Perseguido por parte da torcida, Crowder dispara: “Me ame ou me odeie, mas você não vai me derrubar”

“Jae Crowder” e “polêmica”, na mesma frase, já virou rotina. No decorrer desta semana, tivemos mais um episódio dessa saga.

O Boston Celtics, na presente intertemporada, assegurou, por US$ 128 milhões, a aquisição do ala All-Star Gordon Hayward. Dias antes, no 2017 NBA Draft, recrutou o também ala Jayson Tatum, da Universidade de Duke. Por fim, na classe de 2016, usou sua seleção no também ala Jaylen Brown.

Para muitos, a grande quantidade de jogadores aptos a atuarem na posição 3, deve implicar na saída de Crowder. Os adeptos desse entendimento foram até o twitter do camisa 99 de Boston e o deixaram ciente de seus posicionamentos. Em seguida, você já deve saber o que ocorreu: Crowder não ficou quieto e respondeu.

Aos que demonstraram dúvidas acerca de sua importância para o time, Crowder, como resposta, fez uso de um trecho de uma música do rapper Lil Wayne – Love or Hate Me: “Me ame ou me odeie, mas eu juro que isso não vai me ‘fazer’ ou derrubar”.

No mesmo dia, respondeu com um simples “ok” e emojis, ao torcedor que previu que ele terá minutos reduzidos ou será trocado em breve.

Quando Hayward anunciou que levaria seus talentos para Boston, muitos deram o atual titular da ala do Celtics como carta fora do baralho. Contudo, quando Ainge escolheu Avery Bradley para ser negociado, a fim de liberar espaço na folha salarial, esses mesmos torcedores céticos, quanto à permanência de Crowder, passaram a coçar a cabeça, no escopo de encontrar minutos para todos esses jogadores da posição 3.

Em uma primeira leitura, é inevitável pensar que o ala, oriundo da Universidade de Marquette, não terá seu tempo de quadra reduzido, devido às chegadas de Hayward e Tatum.

Entretanto, recentemente, o treinador Brad Stevens declarou que deixara de enxergar as posições de basquete de uma maneira tradicional (armador, ala-armador, ala, ala-pivô e pivô), aderindo à tese de que há apenas três posições, quais sejam: condutor de bola, ala e pivô. Esse posicionamento de Stevens vem a calhar para Crowder, que pode atuar em várias posições e é tido como um defensor acima da média.

Recentemente, ainda houve dúvidas no tocante à forma como Crowder tratará Hayward. Na última temporada, quando os torcedores do Celtics aplaudiram o novo reforço celta, que ainda vestia a camisa do Utah Jazz à época, vimos o ala, de 1,98 metro, envolver-se em diversas polêmicas com sua própria torcida nas redes sociais. Todavia, durante as Ligas de Verão, Isaiah Thomas disse que não acha que tais polêmicas do passado repercutirão no vestiário celta.

Jae Crowder, de 27 anos, obteve as médias de 13.9 pontos e 5.8 rebotes na última temporada e tem contrato com o Celtics até 2019/2020.

Rômulo Portugal
Rômulo Portugal
Rômulo é carioca, advogado, e fã de futebol, NBA e NFL. Acompanha o Celtics desde 2003. Seu fanatismo pelo maior campeão da NBA o fez torcer para os demais times de Boston. Como bom carioca, é Vascaíno. Tem Paul Pierce como primeiro e grande ídolo na NBA.

13 Comentários

  1. Manda esse cara embora! Acha que é o Jordan. Não sabe arremesar uma bola. Amassador de aro! #foracrowder 😡😡😡😡😡😡😡😡😡😡😡

    0

    1
  2. Leo disse:

    Não acho que a torcida devia incitar essas informações ao Crowder, me coloco na posição do atleta que está defendendo o time, e sua própria torcida o reduz, não pode se esquecer que o Crowder joga com muita vontade por nosso time é é um dos guerreiros que trouxe o celtao de volta ao topo!

    1

    0
  3. Neto disse:

    ele é uma boa troca, estão esperando o que ?

    0

    1
  4. Fábio Malet disse:

    Novamente uma não-polêmica tratada como tal. Crowder paga o preço de ser autêntico e interagir com os torcedores, ao invés de ser uma marionete.

    O torcedor que ele respondeu fez uma colocação válida (um dos poucos) de que Crowder teria minutos reduzidos ou seria trocado por conta do elenco do Celtics estar mais forte e com mais opções pra sua posição. Crowder respondeu com um OK irônico e uma cara pensativa, questionando se isso irá acontecer ou não. O que há de mal nisso?

    Logo após, com as incontáveis críticas em forma de xingamento e depreciação, resolveu respondê-las com um verso de uma música, com uma frase motivacional, o que mostra o que sempre mostrou em Boston: é um jogador 100% coração, que dará tudo de si em quadra e suará sangue para levar o Celtics o mais longe que conseguir.

    Deve em técnica? Com certeza. Mas sobra-lhe vontade e motivação em ajudar a equipe.

    Se acha mais do que é? Talvez. Mas a confiança não lhe tira o foco de sempre dar o máximo e de melhorar constantemente.

    Há polêmica com Hayward? Não, nenhuma! Crowder reprovou, na minha opinião corretamente, torcedores que aplaudiam um jogador rival. Eu, pelo menos, vou ao estádio focado 100% em torcer pelo meu time e vaiar o adversário, tendo ou não interesse em algum dos adversários (a menos que seja um ídolo com história na equipe, claro). Não há, portanto, problema de Crowder com Hayward, já que foi algo direcionado às atitudes de alguns torcedores.

    0

    0
    • Fernando C Silva disse:

      Fábio, assino embaixo. Só faço uma observação: a defesa do Crowder caiu bastante na última season.

      1

      0
      • Fábio Malet disse:

        Concordo. Tanto que deixou de ser um “segundo time de defesa moral”. Deveu essa temporada. Mesmo assim, foi um grande elo defensivo e nosso principal reboteiro nos playoffs.

        0

        0
  5. silvio freitas disse:

    Bom jogador .Raçudo . Porém joga menos do que pensa. . Boa moeda de troca

    Silvio Freitas

    1

    0
  6. Marco Ferreira disse:

    Eu sou fã do Crowder, pra mim ele tem o espirito Celta!
    Sei que é uma boa moeda de troca, mas na quadra ele se entrega totalmente. Vai ser uma rotação muito interessante, Crowder irá ajudar na marcação quando Thomas estiver em quadra!

    Let’s Go Celtic’s…

    1

    0
  7. Sander disse:

    Os caras tbm gostam de uma confusão. O cidadão quieto na dele, vão no Twitter dele perturbar e, não querem respostas.

    1

    0
  8. JailtonSV disse:

    Nada demais. Segue o jogo.

    1

    0
  9. digor33 disse:

    Jogador de personalidade e soube vestir bem a camisa verde. Honra a vontade de um celta e quando preciso fora uma peça importante.

    Como torcedor sei reconhecer isso!

    Mas a vida esportiva é assim, pena que muitos não conseguem ver que para um jogador superar as dificuldades e não se deixar influenciar, precisa ser duro e bater de frente com tudo e com todos.

    Gosto da postura dele.

    1

    0
  10. Ele porém o coração em quadra. Porém deixa o talento em casa!

    0

    1
  11. Esquece oq escrevi kkkkkk
    Tava pensando uma coisa de outro jogador e escrevi nessa matéria kkkkkkk

    0

    1

Deixe um comentário