23

julho

2012

5

Comentários

1965 – Celtics vence a 7ª final consecutiva

O proprietário do Boston Celtics Walter Brown havia morrido em 1964, e a partir daquele ano, na temporada de 1964-1965 apenas Red Auerbach gerenciaria toda a parte técnica e administrativa do time.

Auerbach poderia ficar sobrecarregado, e foi esse o motivo da desconfiança em cima do time naquele ano. Ele poderia treinar tão bem nessas condições?

A resposta de Red veio dentro da quadra, visto que naquele ano o Celtics quebrou seu próprio recorde de vitórias em uma temporada regular, totalizando 62, e Auerbach foi agraciado com o prêmio de treinador do ano na NBA.

O Celtics entrou nos playoffs como franco favorito ao título do Leste, devido a sua temporada regular brilhante, porém aconteceu algo que poderia impedir o triunfo Celta.

O retorno de Wilt Chamberlain a Philadelphia, mas dessa vez nao no Warriors mas em uma equipe chamada 76ers.

E o 76ers colocou contra Boston um desafio duríssimo, uma série que se arrastou a 7 jogos, e esteve equilibrada até os 5 segundos finais, quando John Havlicek protagonizou um dos lances mais importantes da história da franquia, ao roubar uma bola, faltando poucos segundos para o final, depois de uma cobrança de fundo bola da equipe da Pensilvannia.

Do outro lado da liga, o Lakers novamente vinha como favorito porém dessa vez enfraquecido, sem uma de suas principais estrelas, Elgin Baylor, que num jogo pela final do Oeste contra o Baltimore Bullets sofreu uma seríssima contusão no joelho.

Restava ao Lakers Jerry West e Rudy LaRusso como principais esperanças para as finais da NBA naquele ano.

1965 NBA Finals vs Lakers

Jogando em Boston, o primeiro jogo foi um verdadeiro passeio do time mandante, sendo uma memorável partida defensiva de KC Jones marcando West, tendo esta o resultado final de 142-110 pró-Celtics (Maior diferença da história das finais da NBA até 2008, no jogo 6 onde o Celtics venceu por 131-92 esse mesmo Lakers)

A atuação boa de Jones na defesa e a noite mais apagada de West não se repetiram no jogo 2, onde ele desfilou sua genialidade, marcando 45 pontos, mas que não foram suficientes para bater a forte defesa do Celtics e a força do conjunto que teve pontuação bem distribuída, ajudando o time a caminha para a vitória apertada por apenas 6 pontos de frente.

No jogo 3, dessa vez jogando em casa, o time de Los Angeles jogou um belo basquete. Jerry West marcou 43 pontos e LaRusso 29, estando os dois imparáveis naquela noite, vencendo o jogo e levando a torcida a comemorar a vitória atirando charutos no técnico Celta, Red Auerbach.

Ainda com a série em LA, veio o jogo 4 e nesse o time Green dominou, vitória por 112-99, em noite inspirada de Sam Jones, e seus 37 pontos, de todas as formas, desde arremessos curtos até infiltrações.

O Celtics vencia a série por 3-1 e a mesma voltaria para Boston no próximo jogo, e com um segundo tempo excepcional, 72-48, fazendo uma corrida de 20-0 em 5 minutos, mostrando a força de sua defesa. Bill Russell teve uma partida lendária com uma solidez defensiva que lhe é peculiar.

Com uma vitoria por 129 a 96, o Celtics conquistava a NBA pela 7ª vez consecutiva, e o mundo parecia considerar aquela equipe imbatível.

Ao final da temporada, Red anunciou que treinaria o Celtics por apenas mais uma temporada antes de assumir de vez o cargo de General Manager, pois estava realmente sobrecarregado acumulando duas funções.

Ele dizia ter 50 anos e se sentir com 70, tendo uma temporada muito desgastante.

Os repórteres perguntaram ainda a Red, qual as melhores coisas dos seus dias como treinador e ele respondeu: “Depois de 1500 jogos, o que você mais lembra é do quanto é difícil conseguir cada vitória”

Para terminar, vale lembrar que essa foi a primeira vez que um único time teve o Técnico do ano, o MVP da temporada (Bill Russell) e ainda foi campeão da liga.

Posteriormente, apenas o Bulls, com Phil Jackson, Michael Jordan e o titulo em 1996, e o Spurs com Greg Poppovich, Tim Duncan e o título em 2003 conseguiram tal feito.

Fonte: www.nba.com/history