Wizards 113 x 101 Celtics

Washington Wizards center Ian Mahinmi, right, battles for the ball against Boston Celtics center Greg Monroe, left, during the first half of an NBA basketball game Tuesday, April 10, 2018, in Washington. (AP Photo/Nick Wass)

Na primeira noite do último back-to-back da temporada, o Boston Celtics tentou manter o Washigton Wizards longe da sétima posição da Conferência Leste, sem sucesso. A derrota por 113 a 101 não traz impactos na classificação do time de Massachusetts, já que a segunda colocação está garantida. No entanto, a esperança era de aumentar a distância do time da capital dos Estados Unidos para o Miami Heat, que antes era de apenas meio jogo, a fim de evitá-los na primeira rodada de playoffs, já que o maior campeão da NBA enfrentará o sétimo colocado da conferência. Agora, Wizards e Heat estão empatados em campanha, sendo que o critério de desempate pende à favor do time da Flórida.

Com todas as lesões enfrentadas pelo Boston Celtics, principalmente na posição de armador, o pior adversário possível para se enfrentar numa primeira rodada da pós temporada é justamente o Washington Wizards, já que conta com uma das melhores duplas de armadores de toda a liga em John Wall e Bradley Beal. a partida da noite de ontem (10) demonstrou isso, já que Wall explodiu para 29 pontos e 12 assistências, bem como Beal contribuiu com 19 pontos. Marcus Smart, nosso melhor marcador no perímetro, voltará às quadras somente no final de abril, segundo jornalistas da imprensa esportiva americana, perdendo a maior parte ou toda a primeira rodada. Já Kyrie Irving, nosso melhor jogador ofensivo, perderá o restante da temporada em razão da cirurgia em seu joelho esquerdo.

O jogo começou com o Boston Celtics pressionando o Wizards na defesa, conseguindo cinco roubos de bola (3 de Brown e 2 de Tatum) e um belo toco de Aron Baynes sobre o pivô Marcin Gortat. Baynes, inclusive, merece um especial destaque. O australiano foi o principal nome defensivo da equipe na partida, dominando o garrafão celta e, inclusive, contestando (com sucesso) arremessos adversários no perímetro.

Porém, ofensivamente não há outro nome além do ala Jaylen Brown, que estava com as mãos pegando fogo. Na metade do período, Brown era o responsável por 13 pontos dos 16 conseguidos pela equipe, tendo acertado todos os seus arremessos de três tentados até então. O final da primeira etapa, o camisa número 7 de Boston estava com impressionantes 21 pontos e 5 bolas de três convertidas em 7 tentadas. Brown foi tão bem que o técnico Scott Brooks foi forçado a alterar seu plano de jogo, tirando o armador John Wall de sua marcação.

Wizards apertou o ritmo no ataque e chegou a encostar no placar, ficando o jogo com uma diferença de apenas dois pontos para o time celta. No entanto, os excelentes passes de Greg Monroe e o dinamismo imposto por Shane Larkin mantiveram o Celtics com relativo conforto até metade do segundo quarto. Porém, John Wall e Bradley Beal começaram a se empenhar mais na partida e, novamente, a diferença voltou para os dois pontos ao intervalo.

O ala Otto Porter Jr. não retornou para o segundo tempo com dores no joelho, dando mais chances ao também ala Kelly Oubre Jr., que fez boa partida. Os bons esforços defensivos do primeiro tempo continuaram no segundo. No entanto, o time se perdeu no lado ofensivo da quadra, cometendo muitos erros e entregando a posse de bola para o adversário em algumas ocasiões. Isso permitiu que o Wizards virasse a partida e, à partir daí, o alviverde de Boston não mais conseguiu ameaçar a liderança. Esperava-se que os titulares jogassem mais minutos caso o jogo fosse disputado até o final, mas o técnico Brad Stevens aproveitou o resultado para descansar seus jogadores no último quarto de jogo.

O Boston Celtics volta às quadras na noite desta quarta-feira (11), às 21h (horário de Brasília), e recebe o Brooklyn Nets para encerrar a temporada regular. O técnico Brad Stevens deverá poupar seus jogadores, já que não briga por mais nada e só está à espera do início dos playoffs. O torcedor celta tem motivos para ficar de olho nos outros jogos da rodada, já que irão definir o sétimo colocado da Conferência Leste e futuro adversário do alviverde de Boston. O Washigton Wizards viaja até a Flórida para encarar o Orlando Magic, também às 21h. O Miami Heat recebe o Toronto Raptors, que também deverá poupar seus jogadores para o início da pós-temporada, já que estão garantidos em primeiro lugar. Por fim, o Milwaukee Bucks visita o Philadelphia 76ers no mesmo horário. A briga pela colocação final na Conferência Leste será interessante, já que Bucks, Heat e Wizards estão distantes entre si apenas um jogo.

DESTAQUES DO CELTICS

Jaylen Brown (27 pontos e 2 roubos de bola)

Jayson Tatum (12 pontos e 4 roubos de bola)

Al Horford (10 pontos e 14 rebotes – duplo-duplo)

Greg Monroe (10 pontos e 6 rebotes)

DESTAQUES DO WIZARDS

John Wall (29 pontos, 12 assistências e 7 rebotes – duplo-duplo)

Bradley Beal (19 pontos e 4 assistências)

Mike Scott (12 pontos e 8 rebotes)

Markieff Morris (13 pontos e 4 rebotes)

BOXSCORE


MELHORES MOMENTOS

 

Eduardo Quirino
Eduardo Quirino
Eduardo, 31 anos, nascido em Niterói/RJ mas é Resendense de coração. Bacharel em Direito, estudante de Administração e flamenguista, é apaixonado por esportes e envolvido com o basquete desde os 14 anos. Ex-pilar do Volta Redonda Rugby, ex-capitão do Resende Rugby e atual ala-pivô do Basquete Resende, tem como espelho a lenda Kevin Garnett, razão pela qual começou a torcer para o Boston Celtics em 2008. KG se foi, mas o amor pelo Celtics é pra sempre! Sou um dos calouros do Celtics Brasil e espero vê-los muitas vezes por aqui!

12 Comentários

  1. drakes disse:

    Basicamente finalizada a temporada regular, merece algumas considerações sobre ela, temos que:
    – As trocas do Ainge deram certo,
    – A escolha do draft foi correta,
    – FA também foram boas (Baynes, Monroe),
    – A uma semana a mais da NBA não adiantou para Celtics, o jogo em Londres foi um dos fatores, espero que próximo ano não ocorra algo assim, afinal ocorram muitas contusões. Contusões do time foram fora da curva, deve ser reavaliado tudo, desde os departamentos e como citado acima a excursões de um jogo, que fazem o time jogar apenas um jogo na semana, mas sobrecarregam nas outras,
    – Destaques do time: Surpresa: Tatum, MIP Jaylen Brown, DPOY Smart. MVP: Stevens.

    5

    0
    • drakes disse:

      errata:

      ocorram = ocorreram muitas contusões. Contusões do time foram fora ponto da curva, deve ser reavaliado tudo, desde os departamentos e como citado acima a excursões de um jogo, que fazem o time jogar apenas um jogo na semana e sobrecarregam nas outras,
      – Destaques do time: Surpresa: Tatum, MIP Jaylen Brown, DPOY Smart. MVP: Stevens.

      0

      0
    • Marco Ferreira disse:

      Drakes, você só esqueceu do Theis na FA que foi um grande achado e uma excelente surpresa.

      7

      0
  2. marco_rio5 disse:

    Acredito que temos que aceitar nossa realidade do momento. Não temos times para brigar nesses playoffs. O time vem jogando mal. Não conseguimos dominar nem o lanterna Hawks, Está faltando o cara decisivo que dita o ritmo do time durante todo jogo. Jaylen Brown poderia ser esse cara, mas ele não é constante. Mete 20 pontos em um quarto e depois some nos demais. Tatum tem qualidade, mas se esconde do jogo em muitos momentos. Marcus Morris parece que desaprendeu a jogar. O Cara defender Baynes titular é piada. Baynes é um cara que faz pouquíssimos pontos, o Rozier se bobear pega mais rebotes que ele, o cara é lerdo demais. Rozier, Definitivamente não está conseguindo armar esse time. Temos problemas no ataque com a falta de infiltração no garrafão. Não temos jogadas de garrafão. Nosso jogo está totalmente baseado nas bolas de fora do perímetro. E defensivamente o Stevens não está conseguindo encaixar o time. Nosso garrafão defensivo está horrível. E estamos com a marcação frouxa fora do perímetro. Nos ultimos jogos, Wall e o Prince deitaram e rolaram. Tenho minhas dúvidas se esse time passa pelo Heat (Rezando para pegar eles). Passar por Wizards ou Sixers, muito difícil.
    OBS: Stevens Acorda, Monroe não pode ser reserva do Baynes.

    5

    7
    • Marco Ferreira disse:

      Fala Xará, eu entendo todas as suas preocupações, mas deixa seu xará de BH pontuar algumas coisas na minha humilde opinião dele…

      Celtics já está classificado e já esta definido em segundo do Leste, com tantas lesões que tivemos não tem muito sentido o time se forçar tanto nesses jogos para correr o risco de mais lesões. Nas Offs será diferente, pode anotar ai…
      Brown vem de uma lesão fortíssima, e não estou falando da lesão física, mas sim da lesão emocional que aquela queda causou. O Stevens inteligentemente, no meu ponto de vista, está forçando jogadas em cima dele para que ele possa ganhar confiança e ser o Brown que já nos surpreendeu. Outro detalhe, o Brown cresceu muito de produção nas offs do ano passado.
      Rozier ainda está naquela loucura dele, mas agora pode, nas offs com certeza será diferente, jogara mais para o time.
      Baynes não é o super jogador, na verdade eu colocaria ele na segunda rotação, mas é ele quem faz o jogo sujo e com Brown, Tatum, Rozier e Horford em quadra ele não precisa pontuar muito, diferente na segunda unidade que hoje temos o Morris e o Monroe como pontuadores. Nas offs o Stevens deve mudar ainda mais essa rotação, mas não creio muito que o Baynes atue na segunda unidade.
      Morris é o caso do “deixa para as offs?” Rsrsrsrsrs, tipo já mostrou do que é capaz e agora “vou ficar forçando para que?”.

      Esse é o meu ponto de vista de tudo que estamos passando neste final de temporada! Espero que eu realmente esteja certo!

      Let’s Go Celtics…

      9

      0
      • Concordo com vc xará.
        O time vai jogar ainda pior contra o Nets hj.
        Prefiro que o time jogue pior hj do que alguém afobado, tente ser o Michael Jordan e acabe se machucando.
        Time entrando nos offs vão ser completamente diferente (assim espero).

        3

        0
    • Rafael P. disse:

      Se a temporada fosse realmente tudo isso, ficaríamos atrás do Suns.

      É claro q críticas devem ser feitas e são mt bem vindas.

      Mas, a análise q algumas pessoas fazem levam a crer q sempre está td errado. Nem parece q chegamos em segundo na conferência, na frente do Cavs, mesmo sendo a equipe q mais sofreu com lesoes na liga. Tirando o Horford, nossos demais quatro titulares, SOMADOS, nao têm 10 anos de NBA.

      Muita calma. O trabalho está sendo muito bem feito. As vezes, parece torcida de futebol. Perdeu duas, aparecem aquelas criticas do tipo “manda embora todo mundo!”.

      0

      0
  3. phabio passos disse:

    Pois aqui não se pode comentar e não dizer nada sobre, que é proibido e pecado , ou sou idiota ou não é permitido escreve sobre o jogo aqui no site, quero saber pelo fundadores do site, se ter alguma norma proibindo cometar e escreve algo do jogo, não xinguei e não ofendi ninguém, não falei e não escrevi nome de ninguém,Mas todo vez que escrevo ou comentar,sempre tem uns engraçadinho e se ofende e se doí todo,parasse ALGO PRECONCEITUOSO OU PERSEGUIÇÃO a minha pessoa, eu não sei…..sera que tenho entra na justiça contra o site. Gostaria que regulamenta esse site que veja isso,QUERO RESPEITO A MINHA PESSOA,se não me quiserem no site falam e expulsa, pois vao perder um dos fundadores do site CELTICS BRASIL, eu estou nessa comunidade desde do ORKUT, isso tem mais 10 a 12 anos…..Desde já agradeço…..

    0

    9
    • Marco Ferreira disse:

      Fala Phabio,

      Não sou um dos fundadores do site, na verdade sou apenas um cara apaixonado pelo Celtics que gosta muito do grupo, eu não entendi a reclamação, você fez um comentário e ninguém retrucou.
      Fiz um comentário em cima da opinião do Marco_rio apenas apresentando meu ponto de vista e acredito não ter sido ofensivo nem desagradável, apenas foi o meu ponto de vista.
      Gostar do comentário ou não gostar é da opinião de cada um, nem sempre meus comentários sem aprovados, mas é natural.

      Acredito que todos aqui tem o mesmo objetivo, discutir e torcermos juntos pelo nosso Celtão!

      Let’s Go Celtics…

      5

      0
  4. Fernando Silva disse:

    Marco, eu acredito em uma sensível melhora.

    Nossa equipe estava se poupando. Jogou seriamente poucos minutos necessários aos acertos do Stevens.

    Durante a temporada lembrei várias vezes da nossa inclinação à Robin Hood.

    Porém nos principais compromissos víamos os Celtics afinados, empenhados e jogos muito bons.

    Creio que decepcionamos em 3 ou 4 partidas importantes, apenas.

    Sobre a nossa realidade, com as lesões, creio em vitória contra o Heat, que deve ser mesmo nosso adversário.

    Não será fácil. Creio em 4×2 ou 4×3.

    Depois devemos ter os 76’s pela frente.

    Aí entendo que nossa continuidade dependerá do jogo do Smart.

    Mas, não estou muito otimista.

    Se tivéssemos KI e GH, ambas as séries seriam relativamente tranquilas.

    3

    0
  5. Marchall disse:

    Nunca pensei que iria dizer isso, mas quem tem que puxar a responsabilidade nesses playoffs é o Smart.

    Não da pra jogar Brown e Tatum no time titular. Pelo menos eu sacaria o Brown.

    Levando em consideração as peças que temos, vejo:

    Smart – Morris – Tatum – T.Rozier e Al Horf.

    Colocando como alternativa G.Monroe e J.Brown!

    3

    0

Deixe um comentário