Celtics 111 x 100 Bucks

Após dois duelos emocionantes no início da temporada 2017/2018 da NBA, Boston Celtics e Milwaukee Bucks voltaram a se enfrentar na noite desta segunda-feira (4), no TD Garden. Dono da melhor campanha desta edição da liga e atuando ao lado de seu torcedor, o time verde e branco de Massachusetts foi superior no tira-teima contra a franquia de Wisconsin, venceu por 111 a 100 e manteve uma vantagem confortável na primeira posição da Conferência Leste.

Apagado nos dois primeiros períodos de partida, o armador Kyrie Irving chamou a responsabilidade na volta do intervalo e foi o cestinha do Boston Celtics, com 32 pontos em 34 minutos e aproveitamento de 54,1% nos arremessos. A equipe celta também contou com uma atuação inspirada do pivô Al Horford, que ficou muito perto de um triplo-duplo, com 20 pontos, nove rebotes e oito assistências. O ala calouro Jayson Tatum, por sua vez, estava com a mão afiada e anotou 17 pontos, com quatro acertos em cinco tentativas de três pontos, enquanto o pivô australiano Aron Baynes fez 10 pontos e pegou quatro rebotes.

Destaque do Milwaukee Bucks e um dos melhores jogadores da temporada, o ala grego Giannis Antetokounmpo chamou a responsabilidade, liderou as ações ofensivas da franquia de Wisconsin e encerrou o jogo com 40 pontos, mas não foi o suficiente para impedir a derrota em Boston. O principal auxiliar de Giannis foi o ala Khris Middleton, que fez 19 pontos e pegou oito rebotes. Principal reforço do Bucks para o restante da competição, o armador Eric Bledsoe contribuiu com 18 pontos.

Com 21 vitórias em 25 partidas e 84% de aproveitamento, o Boston Celtics continua isolado na liderança da Conferência Leste: vice-líder e invicto há 12 jogos, o Cleveland Cavaliers ainda está a 3.5 jogos de distância da franquia verde e branca. Já o Milwaukee Bucks, sexto colocado do Leste, sofreu a sua décima derrota em 22 compromissos e está com 54,5% de aproveitamento.

Boston Celtics e Milwaukee Bucks voltam a jogar pela temporada 2017/2018 da NBA na noite desta quarta-feira (6). Enquanto o Alviverde encara o Dallas Mavericks a partir das 22h30 (horário de Brasília), no TD Garden, a franquia de Wisconsin volta a jogar em seu BMO Harris Bradley Center, onde receberá o Detroit Pistons.

Destaques do Celtics

Kyrie Irving (32 pontos e quatro rebotes)

Al Horford (20 pontos, nove rebotes e oito assistências)

Jayson Tatum (17 pontos e seis rebotes)

Destaques do Bucks

Giannis Antetokounmpo (40 pontos e nove rebotes)

Khris Middleton (19 pontos e oito rebotes)

Eric Bledsoe (18 pontos, três rebotes e três assistências)

Boxscore

Melhores Momentos

Gustavo Arruda
Gustavo Arruda

Gustavo, 25 anos, é maranhense de São Luís, estudante de Jornalismo e repórter esportivo do Imirante.com. Fanático por esportes, principalmente futebol e basquete, é torcedor celta desde 2003, quando ouviu pela primeira vez o TD Garden lotado entoando “Let’s go, Celtics!”, e escreve no Celtics Brasil desde julho de 2011. Nas horas vagas, é goleiro, armador, consumidor de danone, tio do João Gabriel e dá seus pitacos sobre o maior campeão da NBA no Twitter: @gustavoarruda01.

6 Comentários

  1. Fernando Silva disse:

    Para mim está claro que, se tivessemos o GH, estaríamos passeando na conferência.

    5

    0
  2. VINICIUS DELLANO disse:

    Não sei se seria tão fácil assim, Tatum está substituindo muito bem o Hayward. Mas infelizmente o se não aconteceu, agora em 2018/19, espero o time do pipoco do trovão meu véi.

    Sou só eu, o Smart está 408% melhor, muito poucos erros, e jogando o fino. Assistências maravilhosas, cestas importantes, e alguns raros momentos de nonsense. Em algumas horas toma melhores decisões até que o kyrie quando carrega a bola. Que homem.

    Se continuar ele, kyrie, Tatum, Brown(que ontem foi mal, muitas faltas desnecessárias), Horford, Morris e mais uma ajuda dos demais. Acho difícil não sermos sérios candidatos ao título.

    Desculpem o textao.

    4

    0
    • romuloe2 disse:

      Brown tem sido muito importante para o time, mas as vezes é muito afobado atacando… quando está caindo tudo é massa, mas quando não é tenso.
      Acho que Tatum ainda está muito tímido e Morris com muitos altos e baixos, mas no geral a equipe está me surpreendendo, depois da lesão do GH achei que iamos brigar por mando apenas e aí estamos nós “sobrando” no leste!

      0

      0
    • romuloe2 disse:

      Quanto ao Smart tenho a mesma impressão, acho que rolou um ajuste fino em seu impeto por parte do técnico!

      0

      0
  3. Marco Ferreira disse:

    O que está me preocupando nos números é sempre esse baixo aproveitamento do +/- do Kyrie, ele é uma estrela e nosso melhor pontuador, adoro ver suas jogadas e seus momentos decisivos (como sempre digo, apenas na última derrota ele deveria ter passado a bola ao invés de tentar tanto), mas reparem que nos últimos jogos ele sempre está próximo a zero ou até negativo.

    Sobre a parte ofensiva dele não temos do que falar, mas o que aparenta, pelo menos nos números, é que a parte defensiva precisa de ajuda. É estranho, se você pegar os números desse último jogo o Kyrie tem 2 desarmes e 32 pontos, porem está zerado no tempo que esteve em quadra.

    Bora que hoje tem mais…

    Let’s Go Celtic’s…

    3

    0
  4. Celso Cachali Jr disse:

    Com Thomas seria pior pode ter certeza. Mesmo amando o baixinho.

    0

    0

Deixe um comentário