A oportuna paciência de Danny Ainge no Mercado de Transferências

Muito se fala sobre a falta de atividade do Boston Celtics na última Trade Deadline. Reclama-se que o Celtics não apresentou nenhum reforço visando aos playoffs desta temporada, e, em contrapartida, os adversários diretos de Boston na Conferência Leste reforçaram-se com bons nomes. Tudo isso é verdade. Mas por que isso aconteceu? Danny Ainge não quer ser mais competitivo? É claro que não! E explicarei o porquê nas próximas linhas.

Ainda antes do fervor da Trade Deadline, em momento que precedia até o All-Star Weekend, Danny Ainge deu entrevista esclarecedora à Rádio 98,5 The Sports Hub’s Toucher & Rich, na manhã do dia 16 de fevereiro. Nela, esclareceu seus planos para os dias que viriam e sua paciência em esperar pelo negócio certo, que fosse um jogador de grande impacto (o que o mesmo classifica como ‘peixe grande’) e que mantivesse a equipe competitiva em longo prazo.

“Eu estou certamente ciente de toda nossa competição em torno da Conferência Leste. Não é uma falta de desejo de querer fazer uma troca, mas como uma organização, nós temos prioridades e um plano. Nós não estamos procurando por ‘Band-Aids’ (‘tapa-buracos’) e nós não estamos procurando desistir de alvos futuros. Estamos tentando construir algo mais sustentável do que um ‘jogador de aluguel’.”, esclareceu Ainge.

Danny Ainge já presumia os movimentos de mercado que viriam a acontecer. Quando fala em ‘jogador de aluguel’, Ainge apontava para atletas com contrato expirante, que ficariam três meses na equipe do Celtics e em seguida testariam o mercado (por exemplo, Serge Ibaka e PJ Tucker). Já os tais ‘tapa-buracos’ referem-se a jogadores que resolveriam os problemas do Celtics na temporada atual, mas que atrapalhariam a flexibilidade salarial da franquia no futuro (caso de Tyson Chandler).

Exatamente uma semana depois destas declarações, no último dia para trocas da NBA, o Celtics acabou não fazendo nenhum movimento no mercado, mantendo o elenco atual e todos seus ativos. Obviamente, a torcida de Boston ficou enfurecida e decepcionada com a não chegada de nomes que resolvessem os grandes problemas do time atual do Celtics. Mas com todas as informações sendo apuradas, e os mistérios das especulações sendo resolvidos, mais uma vez os fatos acabaram dando razão a Danny Ainge.

Ainda na mesma entrevista, Ainge explanou a respeito dos rebotes e da defesa de garrafão da equipe, os grandes problemas do Boston Celtics na temporada, mostrando que os defeitos de Boston, de que tanto os torcedores reclamam, não passam despercebidos pelo chairman. No entanto, Ainge também explicou que não ter um bigman reboteiro faz parte da estratégia de jogo ofensiva comandada pelo treinador do Celtics, Brad Stevens.

“Falamos sobre isso antes da temporada começar que nossa maior fraqueza é o rebote defensivo. Por isso que em muitos jogos vemos nossos guards pegar muito rebotes, porque não é um foco do time. Mas, é também nossa maior qualidade jogar com jogadores mais habilidosos. Quando temos Kelly Olynyk e Al Horford na quadra, e a quadra está espaçada para o Isaiah (Thomas) e temos arremessadores de três pontos nas posições de garrafão, é por isso que Isaiah está tendo uma grande temporada e estamos marcando muitos pontos nesta temporada. Nós não podemos colocar um reboteiro que não saiba chutar na quadra, porque isso pode ajudar nos rebotes defensivos, mas vai nos custar na nossa maior força ofensiva. Sabemos nossas fraquezas. Gostaríamos de ter um protetor de aro e reboteiro. Ao mesmo tempo, gostamos de ter jogadores de garrafão habilidosos para jogar ao redor de nossos guards.”, explanou Danny Ainge.

Outro fator que conta contra o Boston Celtics é a fama de bom negociador que Danny Ainge criou ao redor da liga. Como já dito em matéria do Celtics Brasil, baseado em declaração do Gerente Geral do Houston Rockets, Daryl Morey, reportado pelo Boston Globe, em evento do setor de Economia e Negócios do MIT, uma das mais conceituadas Universidades do mundo no ramo, Ainge foi considerado o melhor negociador da NBA. Além disso, os muitos ativos que o Celtics possui fazem com que cresçam os olhos das demais franquias da liga.

“Todos sabem os ativos que temos e os jovens jogadores que temos. Em qualquer negociação que temos, o preço é altíssimo por conta do que temos em banco. Este é o desafio que estamos enfrentando e estamos tentando nos manter no nosso planejamento. Temos mais interesse em conseguir um jogador que mude o patamar da equipe em curto e longo prazos, do que contratar alguém que jogará apenas os últimos 25 jogos da temporada.”, completou Ainge.

O Celtics focou suas tratativas nos “peixes grandes” Jimmy Butler e Paul George, mas Bulls e Pacers foram irredutíveis em suas pedidas altas (escolhas de primeira rodada do Nets em 2017 e 2018, Jaylen Brown, Marcus Smart, Avery Bradley e Jae Crowder estariam nos pacotes pedidos pelas equipes). Aceitar algum destes negócios destruiria tudo o que fora construído até então, e colocaria os dois em um elenco deserto, sem tantas opções, o que faria com que o Celtics até regredisse em desempenho.

Dos “jogadores de aluguel”, o Celtics tentou tanto Serge Ibaka, quanto PJ Tucker, antes dos mesmos se acertaram com o Raptors. O Celtics chegou a ter uma proposta aceita pelo Orlando Magic (Terry Rozier e uma escolha de primeira rodada do Celtics em 2018), mas a falta de um comprometimento de Ibaka em renovar seu contrato com o Celtics na próxima offseason fez com que Boston recuasse no negócio. Também pudera, perder dois ativos interessantes para receber um jogador que ficaria apenas três meses na equipe, não tornaria o Celtics favorito ao título, e em junho testaria o mercado de agentes livres? Corretíssima recusa de Ainge.

O caso de Tucker é mais curioso. Apesar de fechar por um pacote mais modesto com o Raptors, o Suns exigia muito mais do Celtics (diz-se que o Suns exigia uma escolha de primeira rodada e Ante Zizic). E o GM do Suns manteve-se firme em sua alta pedida, até que o Celtics perdeu a paciência e encerrou negociações. Ao que tudo indica, o Suns queria “vingar-se” da negociação por Isaiah Thomas e não aceitaria negociar Tucker se não fosse por um “roubo”. Ou seja, vendo que Tucker tinha outros interessados, o capricho do GM do Suns falou mais alto, e ele quis passar a perna em Ainge para poder virar capa de jornal. Não conseguiu.

O Celtics ainda tentou negociar com Andrew Bogut e Terrence Jones, após ambos serem dispensados por suas equipes e tornarem-se Agente Livres Irrestritos. No caso de Bogut, ele chegou a ter uma boa conversa em reunião com Ainge e marcou uma outra conversa informal com Brad Stevens. Além disso, ele comunicou-se com alguns jogadores do Celtics, para investigar como se encaixaria no vestiários da equipe. No entanto, Bogut acabou por escolher o atual campeão, favoritíssimo ao título do Leste, e favorito ao título, Cleveland Cavaliers.

O caso de Jones, por outro lado, é um que exemplifica o termo ‘tapa-buraco’ usado por Danny Ainge em sua entrevista transcrita anteriormente. Jones é um ótimo ala-pivô, que espaça a quadra, defende com excelência, ótimo reboteiro e que seria um ótimo encaixe no elenco atual. No entanto, Jones exigia um acordo mais longo com o Celtics, o que comprometeria a flexibilidade financeira da equipe para a próxima temporada. Desta forma, não houve acerto entre as partes.

No fim das contas, Ainge foi perfeito em todas suas negativas nesta Trade Deadline, já que, em todos os cenários postos, o Celtics regrediria alguns degraus em sua reconstrução. Ainge manteve os ativos, os jovens jogadores, os ótimos contratos e a flexibilidade salarial que o Celtics possui. Todas as fichas de Ainge parecem estar guardadas para a próxima temporada.

Na offseason de 2017, o Celtics possui 6 contratos expirantes que totalizam quase 30 milhões de dólares. Com esse valor, um Agente Livre All-Star (Durant, Griffin, Hayward, Millsap…) pode ser adicionado ao elenco da equipe. Além disso, o Celtics possui uma altíssima escolha na primeira rodada do Draft 2017, em uma das melhores classes de recrutamento da história, e possui, também, três outros jovens jogadores ganhando experiência ao redor do mundo (Ante Zizic, Guerschon Yabusele e Abdel Nader), e que podem ser assinados após o elenco completado e com a equipe acima do teto salarial da liga, por conta da Rookie Exception.

Falta a nós, torcedores, um pouco da paciência que sobra a Danny Ainge. O futuro desenha-se brilhante a cada dia que passa. Basta ter paciência para apreciar a equipe competitiva, de longa data, que Ainge vislumbra para o futuro.

Fábio Malet
Fábio Malet
Gaúcho de Porto Alegre, bacharel em Ciência da Computação e analista de sistemas. Apaixonado por esportes, tem o jornalismo como um hobby, e, pretende, futuramente, fazer pós-graduação na área. Acompanha NBA desde o começo de 2007 e, pé-quente, viu seu Boston Celtics ser campeão na primeira temporada inteira que assistiu. Torce também para Grêmio, Tottenham Hotspur, Green Bay Packers, e por conta da afinidade com Boston, tornou-se fã de Bruins e Red Sox.

35 Comentários

  1. Sander disse:

    Eu tinha falado sobre isso, mas alguns acharam errado. O Ainge teve paciência, sangue frio e inteligência para não fazer as trocas.
    Como ele mesmo já disse: “As vezes o melhor negócio, é não fazer negócio.” Os torcedores não tem a competência para estar no lugar do cara, mas movidos pela emoção xingam o cara com todas as forças.
    Raptors e Wizards podem ter se reforçado, mas não vão ganhar nada, visto que os Cavs são infinitamente superiores.
    Dos que estavam disponíveis para trocas, o único que seria titular e elevaria o nosso nível é o Ibaka, o restante seria para completar elenco.

    O tank está sendo tão bem feito, que muitos acham que já terminou e temos que disputar o título de imediato, mas digo que só na próxima temporada daremos o “início do fim”do tank. Então galera, vamos ser pacientes, pois, vamos fortes na FA, provavelmente teremos um Fultz no nosso elenco, Zizic e Yabusele são promissores…

    Alguns jogadores não voltam na próxima temporada, são eles: Amor, Jerebko, Zeller, Young, Mickey, Green e talvez Olynyk.

    0

    0
  2. Sander disse:

    E para completar: Fábio, parabéns pelo texto!!
    Foi perfeito!

    0

    0
  3. Jefferson Pires disse:

    Temos um time com uma lacuna muito grande, a posição de C ou PF, depende de como coloca o Horford para jogar, a posição de SF o Crowder está se saindo muito bem, principalmente pelo salário, então não é algo tão urgente para contratar alguém que tire minutos do Jaylen ou Rozier, caso o Jaylen seja deslocado para SG.
    O pessoal esquece que estamos indo muito bem para um time em reconstrução, estamos em segundo na conferência, com bons jovens no elenco, um com potencial de ser estrela (Jaylen), Smart que é um cão de guarda como poucos e não foge dá luta independente quem esteja marcando e tem evoluído muito na condução de bola e tomada de decisões, ou seja, estamos muito bem e vamos continuar evoluindo no decorrer das partidas, na próxima sessão teremos um bom espaço no CAP e muitos jogadores para compor elenco caso venha uma ou duas grandes estrelas.
    Desde o início das temporada sabíamos que nosso limite seria uma semi final de conferência no máximo a final, e agora com o sucesso do time o pessoal quer sair atropelando o planejamento e perder vários ativos e jogadores para nós levar ao mesmo lugar que tinha sido planejado.

    0

    0
  4. PHABIO PASSOS disse:

    E ESSA HISTORIA DE SULLINGER VIM, SERA QUE VEM?E TEM AQUELE JOGADOR DO KINGS QUE FOI DISPENSADO,ACHO UM POUCO MELHOR QUE YOUNG,SERA DAR UMA MELHORADA NO BANCO…..

    0

    0
    • Lucas Oliveira disse:

      Phabio, acho difícil o Sullinger voltar sem garantia de renovação de contrato para o ano que vem. Sendo assim acho muito difícil ter negócio, já que ano que vem precisamos de espaço para o Zizic é quem sabe o Yabusale.

      0

      0
  5. Chiovato disse:

    Não acrescento nada ao texto, resume o que Ainge deduziu e o que muitos precisamos entender, aceitar e até alegrar em ver alguém que planeja pelo Celtics!

    Imagina acrescentar Griffin colocando-o na posição 4! Ou talvez adicionar Hayward e jogar na small ball… teríamos um time titular fortíssimo e completo. Além de rotação muito boa com o draft!

    Thomas-Bradley-Hayward-Crowder-Horford
    Thomas-Bradley-Crowder-Griffin-Horford

    *times fortes por caraterísticas distintas, só espero que após tudo, Horford atue na 5!!!!!! No garrafão e não longe dele!!! Griffin seria fantástico, mas apostaria mais no Hayward por ver uma negociação mais fácil!

    0

    0
  6. Barros disse:

    Ainda bem Ainge não fez loucura com jogadores grandes. Mas ele pecou em não trazer um jogador ou outro pra compor a rotação e vindo pra somar. TJones era o meu favorito.

    0

    0
    • Robson disse:

      Penso exatamente igual.
      Não vou dizer que Ainge errou (seria muita pretensão), mas eu toparia um contrato mais longo com o T. Jones. Gosto muito do jogo dele, penso que encaixaria perfeitamente em nosso time, seria um claro up em relação a Amir, KO e Jerebko.
      Quem fez besteira foi o Pelicans em liberá-lo. Há um mês atrás o cara meteu 36 pts e 11 rebs contra o Cavs, aproveitando 3/4 em bolas de 3 pts.
      Acaba de assinar com o Bucks, só para constar.

      0

      0
      • Barros disse:

        Exatamente, é um jogador novo, que não seria caro. É muito melhor que o Amir e Jerebko nem precisa comentar.

        0

        0
        • Fábio Malet disse:

          Um contrato longo pro Jones sairia caro sim. Como dito no texto, devemos ter 30M pra oferecer a um agente livre. Imaginem que o Ainge concordasse em dar um contrato longo ao T-Jones. Sobraria, assim, 20 e poucos milhões pra barganhar com um All-Star da Agência Livre. Impossível assinar alguém assim. Seria um tiro no próprio pé.

          0

          0
  7. David Pires disse:

    Todos torcemos por um futuro promissor , cheio de sucesso e conquistas , pois o nosso passado é glorioso e tenho a certeza de que o presente e futuro tambem o será. E já ta na hora de abrir mais para os fakers no que a titulo diz respeito. A galera nao se iluda , porque o magic vem cheio de vontade de construir um time forte e ultrupassar a gente em titulos, ele é um cara admirado e respeitado na liga pelos jogadores e nao vai ser surpresa que muito jogador , como paul george ,westbrok , davis, queira e aceite jogar nos fakers pelo cara. Por isso vamo lá celtao , vamo criar e fortalecer a nossa dinastia como o maior time de basket da historia da modalidade. Sangrar verde sempre.

    0

    0
    • David, o próprio Magic falou que o planejamento do Lakers vai demorar.

      Olha os contratos que os caras fizeram (contrato de 18M 4 anos por Deng e 16M 4 anos pro Mozgov. O GM anterior tinha era que ir pra cadeia e não ser demitido).

      Fora isso, o lakers só tem escolha protegida no top3. Se não tankarem PESADO nesse resto de temporada, vão ficar fora da primeira rodada.

      Magic é respeitado, mas isso por si só não vai atrair ngm para jogar lá. O Fabio Bala (do site balanacesta) chegou a comentar que estava normal os melhores jogadores da FA nem cogitaram ouvir proposta de lá.

      O caminho de LA ainda é longo e Magic vai ter um trabalho grande. O nosso já temos uma base bem sólida, só faltando poucas peças pra sermos contender.

      0

      0
  8. David Pires disse:

    O nosso foco tem que ser o reforço para a posiçao 5 e 3 , nao podemos depender de apenas um pontuador, ate porque cada vez mais a defesa adversaria vem sufocando thomas, é fundamental conseguir trazer paul george, butler ou hayward, verdadeiros playmakers, all-stars , iria elevar em muito a nossa qualidade e capacidade ofensiva. Crowder é um baita jogador,evoluiu bastante, mas nao sera com ele titular que vamos encarar a possibilidade de ganhar titulo , é um optimo jogador para ter na rotaçao, defensor de primeira, versatil para ocupar a posiçao 3 ou 4, melhorou imenso o lançamento de 3, quebrou na infiltraçao e mais importante se comporta como um guerreiro celta. Mas para virar contender tem que ter um cara de elite na posiçao 3. No que diz respeito á posiçao 5 , ibaka era o ideal, melhor defensor de aro da liga, reboteiro, bloka e melhorou imenso os seus skills ofensivos com tiros de curta, media e até longa distancia. Mas para o esquema do stevens creio que o milsap era o cara ideal . Talvez okafor , jovem com bastante qualidade ofensiva e capacidade fisica , mas com as lesoes de embid nao me parece que os sixers queiram negociar ele. Para o nosso esquema de jogo Milsap ou okafor eram os ideais para formar dupla com horford. Ansioso por vez Zizic jogar com o manto verde, acredito que surpreenda pela positiva.

    0

    0
  9. Celso Cachali Jr disse:

    Esta corretíssimo estava ansioso por uma troca apena por um big man, George e o Butler nunca foi meu desejo. E não quero Hayward também prefiro deixar o jb evoluir pois acredito muito nele… Pegar um free agent bom tipo Griffin ou milsap são os meus desejos… Com o fultz ou Ball mais os jovens que temos seremos o melhor time por anos… Eu ainda prefiro o milsap do que o Griffin que se machuca muito… E já jogou com o horford pensa milsap e horford juntos de novo.

    0

    0
    • Sander disse:

      Sem contar que ao que parece o Ainge e o Stevens estão criando uma cultura parecida com os Spurs. Ter sempre bons jogadores sem muita badalação, mas extremamente comprometidos com o esquema do treinador.
      Até 2020 teremos muitos ativos(picks), creio que uma leva de estrangeiros ficarão igual o Zizic e Yabusele, vamos draftar e deixar pegando experiência, quando vierem vão somar bastante.
      Vamos ficar no mínimo mais de 10 entre os melhores.

      0

      0
  10. Renato disse:

    Entendo perfeitamente a posição do Ainge em especial nas ofertas pelo Butler e George, mas ainda sim acho que essa equipe poderia ter pego um center, basta lembrar que Nurkic saiu quase de graça, enfim o trabalho está sendo bem feito e nosso grande ano fica para próxima temporada.

    0

    0
  11. Renato Green disse:

    Texto perfeito!

    0

    0
  12. Fernando C Silva disse:

    Fábio parabéns pelo texto.

    Quanto ao mérito das decisões do DA, todas corretas.

    Lamento pelo Jones não ter aceitado ganhar “menos”.

    O salário que iria receber certamente seria bom pois na NBA ninguém é bobo (e DA não seria injusto para ter o atleta insatisfeito) mas Jones queria mais…

    Sobre Ibaka, que afirmou querer viver no Canadá e se mostrou simpático a renovar com os Raptors, DA foi perfeito.

    É a menina bonita que você paquera mas ela prefere outro cara. Reclamar do que?

    O mesmo sobre o Bogut, porém a conduta deste foi mais elegante. Acho que o Bogut pensou mesmo em aceitar a oferta celta. Mas como tem a possibilidade de já ser campeão, preferiu os Cavs. Entendo.

    Eu não flertaria novamente com Ibaka, quanto ao Bogut portas abertas.

    Bulls e Indiana queriam reconstruir às nossas custas.

    Quanto aos Suns, desculpe mas o GM não foi profissional.

    Que culpa tem o DA de ter aproveitado o IT que esta no Suns e o seu técnico preferia outros?

    Se o GM do Suns quer agir contra alguém, o alvo deveria ser o coach que entende de basquete menos que o DA.

    Por fim, é saudável termos a divisão de opiniões aqui no blog.

    A galera que reclama faz bem em expressar suas ideias.

    A todos peço cuidado com as ofensas.

    Estamos todos juntos!!!

    0

    0
  13. David Pires disse:

    Elogio seu comentario fernando. Como em tudo na vida existe caras mais pacientes e outros mais impacientesimpacientes , existe quem exiga ganhar já e discorde do rumo que ainge e stevens estao dando á organizaçao , nao será por isso que sao fakers , e outros que aceitam e concordam com o planejamento e caminho que estamos seguindo , e nao será por isso que sangram mais verde. É certo que vai fazer 10 anos do ultimo titulo , mas tambem é certo que o nosso rebuilding tem vindo a ser elogiado pela maioria dos criticos, comentadores e experts. É optimo entrar neste blog perceber que somos todos celtas e ver as várias e diferentes opinioes que cada um tem , tenho a certeza que é uma alegria para todos constatar o aumento de comentarios no blog nos ultimos tempos e a diversidade de ideias que corre por esse blog. Tenho a certeza que na next season vamos virar contender , do que resta desta vamos continuar a lutar com brio e orgulho , estamos numa optima posiçao e caso a gente chegue a final conferencia sera um resultado lindo. Para já somos todos testemunha que esta equipa tem fome e quer mais, e em relaçao a isso devemos muito a thomas que trouxe consigo para o time esse espirito de guerreiro, competiçao e conquista. Vamo manter essa uniao. Abraço de lisboa.

    0

    0
  14. Ailson disse:

    Quero saber por que nos mocks o boston estaria selecionando PG, já que a prioridade é sf/pf ?

    0

    0
  15. Chiovato disse:

    Porque os PG simplesmente são o melhor da classe e com chances enormes de futuros stars!! Outra porque os mocks pegam a ‘ordem’ de escolha e espelham na ‘ordem’ dos melhores jogadores! Pensando mais além o Celtics pegaria a melhor opção do draft (PG) a quase véspera de renovar com Bradley e Thomas… mas conforme tu disse dos mocks, são espelhados…

    Gente não sei quanto a vocês, MAS eu preferia um cara pra 4 em primeiro lugar, jogando assim Horford pra 5!!! Prefiro mil vezes ele na 5, além de podermos adquirir um Griffin ou Hayward e ir pra small ball com melhores peças no caso do Hayward…… gosto do Millsap, mas Griffin é outro nível e tá na hora dum Star maiúsculo!!

    Só iria no Millsap com a possibilidade de Hayward junto!!!!!! aí seria um pacote excelente!!! Com isso faria trocas pra flexibilizar o banco, trocas por escolhas futuras, mantendo Smart, Brown, Crowder firmes na rotação, além de Olynyk e mais alguns…
    Não abriria mão de tentar Hayward, o cara é muito bom e tal, mas penso muito nele junto ao Stevens… acho que ele seria um cara muito melhor do que é, penso nisso…um pupilo nas mãos daquele que o transformaria! Tentaria baixar ao máximo a pedida, pra daí encaixar tudo, e creio que Stevens persuadiria ele!

    0

    0
    • Rafa Costa disse:

      Exato, concordo contigo!

      Sobre o PG só fico pensando como caíra no elenco, uma vez que temos IT / AB / Smart, JB pode fazer também, mas enfim, não podemos deixar passar…

      Mas acho que devemos realmente investir em um all star para a posição 4, Griffin é o meu favorito tbm, mas Millsap tbm cairia perfeitamente em nosso time, além de já ter um entrosamento com o Horford.

      Pegando o Millsap e um bom SF, e mantendo bons nomes para segunda unidade…..amigo….nao tem para ninguem

      0

      0
    • JailtonSV disse:

      O Celtics dá a entender que está atrás de montar uma equipe com competitividade de médio a longo prazo, apesar de ser muito bom e já conhecer o Horford, Milsap possui 32 anos e se assinaram um longo contrato com o Horford, creio que seu parceiro de garrafão também virá com um contrato longo, será que valeria um contrato de 3 ou 4 anos com Milsap?

      Acredito que Griffin vá ser o mais assediado, se Hayward vier ficarei feliz pois o Stevens conhece o atleta, mas fico pensando o que ocorrerá com Crowder e Brown.

      0

      0
    • JailtonSV disse:

      O Celtics parece querer formar uma equipe que seja competitiva por n anos, por mais que Milsap seja muito bom e já conheça o Horford, ele possui 32 anos, se Horford veio com um contrato longo, tenho a sensação de que seu parceiro de garrafão também terá um contrato de duração razoável. Será que vale a pena um contrato de 3/4 anos com o Milsap?Acho que Griffin será o mais assediado na próxima free agent pelo Celtics.

      Não acompanho muito o Jazz, Hayward é bom defensor? Ele seria um jogador apto a marcar os melhores das sua posição na NBA?

      0

      0
  16. Rafa Costa disse:

    Belo texto, se todos do elenco estiverem saudaveis, iremos longe, e ano que vem, certeza de um ano melhor.

    Por falar em jogador band-aid, Luis Scola virou agente livre, o que acham do experiente hermano para ajudar no garrafão visando playoffs?

    Saudações verdes!

    0

    0
  17. Nívio disse:

    Soa contraditório, mas ter muitos ativos acaba complicando as negociações. Vários bons jogadores foram trocados ‘de graça’ com outras franquias, mas com o Celtics o papo era outro, sempre queriam um pouco mais, e Ainge foi perfeito ao não ceder. Dá pra afirmar com alguma segurança que nenhum reforço colocaria o time em condições de competir com o Cavs e dependendo do movimento comprometeria os próximos anos. Como já disseram por aqui, vamos aproveitar essa temporada. E a próxima tem tudo pra ser melhor.

    0

    0
  18. Barros disse:

    Terrence Jones você é louco! Era meu jogador preferido, Boston ia dar um contrato de 1milhao pro cara, daí ele não quis, pois queria um contrato longo. Resumindo acabou no Bucks, um time que não vai pros offs e ainda recebendo 300mil dólares até o fim da temporada. Tem jogador e agente que eu não entendo.

    0

    0
  19. Oberdan Gonzalez disse:

    Eu acho que o Sully hoje, por já conhecer o esquema do Brad, tem uma relação custo-benefício excelente. Não pensaria duas vezes.

    0

    0
  20. drakes disse:

    Texto do Fabio bem profundo explicita os motivos da inação aparente, mas eu ainda preferia ter visto pelo menos um negócio menor que desse alguma profundidade teórica maior ao banco.

    Até por que o celtics tem muitos ativos que vai ser complicado não perder, tem duas picks segunda rodada que vão sair em posições quase no final (Cleveland e Clippers), ainda Mickey e Young não vejo muito espaço. Zeller até pode se pensar que o contrato dele pode ajudar no dia do draft.

    0

    0

Deixe um comentário