Lakers 101 x 92 Celtics

Se ainda existia alguma dúvida entre os torcedores sobre a dificuldade que está sendo a temporada de 2013/2014 para o Boston Celtics, o confronto realizado nas primeiras horas deste sábado (22) deixou a resposta definitiva. No maior clássico da NBA, diante do rival Los Angeles Lakers, o Alviverde fez uma partida regular até o terceiro período, mas acabou permitindo a reação dos anfitriões nos 12 minutos finais e acabou sofrendo uma derrota por 101 a 92 no Staples Center.

Recém-chegados ao time angelino, os ala-armadores Kent Bazemore e MarShon Brooks lideraram o Lakers a uma improvável reação no último período e fizeram juntos 29 pontos. Pau Gasol, Jodie Meeks e Chris Kaman foram os cestinhas de LA, com 16 pontos cada. No Celtics, Jeff Green contribuiu com 21 pontos e Jared Sullinger registrou mais um duplo-duplo (12 pontos e 12 rebotes).

A vitória no clássico quebrou duas marcas indigestas em Los Angeles: o Lakers retornou ao caminho dos triunfos após quatro derrotas seguidas e também voltou a vencer diante de sua torcida, o que não ocorria desde o dia 3 de janeiro. Enquanto isso, o Celtics complicou-se de vez na temporada: com 37 derrotas em 56 jogos disputados, a franquia de Massachusetts vai confirmando cada dia mais a sua eliminação antes dos playoffs.

Com o alívio por ter batido o rival, a equipe do Lakers volta a jogar no domingo (23), quando receberá o Brooklyn Nets em seu Staples Center. Já o Celtics terá pouco tempo para arrumar a casa e já volta a jogar neste sábado (22), contra o Sacramento Kings, em seu penúltimo duelo na série contra equipes da conferência Oeste.

O jogo

Como todo grande clássico que se preza, Celtics e Lakers iniciaram o duelo em Los Angeles com todo o gás. Enquanto os mandantes apostavam em Pau Gasol, surpresa de última hora na escalação, os Alviverdes contaram com a mão precisa de Jeff Green, responsável pelos primeiros 11 pontos da equipe na partida. Além do camisa 8, o Celtics contou com a liderança de Rajon Rondo para fazer uma boa atuação na quadra de ataque e vencer por 28 a 19.

Apesar do bom final de Q1 celta, o Lakers entrou no segundo período mais atento e teve na dupla de reservas Kaman / Bazemore os seus principais destaques. Diante da reação do rival, Brad Stevens retornou com alguns titulares, que pontuaram bem e não permitiram que o time de Los Angeles chegasse ao empate. Apesar do erro de Rondo no último lance, os celtas foram para o intervalo com a vantagem.

O intervalo não reduziu a vontade de vencer das duas franquias, que voltaram para o terceiro período pontuando bem e dispostos a realizar seu melhor jogo. Mais organizado em quadra, o Celtics teve em Brandon Bass o seu líder neste período: com 10 pontos e cinco rebotes, o ala-pivô foi importantíssimo para que o time verde abrisse uma boa diferença para o período final.

Com um quinteto praticamente reserva, exceto pela presença de Jeff Green, o Celtics foi para os 12 minutos finais com uma boa vantagem, maior organização e na expectativa de definir o jogo. Porém, brilhou a estrela de um velho conhecido: MarShon Brooks. Ex-atleta do Celtics, o ala-armador apareceu bem com oito pontos em três minutos, o suficiente para empatar a partida e incendiar o Staples Center. Assustado, o Celtics parou de jogar e viu uma atuação impecável do rival, que abriu vantagem e tomou conta do jogo. Bass e Rondo, destaques celtas, foram insistentes na reação, mas não deu: com expressivos 38 a 18 no período, o Lakers terminou o jogo com uma importante vitória e confirmou uma temporada sem derrotas diante do maior rival.

Destaques do Lakers

Chris Kaman (16 pontos e oito rebotes)

Pau Gasol (16 pontos e sete rebotes)

Jordan Hill (10 pontos, 12 rebotes e três tocos / duplo-duplo)

Destaques do Celtics

Jeff Green (21 pontos e três rebotes)

Brandon Bass (20 pontos e oito rebotes)

Jared Sullinger (12 pontos e 12 rebotes / duplo-duplo)

Gustavo Arruda
Gustavo Arruda
Gustavo, 25 anos, é maranhense de São Luís, estudante de Jornalismo, repórter esportivo do Imirante.com e colaborador do Futebol Maranhão. Fanático por esportes, principalmente futebol e basquete, é torcedor celta desde 2003, quando ouviu pela primeira vez o TD Garden lotado entoando "Let's go, Celtics!", e escreve no Celtics Brasil desde julho de 2011. Nas horas vagas, é goleiro, armador, consumidor de danone, tio do João Gabriel e dá seus pitacos sobre o maior campeão da NBA no Twitter: @gustavoarruda01.

17 Comentários

  1. Bruno Lages disse:

    Tank efetuado com sucesso !!

    • luiz eduardo disse:

      é isso aí, demos uma vitoria a um concorrente direto, mas ontem… não vou mentir, torci muito pra gente ganhar, mas tem o consolo de pensar que foi bom pelo lado do tank

  2. Gabriel Fernandes disse:

    Concorrente direto? Haha’ Lakers é de outra conferencia e divisão amigo!

  3. Rodolfo disse:

    E ae freguesia, na bosta que nós estamos, ainda ganhamos de vocês ! ! ! ! CHUPA CHUPA CHUPA, time cor de vômito!

  4. Doc Rivers disse:

    Celtics só ganhava do lakers na década de 60 depois o Lakers so meteu o ferro no Boston !!

    • Jean disse:

      Isso ai… gogo Lakers rumo ao Anel de campeão de 2014!! kk

    • Bruno Ferronato disse:

      Só meteu o ferro? Só vejo um título recente do Lakers em cima do Celtics, ou será que vcs ficam computando temporada regular tbm? Aliás também teve um recente do Celtics em cima do Lakers, onde ficou registrada a maior diferença de pontos da história de um jogo decisivo.
      Mas é típico de torcedor modinha isso de desmerecer a história, me surpreenderia se fosse o contrário.

    • Renato Lgb disse:

      E Sr. Doc Rivers, não se controlou né??
      Só um palhaço ou uma criança igual a vc não percebia que vc torcia pra outro time e queria se passar por um Celta…
      A adolescência é foda amigo, mas fica tranquilo que jaja passa…
      Respeita teu time rapaz…

  5. rafael taborda disse:

    rsrsrs pelo jeito temos torcedores perdedores Lakernianos aqui rsrsr

    vocês são Comédias…

  6. Paulo Kulsar disse:

    Esses Fakers não entendem nada de Draft… Se perguntar o que é Tank, vão dizer que é “passar por cima” do adversário…

  7. Gabriel Fernandes disse:

    O mais legal é os torcedores dos lakers virem aqui e falar um monte de merda haha’ querem ser zuado mesmo. Eles amam o nosso time… Mulambada se liga em uma coisa. Vcs são fregueses em títulos, temporada regular, playoffs, em jogos diretos… A porra toda. Então fiquem quietinhos pq vcs são muito fracos na boa!

  8. […] quatro derrotas fora de casa, incluindo aí uma surpreendente derrota para o rival Los Angeles Lakers no Staples Center, complicaram ainda mais as chances do Celtics de seguir com chances de classificação para os […]

Deixe um comentário