Paul Pierce ganha homenagem e terá seu número aposentado pelo Boston Celtics

Depois de assinar um contrato de apenas um dia e o darem a honra de aposentar-se com o manto do maior campeão da NBA,  o ala Paul Pierce terá a sua camisa 34 aposentada pelo Boston Celtics, em uma cerimônia que ocorrerá após o jogo contra o Cleveland Cavaliers, pela temporada regular porvir, no dia 11 de Fevereiro, consolidando seu legado de 15 anos dedicados ao Celtics, que inclui inúmeras premiações, marcos significativos e o anel de campeão da NBA, conquistado em 2008.

“Paul (Pierce) faz parte de nosso time desde que adquirimos a equipe e crescemos para sermos campeões juntos “, disse o co-proprietário da franquia, Wyc Grousbeck. “Ele é uma ótima pessoa e um grande celta”.

Dez outros jogadores do Celtics vestiram o número 34 antes de Pierce ter sido recrutado pelo time com a 10ª escolha-geral do 1998 NBA Draft. Agora, após testemunhar o nome de Pierce disparar na maioria dos quadros estatísticos de classificação históricos da franquia durante seu tempo em Boston, a equipe campeã da NBA por 17 vezes irá levantar o seu número e colocá-lo entre as outras lendas e campeões celtas.

“Eu sempre serei grato pelos sacrifícios que Paul fez para ajudar o Celtics a ser cada vez melhor”, disse o presidente de operações Danny Ainge. “Seu amor pelo jogo era contagioso e seu talento e trabalho árduo foram lendários. Ele foi um dos melhores jogadores de sua era”.

“No momento em que fui recrutado pelo Celtics, eu sabia que estava me unindo a uma das organizações mais históricas da NBA”, disse Pierce. “Durante 15 anos, joguei no TD Garden, olhando os números das camisas de alguns dos jogadores mais emblemáticos do jogo, v.g. Russell, Bird e Cousy. Agora, ser reconhecido ao lado desses nomes, é uma honra. Eu sempre disse que seria um Celtic por toda a vida e, agora, isso vira realidade “.

A camisa de Pierce será levantada para as vigas do TD Garden em uma cerimônia que acontecerá menos de 10 anos após ele ter ajudado a elevar a bandeira do campeonato de número 17 para os celtas, em 2008. Enfrentando o rival Los Angeles Lakers, em sua primeira aparição em Finais da NBA da carreira, o eterno camisa 34 de Boston teve uma performance de 22 pontos na vitória no jogo 1, seguida de mais 28 pontos, acertando 9 arremessos em 16 (4 de 4 em lances de 3 pontos) e oito assistências no triunfo do jogo 2, em Boston. Seus 38 pontos, no jogo 5 dessas finais, representaram seu segundo melhor resultado de pontuação em 26 jogos de pós-temporada que disputou naquele ano.

Pierce foi nomeado jogador mais valioso das Finais da NBA naquele ano, fazendo dele o terceiro celta a receber as honras de MVP em sua primeira aparição na final da NBA (JoJo White – 1974, Cedric Maxwell – 1981). Ele teve uma média de 21,8 pontos (43,2% de FG, 39,3% 3-PT, 83,0% FT), 4,5 rebotes, 6,3 assistências, 1,08 roubadas de bola e 38,8 minutos na série de seis jogos que levou o Celtics a primeira bandeira de campeonato desde 1986.

“Paul era um jogador transcendente, um grande líder e excelente companheiro de equipe; simplesmente um dos grandes celtas em todos os sentidos “, disse o co-proprietário Steve Pagliuca. “Seu número no teto nos trará para sempre a lembrança da alegria que ele trouxe para o jogo de basquete e de seu amor pelos fãs e pela cidade de Boston”.

Enquanto seu papel nas Finais da NBA de 2008 será sempre lembrado como uma parte fundamental do legado dos Celtics, foi uma performance anterior àquela pós-temporada que realmente é lembrada como um de seus momentos mais icônicos usando o manto verde e branco. Lutando contra os Cavaliers no decisivo jogo 7 das semifinais da Conferência Leste, Pierce e LeBron James lutaram mano a mano numa batalha onde se alternaram pontuando e chegaram a marcar mais de 40 pontos cada. O capitão dos Celtics foi descarregou toda a sua munição, marcando 41 pontos (13-23 FG, 4-6 3-PT) para derrotar Cleveland, 97-92 e avançar para as Finais da Conferência Leste.

Em número de temporadas em Boston, as 15 de Pierce (de 1998-99 a 2012-13) perdem apenas para John Havlicek (16) como o jogador que passou mais tempo usando o uniforme celta. Ele produziu uma média de 21,8 pontos (44,7% FG, 37,0% 3-PT, 80,6% FT), 6,0 rebotes, 3,9 assistências, 1,44 roubadas de bola e 36,6 minutos nos 1.102 jogos de sua carreira com a franquia.

Ganhando seu icônico apelido “The Truth” (A Verdade) durante sua terceira temporada da NBA em 2000-01, Pierce lidera as listas da franquia em arremessos de três pontos (1.823), lances livres (6.434) e roubadas de bola (1.583), enquanto também se coloca como o segundo maior pontuador do Celtics de todos os tempos com 24.021 pontos na carreira. Ele atualmente está classificado nas listas dos 10 melhores da organização em partidas disputadas (terceiro com 1.102), minutos jogados (terceiro com 40.360), arremessos de quadra (terceiro com 7.882), tentativas de arremesso (segundo com 17.630), tentativas de arremessos de três pontos (primeiro com 4.928), tentativas de lance livre (primeiro com 7.979), rebotes ofensivos (oitavo com 1.008), rebotes (sétimo com 6.651), assistências (quinto com 4.305) e tocos (quarto com 668).

O No. 34 de Pierce, que também foi aposentado na Universidade do Kansas em 25 de janeiro de 2003, representará o 22º número aposentado na história da franquia de Boston. Ele se torna o primeiro Celtic a ter seu número retirado desde que o No. 31 de Cedric Maxwell foi aposentado em 15 de dezembro de 2003.

Caio Prazeres
Caio Prazeres
Paulista, paulistano, sãopaulino e viúva do Larry Bird, acompanha os Celtics desde o inesquecível ano de 1984. Guia de turismo, tradutor e produtor de eventos freelancer, tem como hobby coleção de camisas de futebol e do maior da NBA.

8 Comentários

  1. R Green disse:

    Ídolo maximo!

    0

    0
  2. David Pires disse:

    Sera que garnett terá a mesma honra , apesar de ter uma historia diferente de que a de pierce , a sua passagem por boston culminou com titulo , em que foi decisiva sua participaçao e quando foi embora do celtao foi a sangrar verde. Na minha opiniao merecia ter o seu numero 5 no nosso tecto

    1

    0
  3. Neto disse:

    nossa maior ídolo nesse século, ñ merecia menos, a camisa 34 subindo vai ser épico

    0

    0
  4. Fernando C Silva disse:

    Justo. PP deixou saudades e não será substituído na alma celta.

    0

    0
  5. Marcelo Jacob disse:

    Também acho que o Garnett merece essa honra.

    1

    0
  6. Henrique disse:

    Seu hoje eu torço para os Celtics, foi graças ao paul Pierce! Muito obrigado por tudo!

    0

    0

Deixe um comentário