05

julho

2016

19

Comentários

Kevin Durant frustra o Celtics e vai para o Warriors

Depois de alguns dias de reuniões, discussões, boatos e apreensão em todo o planeta, o ala Kevin Durant, do Oklahoma City Thunder, anunciou o seu destino na manhã de segunda-feira (4), com um texto no site The Players’ Tribune. Agente livre e na mira do Boston Celtics, com quem se reuniu no último sábado (2), Durant confirmou a saída do Thunder, mas a escolha da nova equipe foi surpreendente: na temporada 2016/2017 da NBA, o camisa 35 defenderá o Golden State Warriors, atual vice-campeão da liga e carrasco de Oklahoma City na última decisão da Conferência Oeste.

“Estou em um ponto na minha vida no qual encontrar uma oportunidade que incentiva minha evolução como homem é importante. Isso significa sair da minha zona de conforto e me mudar para uma nova cidade e uma nova comunidade, que oferecem a maior oportunidade para minha contribuição como jogador e crescimento pessoal. Com isto em mente, eu decidi que eu vou me juntar ao Golden State Warriors”, disse Kevin Durant, que assinou contrato de US$ 54,3 milhões por dois anos, sendo que o último ano do acordo só será cumprido se o ala quiser.

A decisão de Kevin Durant foi uma ducha de água fria no Boston Celtics, já que o ala era considerado o grande nome para conduzir o Alviverde de Massachusetts ao 18º título. Na negociação, o Celtics apresentou vários trunfos: o espaço na folha salarial, que permitiria um contrato máximo a Durant, a paixão e mobilização dos torcedores de Boston, incluindo ídolos de outros esportes, como Tom Brady, David Ortiz e Julian Edelman, a possibilidade de brigar pelo título em todos os anos de contrato, com um time jovem e talentoso, e a contratação do pivô Al Horford, destaque do Atlanta Hawks e amigo do ex-ala do Thunder. Apesar dos atrativos e da insistência, o Celtics não teve êxito na missão.

A torcida do Boston Celtics, obviamente, ficou frustrada com a decisão de Kevin Durant, mas a franquia segue em condições de fazer uma grande negociação e qualificar ainda mais o elenco, que já ganhou muita força com a contratação de Al Horford. Nos próximos dias, o GM celta Danny Ainge deve reforçar o elenco com peças pontuais e resolver a situação dos celtas que se tornaram agentes livres, como Jonas Jerebko, Jared Sullinger e Tyler Zeller. Trocas com outras franquias também não estão descartadas. Durant finalizaria a reconstrução celta, mas essa negociação frustrada não atrapalha o processo, que segue a todo vapor. Aguardemos os próximos capítulos.