Lakers 118 x 111 Celtics

Muitos dizem que torcer por uma equipe esportiva é um trabalho em tempo integral. Para o torcedor do Boston Celtics, não é exagero dizer que as dificuldades são dobradas. Afinal de contas, em um mesmo clássico histórico contra o Los Angeles Lakers, disputado na noite deste domingo (22), o maior campeão da história da NBA foi da euforia por uma cesta heroica no último período de jogo, quando tudo parecia perdido, a uma frustração pelas irregularidades na prorrogação. De qualquer modo, a franquia verde e branca deixou o Staples Center derrotado por 118 a 111.

Com um quinteto bastante irregular, a franquia de Los Angeles teve que apelar para a força de seu banco de reservas. O questionado armador Jeremy Lin relembrou os bons tempos de New York Knicks e foi decisivo para a vitória dos angelinos, anotando 25 pontos e distribuindo seis assistências. Também entre os suplentes, Wesley Johnson marcou 22 pontos e Nick Young contribuiu com 19 pontos.

Estreante da noite, o armador Isaiah Thomas foi o grande símbolo celta. Apesar de terminar o jogo com uma boa impressão e 21 pontos, o camisa 4 foi expulso após uma falta de ataque muito controversa, que gerou bastante indignação da torcida alviverde. O ala Jae Crowder fez a melhor partida na carreira, com 22 pontos e sete rebotes, enquanto Avery Bradley marcou 20 pontos, com destaque para a cesta importantíssima no fim do jogo. Evan Turner terminou a partida com um duplo-duplo (12 pontos e 12 assistências), mas foi criticado pelos erros em momentos decisivos.

A vitória no clássico, além de dar moral, ajudou o Lakers a interromper uma incômoda série de sete derrotas consecutivas. Com 14 vitórias em 55 duelos, a franquia amarela tem a quarta pior campanha da temporada e está na penúltima posição da Conferência Oeste. O Boston Celtics, que ainda não venceu depois do All-Star Game, segue com chances de classificação para os playoffs da Conferência Leste, com 37,7% de aproveitamento, mas viu a distância para o oitavo colocado Brooklyn Nets aumentar.

Destaques do Lakers

Jeremy Lin (25 pontos e seis assistências)

Wesley Johnson (22 pontos e cinco rebotes)

Nick Young (19 pontos e um rebote)

Destaques do Celtics

Jae Crowder (22 pontos e sete rebotes)

Isaiah Thomas (21 pontos e cinco rebotes)

Avery Bradley (20 pontos e cinco rebotes)

Gustavo Arruda
Gustavo Arruda
Gustavo, 25 anos, é maranhense de São Luís, estudante de Jornalismo, repórter esportivo do Imirante.com e colaborador do Futebol Maranhão. Fanático por esportes, principalmente futebol e basquete, é torcedor celta desde 2003, quando ouviu pela primeira vez o TD Garden lotado entoando "Let's go, Celtics!", e escreve no Celtics Brasil desde julho de 2011. Nas horas vagas, é goleiro, armador, consumidor de danone, tio do João Gabriel e dá seus pitacos sobre o maior campeão da NBA no Twitter: @gustavoarruda01.

4 Comentários

  1. Daniel Emiliano disse:

    Juiz Ladrão….tudo que tenho a dizer…rs

  2. Fábio Malet disse:

    Gostava MUITO do Crowder no Mavericks (muito me ajudou em fantasies por aí) e é um cara que vejo com um ótimo futuro. Ele é um excelente defensor e tem um bom arremesso e que vem melhorando muito com a ajuda do Brad Stevens. Ontem foi perfeito na linha do lance livre e tendo que cobrar lances livres de muita pressão no final do jogo. Além disso, mostrou-se muito versátil podendo jogar tanto na 3 como na 4, e quebrando um baita galho para um time sem Olynyk e Sullinger. Mais uma ótima aquisição para o futuro e que pode ajudar muito.

  3. Leonardo disse:

    Também não gostei da arbitragem ontem, algumas faltas que o Celtics fez não foram e sem contar as faltas de ataque

  4. […] de deixar uma boa impressão em sua estreia no clássico contra o Los Angeles Lakers, apesar da derrota e de uma expulsão bastante contestadas, Isaiah Thomas foi crucial para o […]

Deixe um comentário