Jogo 1 – Celtics 104 x 117 Cavaliers

Depois de dois dias de sonho, com uma classificação heroica sobre o Washington Wizards nas semifinais da Conferência Leste e a conquista da primeira escolha no NBA Draft 2017, o Boston Celtics encarou uma dura realidade na noite desta quarta-feira (17): mesmo jogando diante de sua torcida, no TD Garden, o Alviverde não conseguiu segurar o embalado e descansado Cleveland Cavaliers, que venceu a primeira partida da final do Leste por 117 a 104.

Na atuação sem muito brilho do Boston Celtics, os cestinhas foram o ala Jae Crowder e o ala-armador Avery Bradley, com 21 pontos cada. Destaque do Alviverde, o armador Isaiah Thomas fez uma partida discreta, mas anotou um duplo-duplo: 17 pontos e 10 assistências. Na rotação, destaque para dois alas: enquanto o veterano Gerald Green fez 11 pontos, o calouro Jaylen Brown flertou com um duplo-duplo, anotando 10 pontos e pegando nove rebotes.

Pelo lado do Cleveland Cavaliers, que teve descanso de 10 dias até o duelo em Boston, o astro LeBron James fez uma partida impecável, com 38 pontos, nove rebotes e sete assistências. Com Kyrie Irving vigiado de perto por Avery Bradley, o outro destaque de Cleveland foi o ala-pivô Kevin Love, que fez 32 pontos e pegou 12 rebotes. O pivô Tristan Thompson também foi bem, com 20 pontos e nove rebotes, seis deles na quadra de ataque.

Com a vitória em Boston, o Cavaliers abre 1 a 0 na decisão da Conferência Leste e quebra o mando de quadra, que pertencia ao Celtics pela melhor campanha na temporada regular. Para tentar igualar a série e evitar maiores complicações na série, Boston volta a enfrentar Cleveland na noite desta sexta-feira (19), às 21h30, no TD Garden, com transmissão do SporTV.

O jogo

Nos primeiros minutos de jogo, o Boston Celtics tentou segurar as ações ofensivas do Cleveland Cavaliers e construir bons arremessos na quadra de ataque, mas os visitantes abriram 10 pontos de vantagem em pouco mais de sete minutos. Mesmo com Avery Bradley acertando arremessos, o Celtics perdeu o primeiro quarto por 30 a 19. Descansado, Cleveland embalou de vez no segundo quarto, não foi ameaçado por Boston e garantiu uma vantagem de 22 pontos para o intervalo.

Mesmo com a vitória encaminhada, o Cleveland Cavaliers manteve o ritmo na quadra de ataque: enquanto o Boston Celtics sofria para pontuar, os visitantes abriam 28 pontos de liderança no placar, liderado por LeBron James. Na reta final do Q3, o Alviverde cortou um pouco o prejuízo, mas já era tarde demais para reagir. Confortável em quadra, o Cavaliers manteve a concentração no último quarto e confirmou a vitória sem maiores sustos.

Destaques do Celtics

Jae Crowder (21 pontos e oito rebotes)

Avery Bradley (21 pontos e quatro rebotes)

Isaiah Thomas (17 pontos e 10 assistências / duplo-duplo)

Destaques do Cavaliers

LeBron James (38 pontos, nove rebotes e sete assistências)

Kevin Love (32 pontos e 12 rebotes / duplo-duplo)

Tristan Thompson (20 pontos e nove rebotes)

Gustavo Arruda
Gustavo Arruda

Gustavo, 25 anos, é maranhense de São Luís, estudante de Jornalismo e repórter esportivo do Imirante.com. Fanático por esportes, principalmente futebol e basquete, é torcedor celta desde 2003, quando ouviu pela primeira vez o TD Garden lotado entoando “Let’s go, Celtics!”, e escreve no Celtics Brasil desde julho de 2011. Nas horas vagas, é goleiro, armador, consumidor de danone, tio do João Gabriel e dá seus pitacos sobre o maior campeão da NBA no Twitter: @gustavoarruda01.

16 Comentários

  1. Barros disse:

    Como precisamos de um PF, ow céus!! acho que o Millsap seria perfeito pro Celtics, ainda mais pela sincronia com o Horford.

    0

    0
  2. FELIPE RESENDE disse:

    Cavs nem precisou forçar muito. Fez o feijão com arroz, jogou dentro do garrafão, esperou nossa tijolação de 3 dar errado (e qndo dá errado, não tem outro caminho, vai ser massacre, pq o time não tem um plano B). E olha q eles não tavam afiados dos 3 pts, mas tem variação de jogo. Boston no ataque tem q ir pro físico, infiltrar sem vergonha de tomar toco, bola no AH no garrafão (esquece espaçar td hora). Na defesa faz um hack no Lebron alguns momentos (usa esse Amir inútil, Zeller, Young, Jerebko pra isso), dobra e paga pra ele chutar de 3.

    0

    0
  3. silvio freitas disse:

    Resultado esperado . Normal para quem não tem pivô . Defesa frouxa . Vamos tentar mudar o time para o próximo ano . Contratar pivôs fortes e de qualidade . Pegamos a pick 1 e já estão achando que tudo estará resolvido . Vamos de novo armador . Aliás , um time. Com essa mentalidade , não se vai a lugar nenhum . Palmas para o iluminado Ainge que a maioria acha que é o novo messias .
    Silvio Freitas

    0

    0
    • Daniel Fialho disse:

      Me desculpe, mais quanta bobagem.

      0

      0
      • R Green disse:

        Me desculpem, mas quanta bobagem (2).

        Sabe um dos motivos pq gosto do basquete? Pq não é futebol…
        Mas alguns comentários faz parecer que são a mesma coisa!
        – Fulado tal- mvp
        Amanhã mesmo fulano – pipoqueiro

        Às vezes as pessoas se deixam levar pela paixão e se esquecem do jogo!
        Sejamos realistas, jogamos abaixo, mas venceu o mais forte!

        0

        0
  4. Paulo Jr disse:

    Cara agente tem que ser realistas! Entramos nesta sabendo da dificuldade que teríamos pela frente.
    Lebron é simplesmente fantástico! O cara poe a bola embaixo do braço e comanda o time, seja explorando nossas falhas em garrafão ou mesmo atirando de media e longa distancia. o resto do time é excelente mais sem duvidas o desequilíbrio da partida chamasse Lebron.
    Para conseguirmos alguma vitoria na serie temos que fazer como manda o manual e defender como nunca, atacar com sabedoria e torcer para nossos maiores pontuadores estarem em um bom dia, ainda torcer para que eles estejam em um dia não muito bom. Não querendo ser pessimista.
    Acho que o time vai melhorar para essa próxima partida. Stevens deve ajustar algumas coisas neste time, só não sei se será suficiente para conseguirmos a vitoria.
    Mais digamos que chegar as finais já é uma grande vitoria para nós.

    0

    0
  5. Samucarj disse:

    Esse time está fazendo muito, um time que tem muitas limitações e mesmo assim está surpreendendo todo mundo.

    Independente do resultado essa temperada foi ótima, principalmente pensando no futuro. Temos todas as condições de já ano q vem brigamos pelo título.

    Tio D.A precisa mitar nas trocas e pronto vamos pra cima de todos ano a vem.

    0

    0
  6. Gustavo Miglioretti disse:

    Gostei muito do Jaylen. Ele jogou bem contra o Cavs na regular tbm, o menino nao tem medo dos jogos grandes. Confio mto no potencial dele

    0

    0
  7. JailtonSV disse:

    Ver o LeBron infiltrando é triste, ele é mais rápido e mais forte que qualquer jogador do Celtics, se ele der a segunda passada em direção a cesta só é possível para-lo com falta.

    Sobre a transmissão de ontem, eu não consigo acreditar no que ouvi
    “O Celtics pode draftar o Fultz e usar Thomas como moeda de troca” disse o comentarista. É sério??? Usar o melhor do time como moeda troca? Só faltou ele sugerir uma trade com um certo rival, por um pivo russo experiente que já foi campeão e um ala sudanês para marcar LeBron.

    Sei que a série não acabou, mas é curioso pensar que a maior dificuldade do Cleveland foi contra a equipe mais fraca (Indiana), impressionante como Paul George é um cara que dá trabalho. Ele está cansado de perder pro LeBron, o Celtics quer virar contender no Leste, temos um time e precisamos de uma estrela, ele é uma estrela e precisa de um time, temos tudo para eleva-lo a outro patamar, porém parece que ao invés de atuar com Thomas e Horford prefere atuar com Mozgod e Mosquito of Deng.

    0

    0
  8. certeza​w disse:

    Sinceramente, o único jogador que vejo capaz de reduzir a pontuação do LeBron é Leonard. Paul George me anima por conseguir pontuar em cima do James, por isso que gosto de ver esse enfrentamento.

    0

    0

Deixe uma resposta para FELIPE RESENDE Cancelar resposta