Visite nossas Redes Sociais
Curta e siga nossas redes para ter acesso a conteúdos exclusivos, além de manter-se sempre atualizado sobre novos artigos no site.

Celtics 112 x 117 Thunder

Vindo de um bom momento na temporada, após uma série de quatro vitórias consecutivas, o Boston Celtics recebeu o Oklahoma City Thunder, no TD Garden, na noite da última sexta-feira, 23 de dezembro. Mas apesar da excelente sequência, a equipe de Boston não foi páreo para o adversário comandado por Russell Westbrook, candidato ao prêmio de MVP da temporada. Com atuação memorável de seu armador, o Thunder triunfou sobre o Celtics, pelo placar de 117 a 112.

O Celtics vinha de uma semana desgastante: os últimos três confrontos da equipe aconteceram fora de casa, num intervalo de cinco dias, com viagens em noites alternadas. A equipe de Boston acabou por triunfar em todos estes embates, no entanto, foram jogos difíceis e bastante equilibrados, decididos apenas nos últimos segundos de partida. Além disso, a vitória contra o Pacers acabara na noite de quinta-feira, menos de 24 horas antes do confronto contra o Thunder. Logo, o cansaço para a partida contra a equipe de Oklahoma City era evidente.

As equipes, que enfrentam-se em apenas duas oportunidades por temporada, haviam se encontrado há menos de duas semanas, no dia 11 de dezembro, com vitória do Thunder. Nesta partida, o Celtics, desfalcado de seu armador All-Star Isaiah Thomas, teve a liderança do placar durante quase todo o jogo, mas pecou nos instantes finais, quando Westbrook liderou sua equipe à virada. Ainda neste confronto, o armador do Thunder acabou tendo interrompida sua sequência de jogos consecutivos com triplos-duplos. Foram sete partidas seguidas com a marca, igualando lendas como Michael Jordan e Oscar Robertson, e ficando apenas dois jogos atrás do recordista Wilt Chamberlain.

Desta vez, Isaiah Thomas esteve em quadra. E o duelo com Westbrook prometia ser interessante. O armador do Thunder é o maior pontuador da liga, vice-líder em assistências e líder no índice de eficiência de jogadores, o PER. Thomas não fica muito atrás: é o quinto na tabela de pontuadores da NBA, 15º entre os líderes de assistências e o 10º no índice de eficiência do jogador. E, na opinião de muitos críticos de NBA (e do autor deste texto), tratava-se do duelo entre os melhores armadores de cada conferência.

As duas equipes fizeram uma partida bastante equilibrada. Nenhuma equipe desgarrou muito no placar. No primeiro quarto, a equipe de Boston chegou a liderar o confronto por 11 pontos, mas logo o Thunder tirou essa diferença. Em certo momento do terceiro quarto, foi o Thunder que teve uma grande liderança, de 10 pontos. Mas o Celtics também tratou de tirar essa diferença na sequência.

No quarto período, mais uma vez o duelo entre Westbrook e Thomas era bastante aguardado: trata-se dos dois maiores pontuadores no último quarto de jogo e dos dois melhores jogadores da liga em situações clutch. O Thunder ainda entrou no último período liderando por nove pontos, mas, faltando pouco mais de sete minutos para o término da partida, o Celtics empatou o jogo. Depois disso, as equipes trocavam-se na liderança do placar e, até o minuto final, a diferença do resultado parcial não passava de uma posse de bola.

Só que Russell Westbrook torna-se simplesmente imparável nestes momentos. Marcado o último período inteiro por Marcus Smart ou Avery Bradley, dois dos melhores defensores de toda a liga, o armador do Thunder não tomou conhecimento de seus adversários e liderou a equipe de Oklahoma City à vitória. Westbrook marcou os últimos 15 pontos do Thunder na partida, com direito a duas cestas de três pontos sensacionais nos últimos 75 segundos, com Smart e Bradley quase que literalmente em seu pescoço.

Westbrook terminou a partida com 45 pontos, 11 assistências e 11 rebotes, chegando ao seu 14º triplo-duplo em 30 jogos na temporada. Este triplo-duplo do armador do Thunder quebra uma longa sequência do Boston Celtics: até este embate, o Celtics era a equipe da NBA com mais partidas consecutivas sem sofrer triplos-duplos, com 230 partidas. John Wall, em 22 de janeiro de 2014, havia sido o último atleta adversário a conseguir a marca contra a equipe de Boston.

“Nós colocamos ótimos defensores nele (Westbrook) e ele fez grande jogadas. Eu não sei o que dizer a não ser ‘tiro o chapéu pra ele’ pelas jogadas que fez.”, disse o treinador do Celtics, Brad Stevens, a respeito da atuação de Westbrook.

Com a partida destacada de Westbrook ofuscando os demais, poucos perceberam a partida sensacional de Isaiah Thomas: foram 34 pontos e 10 assistências para o Anão. Assim como o armador do Thunder, Thomas liderou sua equipe no último quarto, tirando a diferença inicial de nove pontos e chegando a empatar e virar o confronto. Em dado momento da partida, chegou a ter os cânticos de MVP cantados pela fanática torcida de Boston. Só que infelizmente isto não foi suficiente para derrotar a equipe de Oklahoma City.

Após esta derrota, o Celtics viaja para Nova Iorque para enfrentar o rival de divisão, New York Knicks, no dia de Natal. O jogo será transmitido ao vivo pela ESPN, às 15h, horário de Brasília. Já o Thunder, recebe o Minnesota Timberwolves, também no dia de Natal, às 23h, com transmissão ao vivo da ESPN+.

Destaques da Partida

Boston Celtics

Isaiah Thomas: 34 pontos e 10 assistências
Al Horford: 23 pontos e 6 rebotes
Amir Johnson: 17 pontos, 6 rebotes e 5 assistências
Avery Bradley: 16 pontos e 6 rebotes

Oklahoma City Thunder

Russel Westbrook: 45 pontos, 11 rebotes e 11 assistências
Enes Kanter: 20 pontos e 6 rebotes
Domantas Sabonis: 20 pontos
Steven Adams: 8 pontos e 11 rebotes

Author avatar
Fábio Malet
Gaúcho de Porto Alegre, bacharel em Ciência da Computação e engenheiro de softwares sênior. Apaixonado por esportes, tem o jornalismo como um hobby e pretende, futuramente, fazer pós-graduação na área. Acompanha NBA desde o começo de 2007 e, pé-quente, viu seu Boston Celtics ser campeão na primeira temporada inteira a que assistiu. Torce também para Grêmio, Tottenham Hotspur, Boston Red Sox e Green Bay Packers.

Postar comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.