Prévia – Final Mundial

Saiba tudo sobre a grande decisão do Mundial da Espanha 2014.

Depois de duas semanas de torneio, o Mundial vai  chegando ao fim e vai deixar saudades.

Para fechar com chave de ouro amanhã será disputada a grande decisão.  A França venceu o jogo deste sábado e conquistou o terceiro lugar.

Agora a análise da grande final desse domingo.

EUA X Sérvia – Domingo 16h – Madrid

EUA

Campanha: 5 V – 0 D (1° lugar no Grupo C)
Oitavas de final: EUA 86 X 63 México
Quartas de final: EUA 119 X 76 Eslovênia
Semifinal: EUA 96 X 68 Lituânia
Títulos: 14 Olimpíadas (1936, 1948, 1952, 1956, 1960, 1964, 1968, 1976, 1984, 1992, 1996, 2000, 2008, 2012), 4 Mundiais (1954, 1986, 1994, 2010) e 6 Campeonatos das Américas (1992, 1993, 1997, 1999, 2003, 2007)
Destaques: James Harden (13.1 pontos, 3.4 assistências, 2.8 rebotes, 2.4 roubos), Anthony Davis (13 pontos, 6.9 rebotes), Klay Thompson (12.8 pontos, 2.5 rebotes, 2.1 assistências), Kenneth Faried (12.5 pontos, 7.9 rebotes), e Stephen Curry (10.8 pontos, 3.2 assistências, 3 rebotes)
Técnico: Mike Krzyzewski

Sérvia

Campanha: 2 V – 3 D (4° lugar no Grupo A)
Oitavas de final: Sérvia 90 X 72 Grécia
Quartas de final: Sérvia 84 X 56 Brasil
Semifinal:  Sérvia 90 X 85 França
Títulos: Não tem
Destaques: Milos Teodosic (14 pontos, 4.1 assistências, 2.4 rebotes), Miroslav Raduljica (13.5 pontos, 4.8 rebotes), Bogdan Bogdanovic (11.6 pontos, 2.8 assistências, 2.5 rebotes) e Nemanja Bjelica (11.1 pontos, 7.4 rebotes, 2.6 assistências)
Técnico:  Sasha Djordevic

A Sérvia chega a sua primeira final de mundial como país independente e pretende não deixar que os EUA alcancem marcas de sua pátria mãe. Os americanos podem igualar o número de títulos da maior campeã do torneio, a Iugoslávia. Além disso, apenas dois países foram bicampeões do mundo até hoje. Brasil em 1959 e 1963 e Iugoslávia em 1998 e 2002.

Por conta de conflitos ideológicos, a Iugoslávia foi dividida em diversos países, dentre eles três que disputam esse mundial: Croácia, Eslovênia e Sérvia. Por conta dessa grande escola de basquete, que já conquistou cinco títulos, a Sérvia sabe revelar e preparar seus jogadores. Os sérvios possuem um grande QI de basquete e devem dar trabalho aos americanos.

No perímetro Bogdanovic e Teodosic podem marcar muitas cestas de três pontos e sabem infiltrar. O garrafão conta com o bom pivô Raduljica e o ala-pivô Bjelica. A Sérvia também conta com a experiência do pivô que vem do banco de reservas, Nenad Krstic.

Para vencer os americanos os sérvios terão de realizar um jogo perfeito e superar a principal qualidade do time americano: a forte defesa que resulta em contra-ataques mortais. Os jogadores da Sérvia precisam acertar quase todos seus arremessos e ainda conter o ímpeto do perímetro americano com Curry, Irving e Thompson; e também do garrafão com Cousins e Davis.

Vou torcer muito para a Sérvia retomar as glórias da antiga Iugoslávia, mas será muito complicado. O físico e a forte defesa dos americanos devem fazer a diferença, mas eles terão o maior trabalho que já tiveram em todo esse mundial para conquistar o quarto título na era Coach K: olimpíadas de 2008 e 2012, mundial de 2010 e agora 2014.

Quem vai levantar o troféu Naismith? Nome dado por conta do inventor do basquete, o canadense James Naismth.

Palpite: EUA

Flávio Catandi
Flávio Catandi
Jornalista e Radialista apaixonado por basquete. Participa do Celtics Brasil desde 2008. Já foi redator, colunista e hoje é editor do site. Nas horas vagas gosta de escrever roteiros e gravar curtas e documentários. Pode ser encontrado na cidade de São Paulo com uma camiseta Celta.

6 Comentários

  1. Marcos disse:

    Títulos: não tem? Pode dividir os da Iuguslávia pelos n países que foram criados que ainda sobram alguns…

    Será um teste de fogo para o Teodosic e Bogdanovic… Vou torcer pelo mais fraco, a Sérvia, é claro…

    []s verdes

    0

    0
  2. diego disse:

    ‘The association boston celtics’, passando agora no canal sports+ da sky.

    0

    0
  3. Rondo disse:

    Mano, eu sei q o mano joga no CSKA de Moscow, mas pq o celtics não se esforça pra trazer o Teodosic ou o Bogdanovic msm?

    0

    0
  4. drakes disse:

    Bogdanovic (Sérvia) foi selecionado pelo Phoenix, só viria se houve uma troca com o time de Arizona.

    Teodosic, também, é complicado por que na posição já tem Rondo, Smart.

    0

    0
    • Fábio Malet disse:

      É, o Bogdanovic tem seus direitos ligados ao Phoenix Suns. Neste caso só com troca. Mas o próprio Suns terá dificuldade de trazê-lo à NBA, já que ele acabou de assinar um contrato de 4 anos com o Fenerbahçe. A proposta do Suns a ele terá que ser relativamente alta e ainda terá que pagar uma multa salgada ao Fenerbahçe. Ou seja, Bogdanovic deverá demorar a chegar à NBA.

      0

      0

Deixe um comentário