Jogo 2 – Celtics 97 x 111 Bulls

Abalado psicologicamente pela morte da irmã do armador Isaiah Thomas e pela inquestionável derrota em casa no primeiro jogo dos playoffs da Conferência Leste, contra o Chicago Bulls, o Boston Celtics complicou ainda mais a sua situação na pós-temporada. Em partida disputada na noite de terça-feira (18), no TD Garden, o Alviverde repetiu a péssima atuação da abertura da série, escancarou a sua falta de concentração e foi presa fácil para um motivado Bulls, que venceu por 111 a 97 e se aproximou da classificação para as semifinais de Conferência.

Mais uma vez, Isaiah Thomas foi o cestinha do Boston Celtics, com 20 pontos, mas mostrou um compreensível desgaste emocional pela tragédia familiar e sentiu a forte marcação do Chicago Bulls, principalmente de Rajon Rondo. O ala Jae Crowder, por sua vez, melhorou seu desempenho na quadra de ataque em relação ao primeiro jogo e anotou 16 pontos, só que manteve a displicência na defesa. Entre os reservas, destaque para o armador Marcus Smart, que fez 13 pontos e pegou oito rebotes.

No Chicago Bulls, os destaques foram o ala Jimmy Butler e o experiente ala-armador Dwyane Wade, que contribuíram com 22 pontos cada um. Velho conhecido do torcedor do Boston Celtics, o armador Rajon Rondo fez uma atuação espetacular e flertou com um triplo-duplo, anotando 11 pontos, 14 assistências, nove rebotes e cinco roubadas de bola em 40 minutos. Na rotação, o grande nome foi o alemão Paul Zipser, que contribuiu com 16 pontos.

Com duas vitórias em Boston, o Chicago Bulls pode garantir a classificação nos dois jogos seguidos que terá diante de sua torcida, no United Center, sendo que o primeiro deles será nesta sexta-feira (21), às 20h. Pressionado, o Celtics não tem outra saída e precisa de pelo menos um triunfo fora de casa para forçar a realização do Jogo 5, previsto para o TD Garden.

O jogo

Empurrado pela torcida, o Boston Celtics abriu 7 a 0 no início da partida, com cinco pontos de Isaiah Thomas, mas depois sofreu a virada e viu o Chicago Bulls abrir 12 pontos de diferença. Mesmo cortando o prejuízo e reassumindo a liderança no início do segundo quarto, o Alviverde sofreu com a disposição e as boas jogadas de Chicago, que levou uma vantagem de oito pontos para o intervalo.

No terceiro quarto, com Tyler Zeller tentando conter Robin Lopez no garrafão, o Celtics conseguiu se aproximar no placar e deu esperanças aos seus torcedores, só que a euforia durou pouco. Tranquilo e preciso diante de um rival nervoso, o Bulls recuperou a larga vantagem sem muitos problemas. No último quarto, com Boston mostrando o seu desespero na construção das jogadas e nos arremessos de longa distância, a franquia de Chicago continuou pontuando e garantiu a segunda vitória fora de casa nos playoffs.

Destaques do Celtics

Isaiah Thomas (20 pontos e quatro rebotes)

Jae Crowder (16 pontos e quatro assistências)

Marcus Smart (13 pontos e oito rebotes)

Destaques do Bulls

Jimmy Butler (22 pontos, oito rebotes e oito assistências)

Dwyane Wade (22 pontos e quatro rebotes)

Rajon Rondo (11 pontos, 14 assistências, nove rebotes e cinco roubadas de bola / duplo-duplo)

Gustavo Arruda
Gustavo Arruda
Gustavo, 25 anos, é maranhense de São Luís, estudante de Jornalismo, repórter esportivo do Imirante.com e colaborador do Futebol Maranhão. Fanático por esportes, principalmente futebol e basquete, é torcedor celta desde 2003, quando ouviu pela primeira vez o TD Garden lotado entoando "Let's go, Celtics!", e escreve no Celtics Brasil desde julho de 2011. Nas horas vagas, é goleiro, armador, consumidor de danone, tio do João Gabriel e dá seus pitacos sobre o maior campeão da NBA no Twitter: @gustavoarruda01.

13 Comentários

  1. JailtonSV disse:

    Embora tenhamos uma boa equipe, nossos jogadores (parte deles) não lidam muito bem com a pressão. Quando estávamos perdendo no início do último quarto, a equipe começou a queimar jogadas em bola de 3 como se a diferença fosse inalcançável e não houvesse tempo, tentando infiltrações dificílimas (tentando passar por dentro dos adversários), entregou-se ao desespero, ver alguém fazer isso no NBA2K já me dá agonia, imagine ver uma equipe de basquete profissional, e pra piorar ser justamente a equipe pra que eu torço.

    Do outro lado, bacana ver o Bulls jogar (pena que contra o Celtics), houve momentos da partida que eles trabalhavam tão bem a bola e pareciam tão conscientes do que faziam que eu via um pouco do Celtics da temporada regular.

    Fechando comentário, gostaria de destacar a atuação do Rondo, espero ainda seja eliminado nessa série, mas que consiga manter o alto nível de atuação para os próximos anos, é um ótimo armador e é lamentável por vezes ver tanto talento ser ofuscado por situações externas.

    0

    0
  2. Francisco Machado disse:

    Parece q os pequenos movimentos na deadline tão fazendo falta.
    Ainge soberbo, so agora so quer trade grande, Butler, PG…..
    Parece q esqueceu q foram as pequenas trades q foram melhorando absurdamente o nosso time, de degrau a degrau.
    Será q teríamos passando essa vergonha com um Ibaka, Faried,…. Mas segundo alguns torcedores, igualmente soberbos, esses caras não valeriam a pena, pois não elevam o o patamar, são jogadores de aluguel, bla bla bla…..
    Por isso não tenho pena nenhuma, e que fique de lição pro nosso GM.

    0

    0
    • StayStrong IT4 disse:

      Sr. Francisco Machado,
      Qual a sua experiência como GM de uma franquia da NBA? Quantos títulos você já conquistou? Qual a grande estrela que você já conseguiu para sua franquia?
      Com certeza todas suas respostas as essas perguntas anteriores serão nulas e insignificantes, então faço um apelo para que o senhor pare de despejar tantas asneiras e críticas infundadas e deixe nosso GM de verdade trabalhar em paz. Seus textos são péssimos e a forma com que você se refere à outros torcedores como “soberbos” mostra o quanto seu conhecimento sobre o Celtics e o basquete em geral são irrisórios.
      Por fim, te aconselho a acompanhar outros esportes nos quais a necessidade por vitórias são imediatas e deixe a NBA de lado, já que nesse esporte não há espaço para esse tipo de pensamento.

      0

      0
      • Francisco Machado disse:

        Sr. Fake
        Sou engenheiro e não GM, então realmente não tenho esperiência com franquia da NBA.
        Do lado da minha casa, tem outra casa em obra. Por esses dias estava passando em frente a ela, e o pedreiro responsável e devidamente pago pra fazer o serviço, estava em baixo da arvore tirando uma sonequinha.
        Pois bem, eu não sou mestre de obras, nunca levantei um muro na vida, não sou expert, mas eu acho q não preciso ser expert em construção civil pra perceber q o respon$ável pelo trabalho está dormindo no ponto. Percebeu a referência.
        Acompanho de perto o Patrios e o Buins. De vez em quando a MLB com os Cardinals. Além do ja famosos futebol.
        Peço q deixe de lado esses nomes fakes, e me deixe exercer a função de torcedor, reclamar do time quando ruim e cornetar o GM. Se vc acha esse time a altura do glorioso Celtics, quem tem q deixar a NBA de lado é vs, senhor……fake

        0

        0
    • Pedro disse:

      Amigo, discordo de você. Não só de você, mas de todos que vem aqui cornetar o Ainge pela deadline. MUITOS aqui elogiaram os Raptors pela suas movimentações, mesmo time que hoje tá tomando um piá de 30 pontos do Bucks, um bom time, sem demonstrar poder de reação NENHUM. Galera, ele fez o certo pelo FUTURO do time. Aceitem isso e superem. O Boston não vem pra disputar final de conferência ou final de NBA esse ano, se viesse seria lucro e todos nós ficariamos felizes e nos gabaríamos por ter o melhor GM da liga que ganharia um título com um time meia boca. Enfim, assim como falam que a morte da irmã do Isaiah não pode ser desculpa, não podemos jogar a culpa na falta de movimentação do Ainge. Esse não é o problema. O time está apático e simplesmente parece que esqueceu como jogar o jogo. Não falei nada no post das apostas pra série, mas vi gente delirando falando de 4×1 e até 4×0. Gente, menos, bem menos. Estamos enfrentando um time com 1 AllStar e dois ex AllStar, um cara que já foi líder de assistência da NBA e outro que carregou um Miami heat nas costas em 2006 pra ser campeão. Esses caras SABEM o que é Playoff e sabem o que estão fazendo. Não fico satisfeito com a situação, mas não aguento mais essa reclamação sem fundamento. Olhem a série do Bucks x Raptors e tirem suas conclusões.

      Go Celtics!

      0

      0
  3. Só passei pra falar que esse Amir Jhonson de titular não dá, ele é horrível. O cara não é bom e não se esforça pra pegar a porra do rebote, melhor botar o Zeller em quadra, pelo menos é mais inteligente.

    *A cada rebote ofensivo que os Bulls pegavam eu tinha vontade de quebrar tudo aqui em casa*

    0

    0
  4. Bruno Ferronato disse:

    Penso o seguinte, quem tem que estar abalado com a tragédia é o Isaiah, e mesmo assim ele vem fazendo a parte dele. O restante deveriam se fechar e jogar com garra, até como forma de homenagear o parceiro, mas não é o que se vê.
    Uma eliminação para o oitavo será desastrosa, tanto em termos de motivação como em termos de convencer novos free agents. Pior ainda se for varrida.

    0

    0
    • FELIPE RESENDE disse:

      Exatamente o que acho. caras tão se escorando na tragédia do IT q msmo estando abaixo (o q é natural) é dos poucos q tem lutado. Essa tijolação de bola de 3 do Crowder com 20seg de posse tá matando de raiva. Rebote ofensivo dos caras td hora, tá matando de raiva. Até a passividade do Stevens tá matando de raiva. Manda baixar marretada nos caras, “hack a Rondo”, soca o Crowder no banco jogo todo pra aprender a não ser tão burro, inventa alguma coisa aí nego, time tá afundando e a melhor ideia é chamar o mais soft ainda Zeller pro garrafão? Quer atrair FA como num time q aparenta ser contender e toma ferro na primeira rodada? Se tomar varrida nessa passividade então, vai vir ninguém.

      0

      0
  5. Marcos disse:

    Na boa, já perdemos a série.

    Estive aqui pensando em qual seria um jeito que tentar parar essa sangria na defesa.
    Tá difícil como sempre digo, em playoff jogador bom fica melhor ainda (Rondo, Wade, Butler) e jogadores ruins ficam ainda piores (todo Celtics menos Thomas).
    No entanto, duas coisas me surgiram:

    1- O time dos Bulls é bem ruim de FT. E nós preferimos deixar os caras bandejarem a vontade que dar a pedrada e botar o cara na linha do lance livre. Alguém aí já assistiu Rondo, Lopez e Wade com bom aproveitamento?
    Próximo jogo: JOGAR SEM MEDO DE SER FOOLED OUT.

    2- O único matchup razoável do Lopez é o Horford. Sei que ele não gosta de jogar de center, bláblá, nojinho de contato, mas não tem jeito agora. Passando o Horford para pivô podemos rodar melhor o time.

    Eu começaria com: Thomas, Bradley, Brown, Crowder e Horford. No matchup o Bradley tem que ficar com o Wade e evitar o Butler por ser o anão de jardim de sempre.
    Na rotação poderíamos fazer com: Rozier (ele é que é o armador reserva, incrível como isso não está claro ainda, nessa altura do campeonato), Smart, Green, Jerebko e Jhonson, sendo que Thomas (agora como SG) e Crowder (de F) devem jogar mais de 35 minutos para poder equilibrar a segunda unidade. KO, Green, Jhonson e Jerebko são para morrer com 6 faltas em todos jogos (embora eu não confie no boneco Michelin canadense nem para isso).

    []s verdes

    0

    0
    • Concordo com você em muitos pontos, mas não acho que já perdemos a série, mas…tem que ter vontade, e o Celtics começou a série sem vontade alguma. No ultimo jogo, a maioria errou muito, deixando os rebotes passarem batidos, e nos lances livres: não teve lance livre, quando tentavam, erravam muitas cestas de três. O Marcus errava duas vezes consecutivas e o Olynik, não sei o que ele está pensando da vida, fica olhando pro alto e não aproveita a altura que tem. Em Chicago temos que ir pra cima, como você disse: ” JOGAR SEM MEDO DE SER FOOLED OUT”. arriscar mais, disputar com vontade os rebotes, e não errar tantos passes igual erraram jogo passado, puro desespero. Eu entraria com a seguinte formação: Thomas, Bradley, Crowder, Green e Horford. Abs e Go Celtics!

      0

      0
  6. silvio freitas disse:

    Francisco Machado

    Falou tudo . Comentário lúcido . Parabéns . Nós somos torcedores. Isso basta . Esse time é ridículo . Defender isso ? Quem se meteu a fazer a renovação ? Garanto não fui eu nem você . Aliás , faríamos melhor . Traríamos pelo menos 2 pivôs e não passaríamos vergonha .
    Sds Celtics

    0

    0
  7. Renato Green disse:

    Não estou aqui pra defender Ainge ou os torcedores mas acho tão infantil achar que Ainge não tentou nada!!!
    Depois das negociações todos comentaram que por o Celtics ter tantos atrativos todos queriam furar os olhos do nosso time!
    Estamos nessa situação por uma tragedia ter afetado nosso líder, e relativamente normal, afetou a todos, e mesmo assim, seria difícil uma série no leste não ser equilibrada, tirando o Cavs ( James ) o resto está nivelado por baixo…
    Ser varrido sim, pode jogar a culpa na tragedia, mas se perdessemos de 4×2 ou ganhássemos de 4×1 em nenhum dos dois resultados eu ficarei surpreso. Fiquei surpreso sim, com a primeira colocação pois nosso time é bem limitado e com isso, confiante que estamos em boas mãos, pq com um time desse conseguimos evoluir tanto imagina se conseguirmos nos mexer bem na FA .

    Mas torcedor é muito emotivo mesmo, tem wue entender!

    0

    0
    • Oberdan Gonzalez disse:

      Na boa Renato, não concordo. Pelo menos o Sully (free agent) poderia ter sido contratado(jogador que conhece a rotação da equipe). O Sully e mais outro jogador desse tipo e as coisas poderiam ser bem diferentes.
      Sds.

      Ps – Eu gosto do Ainge. Mas não vamos esquecer o campeonato perdido com a troca do Perkins e outros pequenos casos. Por exemplo : Hassan Whiteside ficou duas temporadas a preço de banana, rodando até se encontrar. Outra : Greg Monroe não é o melhor jogador do mundo mais é o mais desvalorizado Ele é muito melhor do que falam e é um bom encaixe a um preço razoável.

      0

      0

Deixe um comentário