17

abril

2017

15

Comentários

Jogo 1 – Celtics 102 x 106 Bulls

Aguardada com ansiedade pela torcida, a participação do Boston Celtics nos playoffs da NBA em 2016/2017 começou com uma dose gigantesca de sofrimento, dentro e fora de quadra. Além da trágica morte de Chyna J. Thomas, irmã do armador e All-Star Isaiah Thomas, o Alviverde teve que lidar, na noite deste domingo (16), com um resultado que não estava nos planos de atletas e fãs celtas. Mesmo jogando em casa, no TD Garden, o Celtics sofreu com um Chicago Bulls eficiente e concentrado, não conseguiu fazer uma boa atuação e foi derrotado por 106 a 102 no primeiro jogo da série.

Mesmo abalado com a morte da irmã, Isaiah Thomas decidiu jogar contra o Chicago Bulls e foi o destaque do Boston Celtics na partida. Além de anotar 33 pontos, melhor marca do duelo, o camisa 4 pegou seis rebotes e distribuiu seis assistências. Discreto no primeiro tempo, o pivô Al Horford fez uma boa atuação nos dois últimos quartos e encerrou o jogo com 19 pontos, oito assistências e sete rebotes. O ala-armador Avery Bradley, por sua vez, passou pela situação inversa: começou muito bem, mas depois caiu de produção. Mesmo assim, o camisa 0 fez 14 pontos e conseguiu três roubadas de bola.

Pelo lado do Chicago Bulls, o destaque foi o ala Jimmy Butler, que chamou a responsabilidade nos momentos mais difíceis do jogo e flertou com um duplo-duplo: foram 30 pontos e nove rebotes em 40 minutos. Entre os reservas, destaque para o ala-pivô Bobby Portis, que deu muito trabalho aos marcadores celtas e também ficou perto de um duplo-duplo, com 19 pontos e nove rebotes. O pivô Robin Lopez, titular, fez 14 pontos e pegou 10 rebotes, sete deles na quadra de ataque.

Além de abrir 1 a 0 na série, o Chicago Bulls quebrou a vantagem do mando de quadra do Boston Celtics com a vitória no TD Garden. Para igualar a situação e evitar um prejuízo ainda maior, o Alviverde precisa derrotar a franquia de Illinois nesta terça-feira (18), às 21h, em Boston, em partida que terá transmissão da ESPN para todo o Brasil. Depois desse jogo, Chicago atuará duas vezes seguidas diante de seus torcedores.

O jogo

Aplaudido a cada instante, um emocionado Isaiah Thomas comandou o ótimo início de jogo do Boston Celtics contra o Chicago Bulls. Com 13 pontos de seu armador, o Alviverde abriu uma vantagem de cinco pontos no primeiro quarto. No período seguinte, entretanto, o Bulls equilibrou o jogo: com boas jogadas de Rajon Rondo e Dwyane Wade, muita disposição nos rebotes ofensivos e diante da pouco inspirada rotação do Celtics, a franquia de Chicago virou o jogo. O prejuízo foi de apenas dois pontos para Boston porque o pivô Al Horford, no último lance, acertou um belo arremesso de longa distância.

Na volta do intervalo, Celtics e Bulls voltaram em um ritmo ainda mais forte. A franquia de Chicago manteve a liderança nos primeiros minutos, Boston conseguiu a virada, mas os visitantes deixaram tudo igual no fim do terceiro quarto, graças a um arremesso de três pontos de Jimmy Butler. No último quarto, o Chicago Bulls esteve mais tranquilo e encaminhou a vitória, contando com ótimas atuações de Jimmy Butler e Bobby Portis. O Celtics foi valente, lutou até o último segundo, mas não evitou a derrota em casa.

Destaques do Celtics

Isaiah Thomas (33 pontos, seis rebotes e seis assistências)

Al Horford (19 pontos, oito assistências e sete rebotes)

Avery Bradley (14 pontos e três roubadas de bola)

Destaques do Bulls

Jimmy Butler (30 pontos e nove rebotes)

Bobby Portis (19 pontos e nove rebotes)

Robin Lopez (14 pontos e 10 rebotes / duplo-duplo)