Prévia – Boston Celtics (9-2) x Los Angeles Lakers (5-5)

Iniciada há quase 70 anos, a maior rivalidade da história do basquete terá um novo capítulo escrito na noite desta quarta-feira (8). Maiores campeões da história da NBA, Boston Celtics e Los Angeles Lakers se enfrentarão pela primeira vez na temporada 2017/2018, em momentos distintos: líder isolado da Conferência Leste, o time verde e branco de Massachusetts luta para conquistar, diante de seu torcedor, a décima vitória consecutiva nesta edição da liga, enquanto a franquia da Califórnia tenta firmar-se entre as melhores campanhas da Conferência Oeste. O clássico entre Celtics e Lakers, que será disputado no TD Garden, começará às 23h (horário de Brasília) e terá transmissão da ESPN para todo o Brasil.

Melhor campanha do Leste em 2016/2017 e eliminado nas finais de Conferência pelo Cleveland Cavaliers, o Boston Celtics iniciou a temporada com um elenco muito modificado, mas talentoso e confiante. Abalada temporariamente por dois tropeços no início da competição e pela grave lesão sofrida por Gordon Hayward, um dos principais reforços para 2017/2018, essa euforia celta foi recuperada de forma rápida e espetacular: com nove vitórias consecutivas, o Celtics registra o seu melhor início de temporada desde 2010/2011, lidera o Leste com folga e tem melhor campanha até que os fortes oponentes do Oeste.

Essa série invicta do Boston Celtics, claro, não veio por obra do acaso. A equipe treinada por Brad Stevens está conseguindo superar a ausência de Hayward com uma defesa sufocante e grandes atuações individuais, com destaque para o armador Kyrie Irving e o pivô Al Horford, que estão sendo auxiliados pelos jovens Jayson Tatum e Jaylen Brown. Com um time motivado e de volta aos braços de seu torcedor, após três duelos seguidos fora de casa, o Celtics está confiante em um triunfo no clássico, que é fundamental para manter a posição privilegiada na classificação e ampliar a série invicta.

Para o clássico em Boston, Brad Stevens promoverá o retorno do ala-pivô Marcus Morris ao quinteto titular, depois de poupar o atleta da partida diante do Atlanta Hawks. Inicialmente, o pivô australiano Aron Baynes perderia a vaga e ficaria como opção na rotação, mas o pivô Al Horford sentiu dor de cabeça na manhã desta quarta, foi colocado no protocolo de concussão da NBA e está fora do clássico. Dessa forma, Morris formará dupla de garrafão com Baynes. O segundo jogador na lista de inativos é Gordon Hayward, que só deve voltar às quadras na próxima temporada.

Há quatro temporadas entre as duas últimas posições da Conferência Oeste e em seu segundo ano de reconstrução, iniciada após a aposentadoria do astro Kobe Bryant, o Los Angeles Lakers se movimentou para fazer uma campanha mais digna nesta edição da NBA. Na 10ª colocação do Oeste, com 50% de aproveitamento, a franquia da Califórnia inicia, em Boston, uma desgastante série de quatro jogos como visitante, três deles no Leste, mas chega com a confiança renovada por dois triunfos sobre Brooklyn Nets e Memphis Grizzlies. Uma vitória no clássico contra o Celtics em pleno TD Garden, por mais que seja difícil, é questão de honra para o Lakers: esse resultado, além de aumentar a moral para os próximos jogos, aproxima a franquia do G8 do Oeste.

Diante do Boston Celtics, o técnico Luke Walton tem uma dúvida no quinteto titular do Los Angeles Lakers. Com dores musculares, o ala-armador Kentavious Caldwell-Pope pode ser substituído por Jordan Clarkson. Desfalque por causa de uma fratura na mão esquerda, o ala-pivô Larry Nance Jr será substituído pelo calouro Kyle Kuzma, que está fazendo boas atuações e caindo nas graças da torcida angelina. Na rotação, a dúvida é o experiente pivô Andrew Bogut, que sofre com dores nas costas. Entre os titulares, destaque para o badalado armador Lonzo Ball, que está em sua primeira temporada como profissional, e para o pivô Brook Lopez.

FICHA TÉCNICA

Local: TD Garden (Boston, MA)

Horário (de Brasília): 23h

Transmissão: ESPN e NBA League Pass

BOSTON CELTICS: Kyrie Irving, Jaylen Brown, Jayson Tatum, Marcus Morris e Aron Baynes. Treinador: Brad Stevens

LOS ANGELES LAKERS: Lonzo Ball, Kentavious Caldwell-Pope (Jordan Clarkson), Brandon Ingram, Kyle Kuzma e Brook Lopez. Treinador: Luke Walton

*Matéria modificada às 21h19 (horário de Brasília) para acréscimo de informações.

Gustavo Arruda
Gustavo Arruda

Gustavo, 25 anos, é maranhense de São Luís, estudante de Jornalismo e repórter esportivo do Imirante.com. Fanático por esportes, principalmente futebol e basquete, é torcedor celta desde 2003, quando ouviu pela primeira vez o TD Garden lotado entoando “Let’s go, Celtics!”, e escreve no Celtics Brasil desde julho de 2011. Nas horas vagas, é goleiro, armador, consumidor de danone, tio do João Gabriel e dá seus pitacos sobre o maior campeão da NBA no Twitter: @gustavoarruda01.

13 Comentários

  1. LUCAS disse:

    Tem que ganhar !!! Meu irmao eh lakers e se o laker ganhar vai o mes inteiro zuando entao tem que ganhar !!

    Mas acredito em uma vitoria relativamente facil. Brook Lopez vai sofrer bastante com nosso garrafao vejo Tatun e Irving mitando nessa partida

    5

    0
  2. JailtonSV disse:

    Partida interessante.

    Horford vs Lopez , Tatum vs Ingram são situações que serão bacanas de ver. Sem contar que o banco dos Lakers vem pontuando muito, vai ser um ótimo teste pro nosso banco.

    A equipe teve um dia pra descansar, deve vir com faca nos dentes. Hoje, espero uma ótima atuação do Brown. Clarkson não tem físico pra para-lo e um garrafão de Kuzma e Lopez não tende a ser defensivamente brilhante.

    0

    0
  3. Gustavo Rangel disse:

    Teremos um desfalque importantíssimo essa noite: “Al Horford will miss tonight’s game after entering the NBA’s concussion protocol. Horford’s first symptoms linking him to a possible concussion occurred this morning. Initially struck in the head on a foul called in the second quarter of Boston’s Nov. 6 contest at Atlanta.” Tweet retirado do twitter oficial do Celtics

    0

    0
  4. Lucas Oliveira disse:

    Também aposto em uma boa partida do Brown, mas por outro motivo. É possível que o Clarkson ou KCP sejam colocados para marcar o Kyrie, já que o Ball não tem apresentado uma boa defesa.
    Se este for o caso, o Ball terá de marcar o Brown em um missmatch grande demais para o calouro.

    1

    0
  5. Lakers disse:

    TD do Lonzo Ball em pleno TD Garden

    1

    0
  6. Marchall disse:

    Inacreditável, agora estamos bem perder o Horford :/. Até fazer todos os exames vai perder umas 7 partidas segundo a ESPN americana. Espero que não seja nada grave, força Horford!

    2

    0
  7. Sem o Al vai ficar difícil. ….
    Vai ter que baixar um Bill Russel no Baynes e o Ojeleie vai ter que entrar possuido pelo Rodman

    Desculpem se errei os nomes

    0

    1
  8. Fernando C Silva disse:

    Mesmo sem AH vencemos os Lakers.

    Celtics 113 x Lakers 98

    2

    0
  9. phabio passos disse:

    POIS, NAO ENTENDIR, SE CARA NAO PODIA JOGAR, PQ CONTINUOU CONTRA OS HANKS,SERA QUE PESSOAL COM INVEJA PQ ESTAMOS BEM E LIDERANÇA, QUERER TIRA NOSSO SEGUNDO MELHOR JOGADOR, PRA AJUDAR OS LAKERS E CAVS, TEM MUITO MAFIA NESSA NBA,ESSA ESTA VENDIDA AO TIMES DA MIDIAS….VAMOS CELTICS, VAMOS GANHAR ASSIM MESMO…..VAMOS VER A NBA, OS JUIZES, E OUTROS TIME….

    0

    5
  10. Marcos disse:

    Hj é dia de passar trator em freguês.
    30+ e sem Horford.

    []s verdes

    2

    0
  11. JailtonSV disse:

    Segundo quarto foi um pouco desleixado, talvez pela grande vantagem aberta no primeiro.

    1

    0

Deixe um comentário