Prévia – Atlanta Hawks (2-8) x Boston Celtics (8-2)

Poucas horas depois de derrotar o Orlando Magic em pleno Amway Center, o Boston Celtics encara, na noite desta segunda-feira (6), o seu segundo back-to-back e o terceiro compromisso seguido como visitante pela temporada 2017/2018 da NBA. Equipe de melhor campanha nesta edição da liga e invicto há oito jogos, o time verde e branco de Massachusetts enfrenta o Atlanta Hawks, que ocupa a última colocação da Conferência Leste após 10 duelos. A partida começa às 22h30 (horário de Brasília) e será disputada na Philips Arena.

Após perder o ala Gordon Hayward para o restante da temporada, por causa de uma grave lesão no tornozelo esquerdo, e ser derrotado nos dois primeiros jogos da competição, o Boston Celtics reagiu de maneira rápida e espetacular. Com uma defesa sólida e um time bem montado pelo técnico Brad Stevens, o Alviverde engatou oito vitórias consecutivas, assumiu a liderança isolada da Conferência Leste e registrou o seu melhor início de temporada desde 2010/2011. Agora, diante do frágil Atlanta Hawks, o Celtics pretende ampliar a sua série invicta, manter a primeira colocação da liga e elevar a confiança para o clássico contra o Los Angeles Lakers, que será nesta quarta-feira (8).

Para o jogo em Atlanta, Brad Stevens fará uma substituição no quinteto titular do Boston Celtics. Após iniciar a partida contra o Orlando Magic, o ala-pivô Marcus Morris será poupado e não enfrentará o Hawks, já que vem de uma lesão no joelho e ainda não está 100%. Dessa forma, o pivô australiano Aron Baynes será titular, enquanto Al Horford será deslocado para a posição de ala-pivô. A única baixa será mesmo Gordon Hayward, que só volta no segundo semestre de 2018.

Vice-campeão da Conferência Leste em 2014/2015, o Atlanta Hawks perdeu todos os titulares daquela campanha histórica, incluindo o agora celta Al Horford, e está iniciando um processo de reconstrução, após marcar presença nos playoffs por 10 temporadas seguidas. Apesar da última colocação, o Hawks chega para o jogo contra o Celtics com o astral elevado, já que vem de uma surpreendente vitória sobre o Cleveland Cavaliers, atual tricampeão do Leste, em plena Quicken Loans Arena.

Apesar da empolgação e do fator casa, o Atlanta Hawks terá uma série de problemas para o jogo diante do Boston Celtics. Lesionados, os alas-pivôs Malcolm Delaney e Ersan Ilyasova foram vetados pelo Departamento Médico, assim como o pivô Miles Plumlee. Para piorar o cenário da franquia da Geórgia, o armador alemão Dennis Schroder e o combo guard Malcolm Delaney estão com dores no tornozelo, e só terão presença confirmada minutos antes do jogo. Caso Schroder não possa atuar, a tendência é que Isaiah Taylor assuma a titularidade na armação.

FICHA TÉCNICA

Local: Philips Arena (Atlanta, GA)

Horário (de Brasília): 22h30

Transmissão: NBA League Pass

ATLANTA HAWKS: Dennis Schroder (Isaiah Taylor), Kent Bazemore, Taurean Prince, Luke Babbitt e Dewayne Dedmon. T: Mike Budenholzer

BOSTON CELTICS: Kyrie Irving, Jaylen Brown, Jayson Tatum, Al Horford e Aron Baynes. T: Brad Stevens

Gustavo Arruda
Gustavo Arruda

Gustavo, 25 anos, é maranhense de São Luís, estudante de Jornalismo e repórter esportivo do Imirante.com. Fanático por esportes, principalmente futebol e basquete, é torcedor celta desde 2003, quando ouviu pela primeira vez o TD Garden lotado entoando “Let’s go, Celtics!”, e escreve no Celtics Brasil desde julho de 2011. Nas horas vagas, é goleiro, armador, consumidor de danone, tio do João Gabriel e dá seus pitacos sobre o maior campeão da NBA no Twitter: @gustavoarruda01.

12 Comentários

  1. Fernando C Silva disse:

    Se jogarmos sério: Celtics 110 x Atlanta 89

    0

    0
  2. Marcelo SM disse:

    Hawks vendendo caro a derrota!
    Estão nitidamente motivados em razão da vitória sobre os Cavs.

    0

    0
  3. Marcelo SM disse:

    Me explica como o dono dos Cavs, quando Kyrie disse que queria sair, não o convidou para tomar um vinho para dizer: “amigo…não!”.
    Que BAITA jogador!!

    1

    0
  4. Raphael Baião disse:

    É amigos, que jogo do Irving…

    1

    0
  5. Christiano Costa Novo disse:

    Ganhamos, mas vou te contar uma coisa, o Marcus Smart testa minha paciência o tempo todo. Ele é capaz, na mesma jogada, receber um elogio e um esporro.

    13

    0
    • Raphael disse:

      O Smart, comparando a grosso modo, é aquele atacante que perde o pênalti mas faz o gol no rebote. É o tempo todo uma relação de amor e ódio.
      No mais, bom jogo. 20 e tantas trocas de liderança, time claramente exausto por conta do back to back, jogando de boca aberta e com as mãos na cintura no útlimo quarto, quando Kyrie foi Kyrie e decidiu a partida. Destaque também para Tatum e Horford.
      Agora é descansar. E que venham os Lakers!

      3

      0
  6. 9 vitórias seguidas! Pra quem dizia que a temporada estava acabada com a lesão do Hayward…

    Irving monstro, mostrando porque é um dos melhores PGs da liga e aparecendo quando o time mais precisa. Os arremessos dele no final do último quarto mataram qualquer reação dos Hawks.

    Agora, o que o Horford está jogando é sacanagem! Importantíssimo para a coordenação do ataque, melhorou no arremesso de 3 e nos rebotes. É um grande líder para os jovens do elenco.

    Tatum e Brown vem fazendo jogos consistentes, com alternações comuns à pouca idade. Tatum, principalmente, jogou muito hoje nos dois lado da quadra.

    Smart ainda inconstante, mas pelo menos vem fazendo boas participações na defesa pra compensar as decisões precipitadas de sempre no ataque.

    Um jogador que está me surpreendendo é o Ojeleye. Tá jogando como gente grande, não foge da briga por rebotes/tocos e arremessa com confiança de 3.

    Enfim, tenho muita esperança nesse Celtão do Stevens. Voltando bem o Hayward na próxima temporada, dá pra tentar o caneco!

    6

    0
  7. Fernando Henrique disse:

    Irving é muito jogador mesmo, não tem nem o que falar.
    Tatum clutch e Horford (a uma assistência do triplo duplo) jogaram bem também, o próprio Brown mesmo sem se destacar em números ou jogadas acaba mostrando sua importância discreta

    A parte boa dos nossos b2b é que mais da metade deles envolvem times bem fracos, como o Hawks hoje (mas que jogou bem embalado pela vitória contra o Cavs), Bulls, Suns e etc.

    3

    0
  8. VINICIUS DELLANO disse:

    Na moral, acho que nem precisa esperar próxima temporada pra ser contender ao título. Lembrando que o Celtics tem 8 milhões pra contratar um cara bom, e do jeito que tá, podemos conseguir um bom jogador. Gostaria de Rondo prós playoffs, sou fã dele até hoje, apesar da explosão em momentos inoportunos.

    0

    0
  9. Marcos disse:

    Bom jogo do Tatum, ótimo do Irving e ruim do Smart (ainda que fazendo um trabalho sujo necessário na linha defensiva).

    Craques:
    Irving, Hayward e Tatum (21 pts, 8 rebs sendo rookie em time que briga pelo título).
    Vocês vão ver o que o Tatum vai fazer com o Ball na quarta…
    Menção honrosa: Brad Stevens.

    Bons jogadores:
    Horford (melhor temporada dele no C’s), Baynes, Brown (muita dedicação nos dois lados da quadra) e Rozier.

    É time pra brigar por dinastia, amigo!

    Semi Oje = Crowder
    Smart = Tony Allen

    Não temos mais garrafão soft, anão, gordo e cabeludo.

    []s verdes

    7

    0
  10. Marchall disse:

    Smart é aquele jogador mediano p/ ruim que é raçudo. Mas.. não da p/ renovar com ele não.

    Fico imaginando se o Hayward tivesse nesse time, como seria mais qualificado ainda…

    E imaginando 2018:

    Hayward – Tatum – Irving – Horford e Davis(?)

    Reservas

    Rozier – Brown – Theis – Ojeleye e Morris

    Hummmmmm…

    0

    0
    • Marcos disse:

      O Smart ainda é um cara novo, tem potencial para ajudar vindo do banco.
      Então, acho que renovar é uma boa, só não pode é entupir o resto do CAP com ele, coisa que o Danny “Raposa” Ainge não vai fazer.

      Também acho que para vir o Davis o Horford vai ter que sair (questões salariais e de posição, ex. imagina se o Crowder tivesse ficado?).

      []s verdes

      2

      0

Deixe um comentário