Prévia – Boston Celtics (53-25) x Chicago Bulls (27-51)

Após duas derrotas como visitante pela temporada 2017/2018 da NBA, o Boston Celtics volta a atuar diante de sua fanática torcida no TD Garden na noite desta sexta-feira (6). Vice-líder da Conferência Leste, o time verde e branco de Massachusetts encara o Chicago Bulls, que não tem mais chances de classificação para os playoffs, em duelo que começa às 20h30 (horário de Brasília). Será o quarto e último confronto entre Celtics e Bulls nesta edição da liga, sendo que o Alviverde venceu dois dos três jogos diante da franquia de Illinois.

O Boston Celtics chega ao jogo contra o Chicago Bulls com a cabeça nos playoffs, e não é para menos. Afinal de contas, com os tropeços diante de Toronto Raptors e Milwaukee Bucks, o time verde e branco de Massachusetts já está praticamente fora da briga pela primeira colocação da Conferência Leste. Garantido pelo menos com a vice-liderança, o Celtics quer aproveitar os últimos quatro jogos da temporada regular para fazer alguns ajustes, observar a atuação de seus atletas mais jovens e poupar os seus principais nomes.

Diante do Chicago Bulls, o técnico Brad Stevens não poderá contar com seis atletas: além dos lesionados Kyrie Irving, Marcus Smart, Gordon Hayward e Daniel Theis, Stevens poupará o ala Jayson Tatum e o pivô Al Horford. O armador Shane Larkin, com uma virose, também é dúvida. Desta forma, o Celtics deve encarar o Chicago Bulls com uma formação alternativa, que tem como destaques o ala-armador Jaylen Brown e o ala-pivô Marcus Morris. Na rotação, destaque para o armador Jonathan Gibson, que assinou contrato de 10 dias com o Alviverde e pode fazer a sua estreia nesta sexta.

Fora da briga pelos playoffs e com vários desfalques, o Chicago Bulls deveria estar completamente desmotivado para o restante da temporada regular, mas a franquia de Illinois está surpreendendo todo mundo: apesar dos problemas, o Bulls venceu as três últimas partidas que disputou. A equipe de Chicago tem condições de manter o ritmo contra o desfalcado Celtics, e promete dificultar a vida dos anfitriões, mas fica a dúvida sobre os interesses da franquia, já que a série de triunfos prejudica a posição da equipe no NBA Draft.

Assim como o Boston Celtics, a equipe do Chicago Bulls tem várias baixas em seu elenco. Nomes como Kris Dunn, Denzel Valentine e Zach LaVine, por exemplo, estão vetados do duelo no TD Garden. As principais armas da franquia de Illinois estão no garrafão, que conta com a juventude do ala-pivô Lauri Markkanen e a experiência do pivô Robin Lopez.

FICHA TÉCNICA

Local: TD Garden (Boston, MA)

Horário (de Brasília): 20h30

Transmissão: NBA League Pass

BOSTON CELTICS: Terry Rozier, Jaylen Brown, Marcus Morris, Guerschon Yabusele e Aron Baynes. Treinador: Brad Stevens

CHICAGO BULLS: Cameron Payne, David Nwaba, Justin Holiday, Lauri Markkanen e Robin Lopez. Treinador: Fred Hoiberg

Gustavo Arruda
Gustavo Arruda
Gustavo, 26 anos, é maranhense de São Luís, estudante de Jornalismo e repórter esportivo do Imirante.com. Fanático por esportes, principalmente futebol e basquete, é torcedor celta desde 2003, quando ouviu pela primeira vez o TD Garden lotado entoando "Let's go, Celtics!", e escreve no Celtics Brasil desde julho de 2011. Nas horas vagas, é goleiro, armador, consumidor de danone, tio do João Gabriel e dá seus pitacos sobre o maior campeão da NBA no Twitter: @gustavoarruda01.

2 Comentários

  1. Marcos disse:

    J Bird é muitttto mais jogador que o Allen.

    Sei que o cara (Allen) estava foi escolhido pq teoricamente é armador, mas o Bird guy é mais atlético que o Nader.
    Deve ser o sobrenome de craque.

    Abs verdes,

    1

    0
  2. Grata surpresa eim, Jabari Bird pode ser o sucessor do Smart na segunda unidade caso ele saia… Vamos ver se ele tem mantem o esse padrão

    0

    0

Deixe um comentário