03

dezembro

2010

7

Comentários

Saiba mais sobre lesões desportivas

Olá pessoal, hoje irei falar um pouco sobre o que são as lesões desportivas, sua classificação e suas causas.

Lesões desportivas são as lesões que ocorrem no durante ou por causa da prática desportiva. Essa prática desportiva não é somente a atividade de alto rendimento que são ligadas aos atletas profissionais, toda e qualquer pessoa que sofra alguma lesão durante sua atividade física (crianças na educação física, senhoras em suas caminhadas diárias e até mesmo os peladeiros de fim de semana).

Podemos dizer que há dois tipos de lesões:

• Lesões agudas: lesões resultantes de algum acidente durante a prática da atividade física;

• Lesões de sobrecarga ou crônicas: lesões resultantes da repetição diária de um movimento.

Os fatores que influenciam no aparecimento das lesões desportivas também possuem duas classificações:

• Fatores intrínsecos: idade, sexo, condição física, desenvolvimento motor, alimentação, fatores psicológicos;

• Fatores extrínsecos: execução dos movimentos específicos de cada esporte, equipamento utilizado, planejamento do treino, carga de treino, local da atividade física, condições climáticas.

Isso quer dizer que as lesões desportivas podem ocorrer devido a métodos de treino incorretos, movimentos específicos de um esporte sendo feito de forma errada, más condições ou local indevido para prática de atividades, entre outras coisas.

É de grande relevância o conhecimento desses fatores por parte dos profissionais envolvidos nessas práticas desportivas, pois a partir disso eles podem procurar meios para evitar e prevenir o surgimento dessas lesões. Essa prevenção das lesões desportivas pode ser dividida em três níveis:

• Nível 1: É a prevenção antes do surgimento das lesões. Exemplo disso é a procura de profissionais para o acompanhamento das atividades, consulta com médico para ver se é apto para a prática de atividade física, escolha de equipamentos de segurança, entre outros;

• Nível 2: É iniciado quando se diagnostica o processo patológico. Nesse momento se faz ações para, se possível, regredir ou fazer desaparecer o processo patológico.

• Nível 3: Nesse nível, as ações são feitas quando o processo patológico já esta instalado. Utilizam-se medidas para desenvolver a capacidade que o indivíduo ainda tem no local atingido pela lesão para que o mesmo leve uma vida útil e saudável. Essa fase já esta ligada a reabilitação.

Espero que o texto de hoje ajude á compreender um pouco mais sobre lesões desportivas. Abaixo coloco o link de um artigo abordando o mesmo tema, com mais detalhes e com bibliografia para os interessados.

http://www.crefito3.com.br/revista/rbf/05v9n2/pdf/123_128_desportiva.pdf

Grande abraço a todos e qualquer dúvida ou sugestão é só deixar na caixinha de comentários!

Por: Glauco Nascimento