Jordan Mickey não é mais jogador do Boston Celtics

Na madrugada desta sexta-feira, o Boston Celtics anunciou a dispensa do ala-pivô Jordan Mickey.

Essa decisão já era amplamente esperada pelas pessoas que vivem o dia-a-dia da franquia, haja vista que o maior campeão da NBA continua buscando a liberação de espaço, em sua folha salarial, para assinar com Gordon Hayward. Ao dispensar Mickey antes da 0h do dia 15.07.2017, a equipe de Boston impediu que o contrato do seu, agora, ex-jogador virasse garantido, gerando uma economia de US$ 1.47 milhão aos seus cofres.

Mickey, de 23 anos, nunca conseguiu ganhar a confiança de Stevens, vindo a participar de apenas 25 jogos na última temporada. Suas médias foram de 1.5 ponto e 1.4 rebote, por 5.6 minutos jogados por noite.

Ao todo, o big man, recrutado pelo Celtics com a 33ª escolha-geral do 2015 NBA Draft, disputou meros 41 embates com o uniforme de Boston, em suas duas temporadas em Massachusetts. Suas médias, após duas temporadas, são de 1.4 ponto e 1.1 rebote, por 4.8 minutos por partida. O jogador, de 2,03 metros, nunca esteve em quadra, profissionalmente, por mais de 19 minutos e a maior pontuação de sua carreira ocorreu no dia 06.11.2016, quando marcou 8 pontos na derrota do Celtics para o Nuggets.

Prevendo sua dispensa, Mickey havia solicitado, recentemente, ao Celtics que não o colocasse em seu elenco para a disputa das Ligas de Verão. Essa decisão gerou espanto nos bastidores da NBA, tendo em vista que o jogador poderia ter utilizado a Summer League como plataforma para chamar atenção de alguma outra equipe em seus serviços.

A dispensa de Mickey, ainda, pode possibilitar que o Celtics assine, oficialmente, com seu prospecto Guerschon Yabusele, recrutado pela franquia com a 16ª escolha-geral do 2016 NBA Draft.

Por fim, antes de assinar com Hayward, o presidente de operações de Boston, Danny Ainge, precisa decidir o destino de Demetrius Jackson, cujo contrato valorado em US$ 1.38 milhão tornar-se-á integralmente garantido (por ora, apenas 650 mil dólares são garantidos) à 0h de logo mais.

Rômulo Portugal
Rômulo Portugal

Rômulo é carioca, advogado, e fã de futebol, NBA e NFL. Acompanha o Celtics desde 2003. Seu fanatismo pelo maior campeão da NBA o fez torcer para os demais times de Boston. Como bom carioca, é Vascaíno. Tem Paul Pierce como primeiro e grande ídolo na NBA.

7 Comentários

  1. Pablo disse:

    Agora sim limpeza geral no elenco . Rumo ao titulo @@@@@@

    0

    0
  2. Rômulo Portugal disse:

    O que dizer desse Hayward, hein?

    Nem apresentado foi, e já tá fazendo o Celtics se livrar de Mickey, Zeller, Jackson..

    Ídolo!

    0

    0
  3. Monstro Hayward, nem precisa jogar pra entrar no Hall Of Fame dos Celtics. Fez mais sem jogar do que todos esses (tirando o Bradley) que foram embora.

    0

    0
  4. phabio passos disse:

    BEM O PROXIMO A SAIR É O JACKSON…… RENOVAMOS O CONTRATO DE NADER PRO 6MIL POR 4 ANOS…..,

    0

    0
  5. JailtonSV disse:

    Lamentável que ele não tenha conseguido destacar-se em uma equipe que possuía um garrafão tão ruim.

    É normal que o Celtics precise limpar a folha para acomodar o salário do Hayward.
    Porém não pude deixar de pensar em o que o Celtics teria que fazer caso a vinda de Hayward, fosse somada a uma trade pelo Paul George como era pretendido inicialmente. Existiria a possibilidade de acomodarmos estes salários ou as notícias eram falaciosas?

    0

    0
    • Rômulo Portugal disse:

      Jailson, seria algo parecido com o que estamos vendo.

      O Bradley, ao invés de ir para Detroit, iria para Indiana, assim como Jae Crowder (possivelmente) e umas picks.

      0

      0
  6. Fernando C Silva disse:

    Não sou especialista em contratos da NBA, mas creio que, se PG viesse, a administração pagaria a taxa de luxo e ponto.

    0

    0

Deixe um comentário