29

abril

2017

7

Comentários

Jogo 6 – Bulls 83 x 105 Celtics

Em pouco menos de duas semanas de participação nos playoffs da Conferência Leste da NBA, o Boston Celtics passou por uma tempestade quase implacável, mas esse tormento, para alegria de toda a torcida verde e branca, se transformou em uma agradável bonança. Após sofrer com a morte de Chyna Thomas, irmã do Isaiah Thomas, e ser derrotado duas vezes em casa pelo Chicago Bulls, com atuações desastrosas, o Alviverde soube se reerguer, tanto na questão psicológica quanto na técnica, e essa volta por cima foi sacramentada na noite desta sexta-feira (28): com uma de suas melhores atuações nesta edição da liga, o Celtics não deu chances ao Bulls, venceu por 105 a 83, fechou a série por 4 a 2 e confirmou a classificação para as semifinais do Leste, que não disputa desde 2012.

Assim como na quinta partida da série, o diferencial do Boston Celtics foi o ala-armador Avery Bradley. Além da marcação sólida sobre Jimmy Butler, destaque do Bulls, o camisa 0 celta fez 23 pontos e pegou cinco rebotes. Mais uma vez titular, o ala Gerald Green também foi peça decisiva no triunfo do Alviverde, com 16 pontos e três assistências. O armador Isaiah Thomas, o ala Jae Crowder e o pivô Al Horford, que completaram o quinteto titular, anotaram 12 pontos cada.

No Chicago Bulls, o ala Jimmy Butler bem que tentou salvar a sua equipe da eliminação, mas os seus 23 pontos não foram suficientes para tirar a franquia de Illinois do buraco. O pivô Robin Lopez, um dos destaques de Chicago na série, anotou 10 pontos e pegou cinco rebotes em 24 minutos. Já o armador Isaiah Canaan, assim como no Jogo 5, tentou desestabilizar o elenco celta na base da provocação, só que faltou combinar o discurso com a habilidade: foram apenas nove pontos e uma assistência.

O Boston Celtics terá pouco tempo para festejar a classificação e festejar, já que o primeiro jogo das semifinais da Conferência Leste será neste domingo (30), às 14h (horário de Brasília), contra o Washington Wizards, que ficou na quarta posição do Leste na temporada regular e eliminou o Atlanta Hawks por 4 a 2. Os dois primeiros duelos da série entre Celtics e Wizards serão no TD Garden, casa do Alviverde.

O jogo

Disposto a garantir a classificação fora de casa, o Boston Celtics iniciou o jogo em um ritmo alucinante: sem deixar o Chicago Bulls respirar e com um excelente aproveitamento de longa distância, o Alviverde precisou de apenas seis minutos para abrir 10 pontos de vantagem. Robin Lopez e Jimmy Butler tentaram chamar a responsabilidade pela franquia de Illinois, mas o Celtics fechou o primeiro quarto com uma vitória por 30 a 23. No período seguinte, mesmo com a entrada da rotação, Boston manteve o ritmo e levou uma vantagem de 13 pontos para o intervalo.

Depois de uma ótima atuação no primeiro tempo, a equipe do Boston Celtics foi ainda melhor no terceiro quarto. Com uma defesa atenta, trabalhando a bola no ataque e acertando boa parte dos arremessos de longa distância, a franquia de Massachusetts abriu 30 pontos de diferença e sacramentou a vitória. No último quarto, enquanto esperava o tempo passar, o Celtics aproveitou para dar tempo de quadra aos reservas, que deixaram a diferença cair um pouco, mas sem maiores sustos.

Destaques do Bulls

Jimmy Butler (23 pontos e sete rebotes)

Robin Lopez (10 pontos e cinco rebotes)

Isaiah Canaan (Nove pontos e uma assistência)

Destaques do Celtics

Avery Bradley (23 pontos e cinco rebotes)

Gerald Green (16 pontos e três assistências)

Al Horford (12 pontos, sete assistências e seis rebotes)

Isaiah Thomas (12 pontos, seis assistências e cinco rebotes)

Jae Crowder (12 pontos e cinco rebotes)