Nets 95 x 98 Celtics

Foi sofrido, suado, chorado, decidido apenas no último lance, mas o Boston Celtics conquistou, na noite desta sexta-feira (17), a sua terceira vitória consecutiva na temporada 2016/2017 da NBA. Favorito diante do Brooklyn Nets, equipe de pior campanha na Conferência Leste, o Alviverde não contou com o armador Isaiah Thomas, lesionado, e encontrou muitas dificuldades na quadra de ataque, mas conseguiu frear a empolgação da franquia do Brooklyn e venceu por 98 a 95, em pleno Barclays Center. Foi o terceiro triunfo do Celtics contra o Nets nesta edição da liga.

Sem Isaiah Thomas, o Boston Celtics contou com uma grande atuação do ala Jae Crowder diante do Brooklyn Nets. Com arremessos precisos e muita raça na defesa, o camisa 99 foi o cestinha do Alviverde e registrou um duplo-duplo, com 24 pontos e 12 rebotes. Depois de Crowder, o maior pontuador do Celtics foi o ala-armador Avery Bradley, que fez 16 pontos. O pivô Al Horford, por sua vez, foi peça fundamental no último quarto e também fez uma boa atuação, com 14 pontos, oito rebotes, quatro assistências e quatro tocos em 28 minutos. Substituto de Thomas, o armador Marcus Smart fez 12 pontos, enquanto o ala-armador Gerald Green, que saiu do banco de reservas, contribuiu com 11 pontos.

Na equipe do Brooklyn Nets, o cestinha foi o pivô Robin Lopez, que anotou 23 pontos e pegou cinco rebotes em 31 minutos. O principal auxiliar de Lopez foi o ala-armador Randy Foye, com 14 pontos. Titulares, o armador Jeremy Lin e o ala Rondae Hollis-Jefferson anotaram 10 pontos cada, mesma marca do ala Quincy Acy, que começou a partida entre os reservas.

Com 44 vitórias em 69 partidas e 63,8% de aproveitamento, o Boston Celtics permanece na segunda posição da Conferência Leste. O Alviverde tem uma vitória a menos e dois jogos a mais que o líder Cleveland Cavaliers. Já o Brooklyn Nets, com 55 derrotas em 68 jogos, continua com a pior campanha da temporada 2016/2017 da NBA.

Depois de enfrentar o Nets no Brooklyn, o Boston Celtics fará mais um compromisso fora de casa na tarde deste domingo (19), quando encara o Philadelphia 76ers. A partida entre 76ers e Celtics começa às 14h (horário de Brasília) e será disputada no Wells Fargo Center. Também neste domingo, o Brooklyn Nets recebe o Dallas Mavericks no Barclays Center.

Destaques do Nets

Brook Lopez (23 pontos e cinco rebotes)

Randy Foye (14 pontos, um rebote e um toco)

Jeremy Lin (10 pontos, sete rebotes e seis assistências)

Destaques do Celtics

Jae Crowder (24 pontos e 12 rebotes / duplo-duplo)

Avery Bradley (16 pontos e cinco rebotes)

Al Horford (14 pontos, oito rebotes, quatro assistências e quatro tocos)

Gustavo Arruda
Gustavo Arruda
Gustavo, 25 anos, é maranhense de São Luís, estudante de Jornalismo, repórter esportivo do Imirante.com e colaborador do Futebol Maranhão. Fanático por esportes, principalmente futebol e basquete, é torcedor celta desde 2003, quando ouviu pela primeira vez o TD Garden lotado entoando "Let's go, Celtics!", e escreve no Celtics Brasil desde julho de 2011. Nas horas vagas, é goleiro, armador, consumidor de danone, tio do João Gabriel e dá seus pitacos sobre o maior campeão da NBA no Twitter: @gustavoarruda01.

8 Comentários

  1. Renato TD disse:

    O pior é que o Nets deu uma melhorada nos últimos jogos e o Lakers está tankando na cara dura. A diferença entre eles se não me engano são 7 jogos e faltam 14 jogos.Tomara que não alcancem os Nets.

  2. Barros disse:

    Acho que o Lakers não alcança o Nets, o Nets ganhou da baba do Knicks duas vezes seguidas, agora ele começa a pegar jogos difíceis. Enquanto ao jogo, esperava um jogo difícil, Nets vai sempre querer ganhar do Celtics, por tudo que “fizemos” e ainda sem o Thomas, mas depois de muitas cornetadas o Crowder resolveu aparecer e foi o homem do jogo.

  3. Lucas Oliveira disse:

    Mas precisa mais do que um jogo contra o pior time do campeonato para o Crowder “responder” a qualquer pessoa, como tava um comentário no outro tópico.
    Isso ofensivamente, já que a defesa dele nunca deixou de funcionar e eu confio na melhora dele porque é um ótimo jogador, mas precisa de regularidade.
    Acho muito engraçado em com clunch o Smart é, amassou o aro a partida toda e irritou até o maior fã dele, mas quando chega na hora h ele resolve.
    Decepção foi com os calouros que saíram sem pontuar e bem apáticos na partida, aliás não fosse Green e Olynyk a segunda unidade teria sido nula.

  4. 3 4 Vinícius disse:

    Eu achei essa nova regata do Celtics muito show!

  5. Álvaro disse:

    Nosso Boston precisa de um pivo cincão reboteiro urgente.

  6. Barros disse:

    OFF

    Vendo esse Griffin jogar o fino do Basket, é bonito demais! O cara joga dos dois lados da quadra, na offseason temos que ir com tudo pra cima dele cara.

  7. Lucas Oliveira disse:

    Off 2

    Sou ainda mais fã do Monroe depois do empurrão que ele deu no bobão do Nick Young que ficou brabinho depois do tocasso que leveu!

  8. Carlos Gadelha disse:

    Nossa maior deficiência é a posição 4 e não a 3.

Deixe um comentário