Para melhorar desempenho como visitante, Celtics projeta consistência diante do Cavaliers

Depois de iniciar a decisão da Conferência Leste da NBA com duas vitórias em casa sobre o Cleveland Cavaliers, o Boston Celtics teve três dias de preparação para os dois confrontos consecutivos como visitante diante da franquia de Ohio. Além da oportunidade de encaminhar a vaga na final da NBA, o time verde e branco de Massachusetts quer aproveitar os jogos em Cleveland para melhorar o seu desempenho fora de casa nos playoffs: em cinco partidas, o Celtics venceu apenas o Jogo 3 contra o Philadelphia 76ers, nas semifinais de conferência. Como mandante, o desempenho celta é avassalador, com nove vitórias em nove duelos.

Em entrevista ao repórter Chris Forsberg, da ESPN americana, o ala-armador Jaylen Brown admitiu que os jogos fora de casa causam uma ligeira preocupação para o elenco do Boston Celtics, mas o camisa 7 deixou claro que o Alviverde está focado em busca das vitórias em Cleveland. Além disso, Brown relembrou o grande desempenho do Celtics como visitante na temporada regular: foram 28 vitórias em 41 partidas, melhor marca entre as equipes da Conferência Leste.

“Minha reação é de que mal posso esperar pelo Jogo 3, e vou deixar por isso mesmo. Estamos bastante confiantes, tão confiantes quanto estávamos em casa. Definitivamente, existe uma energia diferente quando estamos fora de casa, uma energia negativa, mas se você faz o que deveria e continua sendo o que é, vai ser a mesma coisa (de estar em casa). Durante a temporada, tentamos manter o nível de consistência, e por isso lideramos o Leste em jogos fora. Agora é hora de respirar, relaxar, ir para a quadra e fazer o que puder”, disse Brown.

Principal nome da rotação do Boston Celtics, o armador Marcus Smart cobrou um melhor desempenho dos reservas fora de casa, principalmente na quadra de ataque. Os questionamentos, entretanto, não preocupam Smart, que acredita em uma evolução do time verde e branco em Cleveland.

“(Fora de casa) Não jogamos bem, e entendemos isso. Entendemos que outras equipes veem isso e tentam explorar, mas essa é a beleza desse jogo. Você nunca sabe o que vai acontecer em um jogo, e as coisas mudam. Nossa confiança é alta. Nós vamos entrar em quadra com um plano de jogo e tentar executá-lo com o melhor de nossa capacidade”, afirmou o camisa 36.

Assim como Marcus Smart, o técnico Brad Stevens também cobrou avanços do Boston Celtics nas partidas fora de casa, mas foi ainda mais crítico. Para o treinador celta, a equipe verde e branca precisa ter maior regularidade e concentração longe do TD Garden, e acredita que esses avanços passam por uma maior comunicação entre os atletas dentro de quadra.

“Nós tivemos bons momentos, mas não fomos tão consistentes quanto precisamos ser para vencer mais. Teremos que estar realmente focados, atentos, consistentes. Você tem que estar se comunicando muito bem em quadra, nossas coberturas mudam com base em quem está na quadra conosco e o que estamos tentando realizar. Nossos jogadores terão que ser bons nisso”, disse Stevens.

De olho nesses avanços como visitante, o Boston Celtics disputa a terceira partida da final do Leste contra o Cleveland Cavaliers na noite deste sábado (19), às 21h30 (horário de Brasília), na Quicken Loans Arena, com transmissão da ESPN para todo o Brasil. Com 2 a 0 na série, o Celtics ainda precisa de mais dois triunfos para eliminar a franquia de Ohio dos playoffs.

Gustavo Arruda
Gustavo Arruda
Gustavo, 26 anos, é maranhense de São Luís, estudante de Jornalismo e repórter esportivo do Imirante.com. Fanático por esportes, principalmente futebol e basquete, é torcedor celta desde 2003, quando ouviu pela primeira vez o TD Garden lotado entoando "Let's go, Celtics!", e escreve no Celtics Brasil desde julho de 2011. Nas horas vagas, é goleiro, armador, consumidor de danone, tio do João Gabriel e dá seus pitacos sobre o maior campeão da NBA no Twitter: @gustavoarruda01.

4 Comentários

  1. Sander disse:

    Amanhã faremos 3 a 0.
    Brown vai ser o cara de novo.

    0

    0
  2. marco_rio5 disse:

    Acho que será um jogo complicado. Cavs virão com tudo para tentar intimidar nossos garotos. Tem que jogar com muita concentração e atenção. Importante uma boa tática para nosso garrafão defensivo. Temos que jogar sem afobação, sem forçar jogadas e arremessos bobos. Smart e Morris gostam de fazer isso. O foco é defesa, marcação e transição rápida. Vamos explorar o cansaço dos caras por serem um time mais velho. Ganhando esse jogo, carimbamos nossa classificação para a final.

    6

    0
  3. Rafa Paiva disse:

    3 a 0 e rumo a varrida histórica!!!! Assim os modinhas e puxa-saco do Lebronha vão pirar!!!!

    2

    0
  4. phabio passos disse:

    Bem unica preocupaçao sao os juizes, que gostam e adoro nos prejudicar, ainda vai querer ajuda lebron, embora ele nao precise de ajuda, mas a NBA E JUIZES gostam de nos roubar….

    3

    1

Deixe um comentário