A relação Garnett-Trash Talking

Kevin Garnett:: Ultimamente ando escrevendo muito sobre ele, isso por ser um fã incondicional do Ala-Pivô do Celtics. Mas desta vez venho falar de um assunto que sempre gerou polêmica e que tem acarretado calorosas discussões nos últimos dias: Garnett e o trash talking.

“Jogar contra Kevin é um tormento, ele fala no seu ouvido o tempo todo e não te deixa em paz se estiver em quadra” é com essa declaração de Rasheed Wallace ainda nos tempos de Pistons que começo essa crônica.

Garnett é hoje, talvez, o maior “trash talker”, se assim posso chamar, da NBA. Grita o tempo todo, fala muito em quadra, atormenta seus adversários e gosta sempre de irritá-los o máximo que pode.

Isso é uma marca desse jogador desde seus tempos de Minnesota Timberwolves, e que muita gente condena, não gosta, ou até acha um tipo de jogo sujo.

Eu, particularmente apoio esse tipo de coisa, que faz parte da competitividade que existe no esporte e acho que até é  válido.

Poré, esse compartamento de KG tem gerado muita polêmica, especialmente no  jogo da semana passada do Celtics contra o Detroit Pistons, onde KG tradicionalmente foi irritar a Villanueva, e teria dito que o jogador do Pistons sofre de Câncer, e o mesmo não gostou nada disso,  já que sofre de uma doença chamada Alopecia universalis que causa a queda de todos os pêlos do corpo.

Garnett rebateu as críticas que vem recebendo por isso declarando que tinha falado que Villanueva era um câncer para o time de Detroit e um câncer para a NBA.

Sabemos que Kevin Garnett fala demais, joga sujo, mas será que ele seria tão baixo a ponto de dizer uma coisa dessa?Só ele mesmo pode responder…

Poré,  isso aqui poderia ser uma simples notícia, mas que deixaria uma série de perguntas, e que você leitor pode responder ai embaixo na caixa de comentários: Será que KG disse mesmo que Villanueva sofre de câncer? Você é a favor ou contrário a esse tipo de jogo de Garnett? e ainda mais, isso beneficia ou atrapalha o time?

P.S: Aqui vai um vídeo de apenas um dos vários lances em que Garnett abusa do artifício de falar em quadra.

23 Comments

  1. Kelvin disse:

    Na minha opinião eu Também acho valido esse tipo de ‘Trash Talk’, pois além de provocar o adversário em questão técnica, ele coloca mais um ‘tempero’ no jogo, o jogo fica quente e muito bonito de assistir! Além de que sou ‘Fan’ desse maluco. Apoio completamente. #GoCeltics

    0

    0
  2. Emerson disse:

    Não sendo como o caso Materazzi (final da copa do mundo de 2006) por mim é super válido, e dá ânimos ao jogo, pra ser sincero, eu acho super legal quando ocorre isso, desde que não seja ofensas escandalosas,

    0

    0
  3. Lucas Alves disse:

    trash talking acho que isso é meio de uma jogada também pois isso se for feito direito atrapalha o adversário isso é bom e eu apoio, um dos grandes ídolos nosso foi caracterizado assim também que é Larry Bird

    0

    0
  4. aLLaN disse:

    acho dessa vez ele passou de todos os limites , uma coisa e irrita o adv outra bem diferente e zoar da doenca q ele sofre ! Garnet tem basquetebol para jogar e nao precisa ofender a um ser humano dessa maneira , MINHA OPNIAO , sei q nen todos vao concorda , mais e oq eu acho . #GOCELTICS

    0

    0
  5. Victor Hugo disse:

    Eu acho valido mais tudo tem seu limite…

    0

    0
  6. Lucas Melo disse:

    Acho super válido esse tipo de trash talking, isso além de acabar com o jogo do adversário, destroi totalmente o psicológico da pessoa, apoio total ao KG.

    0

    0
  7. @PEDRO disse:

    eu axo q trash talk é diferente de discriminação, se ele falou q o Villanueva é um cancer pro time e pra nbs td bem, mas se ele falou q o cara sofre de câncer ai já é passar dos limites, mas essa parada de trash talk ñ é jogo sujo ñ, é jogo limpo, vc ñ ta agredindo ninguém (pelo menos fisicamente), é uma maneira de desestabilizar o adversário.

    0

    0
  8. Anderson disse:

    Quem apoia KG é porque não tem câncer ou nunca teve alguém na família com tal doença. O pessoal diz que acha valido porque não ofenderam a eles e sim os outros. Esporte é completamente o contrário. Não sou contra o Trash Talking. Sou contra humilhar o ser humano, e foi isso que aconteceu. Ridícula sua atitude KG.
    Go Celtics!

    0

    0
  9. Anderson Tomás disse:

    Quem apoia KG é porque não tem câncer ou nunca teve alguém na família com tal doença. O pessoal diz que acha valido porque não ofenderam a eles e sim os outros. Esporte é completamente o contrário. Não sou contra o Trash Talking. Sou contra humilhar o ser humano, e foi isso que aconteceu. Ridícula sua atitude KG.
    Go Celtics!

    0

    0
  10. Henrique disse:

    Concordo com Garnett. Pra mim a intenção dele talvez até fosse mesmo ter falado pela questão do Villanueva nao ter pelo, e como isso ao publico pegou mal, ele concertou depois.
    Mas acho que isso não tem nada haver, essa onda de que a pessoa tem que ser polticamente correta acaba criando um bando de babaca, que no fundo já pensa. É não dizer o que pensar já é pensar em dizer. Logo, acho que dá pra se usar do artificio, e assumir que o fez e caso a outra pessoa se sinta ofendida, aí sim cabe um pedido de desculpa analisando o caso.

    0

    0
  11. sacha disse:

    Ridículo o que fez. Vou continuar admirando-o como jogador, mas como ser humano foi uma decepção para mim. Só vai me interessar o que ele fizer em quadra, fora dela não tenho mais o mínimo interesse por suas declarações e atitudes.

    0

    0
  12. Henrique disse:

    Anderson,
    A questão é complexa. Você ter o cuidado, por exemplo, de fazer uma piada sobre cancêr já é um puta de um preconceito. Por isso que muito dos programas de humor do brasil tende a serem chatos. Não se pode discutir assuntos que são incorretos. Isso pra mim é uma cretinice e um preconceito. Um sujeito pode contar tranqüilamente uma piada de loira pra um grupo que existem negros e loiras, mas se contar uma piada de negro, é considerado racista. Isso pra mim é preconceito.
    Sobre o trash talking, essa busca por um novo sentido na frase é uma hipocrisia. É muito mais válido o Garnett ter falado que fez uma piada porque o Villanueva não tinha pêlo (talvez o proprio garnett desconhecesse da doença, que NÃO É UM CANCER) e depois do fato, se o Villanueva ter-se sentido ofendido, o Garnett pedir desculpas, do que essa hipocrisia do politicamente correto.

    0

    0
  13. Rodrigo Correa disse:

    Sou a favor do trash talking. Mas desde que saibam utilizá-lo.
    Me lembro de ter visto uma matéria sobre o trash talking com Reggie Miller (que era um especialista no trash talking). E teve um jogo do Pacers (time de Miller) contra o Knicks que era uma rivalidade forte na época. E o Miller abusou do trash talking pra cima do armador do Knicks que não me lembro o nome. Tamanha foi a provocação de Reggie, que o jogador provocado por ele foi expulso por ter batido no próprio. Claro, com uma grande “cena” de Miller..rs.
    O fato é que depois da expulsão, Pat Ewing (do Knicks) quis partir pra cima do companheiro expulso..rs, pq ele sabia que Reggie ia utilizar do trash talking pra pertubar o adversário, e o cara tinha que ter se controlado e lidar com isso.
    Essa foi a matéria que eu vi que o Miller caprichou no trash talking. Só que, ele provocou falando como o cara joga mal, que ele (Miller) é melhor do que o cara, que não adianta marcar ele, pq ia acabar com o jogo do mesmo jeito. Enfim…esse é o trash talking que eu acho legal. Agora utilizá-lo através de um doença ou um preconceito, eu não concordo. Acho que Garnett foi extremamente infeliz, mesmo que não tenha tido intenção de provocar através de uma doença.

    0

    0
  14. Lucas disse:

    KG é ídolo pra mim não só pelo grande potêncial que tem e já provou + tbm por esse comportamento, eu diria que isso é caracteristico de quem gosta de vencer e é lógico que existem vários comportamentos de atletas vencedores, é uma caracterista dele e eu gosto pakas.

    Quanto ao “bafafá” que vem rolando na imprensa sobre o Villanueva eu sinceramente e sem fanatismo acredito na palavra do KG, até mesmo pq como ele disse ele sofre com isso na própria família. Confesso que seria uma grande decepção se ele tivesse falado aquelas besteiras mesmo.

    0

    0
  15. Renan disse:

    Talvez o KG tenha pegado pesado, mas o que acontece na quadra se resolve na quadra, e não postando no twitter. Pra mim o CV deveria ter retrucado, ou batido de frente com o KG, como a maioria faz.

    0

    0
  16. Anderson Tomás disse:

    Henrique…
    Quando vc compara uma piada de loira com uma de negro é uma comparação sem fundamento algum. Quando vc pega uma piada de loira que é ridículo, vc não pega elementos históricos como ao fazer uma piada sobre negros, que por muito tempo no Brasil e no mundo foi considerada uma sub-raça ( digo isto como negro). Os loiros não são um grupo excluso como os negros em várias situações e ainda hoje no Brasil ( por incrível que pareça).
    Só quero lembrar a todos que talvez não lembrem da NBA nos anos 90 que Trashs usados por jogadores como Charles Barkley e Karl Malone foram totalmente criticados e esquecidos por todos os fãs da NBA por atitudes lamentáveis que tomaram na época. Outros Trashs como o de Scott Pipen, Larry Bird são lembrados por que não precisaram mexer com a doença de ninguém ( Como no caso de Magic Jonhson), muito menos humilhar alguém e destroçavam o adversários. O Oscar uma vez falou de Trash sem palavras do Pipen ( se é que é possível sem palavras…) e que o tirou completamente do jogo.
    Só lembrando Rodrigo, o Trash do Miller foi em cima do John Starks dos Knicks. O Miller era rei de Trash , só que o primeiro Trash foi do Starks que não cumprimentá-lo no começo da partida, elevando a raiva do “Teletubbie” Miller. Mais a frente todos devem lembrar da discussão feia dele com o cineasta Spike Lee, considerado um dos maiores algozes do Miller na época da rivalidade Knicks x Pacers.
    Go Celtics!

    0

    0
  17. Jonathas disse:

    Esse Villanueva ta parecendo a filhinha da imprensa, aposto na palavra do KG, alguém que sabe de perto oq significa um CA não brinca com isso, e vamo falar a verdade, o Villanueva é sim uma espécie de CA para o time dele srsrsr…

    Já pensou oq o nosso Bird falava pros outros jogadores, oq o Rodmam, Malone, Miller ou o Barkley sussurrava nos ouvidos dos adversários.

    É claro que é válido, se num aguentar PEDE PRA SAIR! #GoCeltics

    0

    0
  18. Edu disse:

    Daqui a pouco vão querer criar um “STJD” pra acabar com a NBA como fazem com os esportes brasileiros.

    Concordo com o Jonathas, se não aguenta pede pra sair!

    0

    0
  19. Rodrigo Correa disse:

    Anderson,
    Era realmente o Starks. E bem lembrado da briga do Miller com o Spike Lee. E teve um jogo de playoff que o Knicks tava dominando o Pacers, e o Spike começou a provocar o Miller, e aí o Miller simplesmente começou acertar tudo que arremessava e ficou provocando o Spike. O resultado daquele jogo foi que o Pacers conseguiu buscar um jogo perdido em pleno Madison Square Garden. E todo mundo ficou de cara com o Spike Lee que não devia ter provocado a fera.

    0

    0
  20. Germanceltic disse:

    caaraa garnett e uma feraa, apoio ese tipo de jogo, “BE AGRESIVE”

    0

    0
  21. FaBio Alexandre disse:

    Trash é valido sim e dúvido que KG fosse humilhas o VilaNueva, Danny Ange e Doc Rivers já falaram que KG tem esse problema na familia e seria hipócrita em dizer isso, o Villanueva quer é se promover via Twitter já que pelo basquete não dá.

    0

    0
  22. dayber disse:

    isso no basket a gente pode ate achar legal quando é o time da gente ki faz mas o dos outros com certeza nos estariamos contra se fosse o caso , no futebol por ex meses atras o neymar disse pra um zagueiro de um time menor ki ele era milionario e o cara era um pé de chinelo; Trash Talking?

    0

    0
  23. Jonathas disse:

    Trash é uma coisa dayber, mostrar contra-cheque em campo é outra!

    0

    0

Deixe um comentário