar até o final também. Lets go celtics.

    0

    0
  3. Fernando C Silva disse:

    Concordo que podemos vencer 1 ou 2 jogos. Mas precisamos:

    1. Melhorar as trocas na defesa. O Crowder no 1 contra 1 para segurar o James será difícil. Na minha opinião o Smart seria a melhor opção para a dobra.

    2. Podemos insistir em atacar sobre o James com o Brown. É fato que o James não tem mais 20 anos. Quero ver esta vitalidade toda. A estratégia de cansa-lo é uma opção.

    3. Quando o James entrar no nosso garrafão gostaria de ver 6 braços tentando pegar a bola e uma trombada por tentativa. Ele vai cansar.

    4. No mais, AB consegue limitar o Irving, AH tem que aproveitar a vantagem contra a defesa do Love.

    5. Quando o Thompson pisar em quadra, eu entraria com o Amir só para fazer o jogo brucutu. O cara marcou muitos pontos e não tem tal qualidade.

    Seriam as coisas simples que eu trabalharia.

    0

    0
    • Marco Ferreira disse:

      Fernando,

      eu acrescentaria apenas mais um item, não ficar forçando tantas bolas de 3 quando o dia não está ajudando, analisando nossa série contra os Wizards, nos jogos 5, 6 e 7 não forçávamos toda hora as bolas de 3 e conseguimos pontuar muito, se o dia não está muito bom para isso, de 2 em 2 também pontuamos.

      0

      0

Deixe um comentário