Celtics 122 x 116 Grizzlies

Vindo de uma excelente vitória contra o Toronto Raptors, o Boston Celtics aproveitou a vantagem de jogar em seu ginásio, o TD Garden, e bateu o Memphis Grizzlies por 122 a 116. A partida disputada na noite da última sexta-feira (18) teve como principal história o show de Kyrie Irving que, mais uma vez, conduziu o maior campeão da história da NBA para o triunfo.

A partida começou disputada entre as equipes, com algumas trocas de liderança até o final do primeiro quarto, quando a franquia de Massachusetts passou à frente no placar e abriu 9 pontos. Para o desespero do torcedor celta, a equipe, como de costume, sofreu com sua inconsistência. Apesar de ter aberto 16 pontos de vantagem ainda na metade do segundo período, o alviverde de Boston foi para o intervalo perdendo a partida por 4 pontos, tendo concedido 38 pontos ao adversário no segundo quarto.

Kyrie Irving já estava jogando bem, acertando quase tudo o que tentava e também encontrando seus companheiros livres com ótimos passes. Porém, no terceiro quarto, seu show começou. Irving anotou 20 dos seus 38 pontos somente no terceiro quarto, construindo a vantagem que manteve até o final do jogo. Além da alta pontuação, o astro da camisa #11 fez jus ao número que carrega e distribuiu 11 assistências. Em toda a sua carreira, Irving conseguiu um duplo-duplo com mais de 20 pontos e mais de 10 assistências em jogos seguidos somente em 3 oportunidades. Todas elas ocorreram nesta temporada.

Cabe um destaque especial para Marcus Smart, que terminou o jogo com 20 pontos, acertando 6 de 8 arremessos de três pontos. O armador celta tornou-se extremamente eficiente nos arremessos de longa distância. Somente nos últimos 10 jogos, Smart acertou 45% das vezes que tentou, o que fez sua porcentagem geral na temporada subir para 37%. Apenas para colocar tais números em perspectiva, vale lembrar os nomes de alguns atletas que estão menos eficientes nas bolas de três pontos do que Marcus Smart na temporada 2018/2019. São eles: Klay Thompson, Kemba Walker, Devin Booker, Victor Oladipo, Bradley Beal, Jamal Murray, Kyle Lowry, Chris Paul, Joe Ingles e Eric Gordon.

Além dos já citados, o Boston Celtics teve como destaques o pivô Al Horford, que anotou 18 pontos em eficientes 8 acertos em 10 tentativas, incluindo 2 bolas de 3 pontos. Vindo do banco de reservas, o ala Jaylen Brown foi bem nos poucos minutos que obteve, anotando 12 pontos e 6 rebotes. Aron Baynes também foi bem, especialmente no garrafão, assegurando 12 rebotes e 3 tocos.

Pelo lado do Memphis Grizzlies, Mike Conley foi o destaque, como de costume, com 26 pontos e 4 assistências. O calouro Jaren Jackson Jr. foi muito bem na partida, com 23 pontos e 4 rebotes, incluindo 2 acertos de três pontos no minuto final de jogo. Vindo do banco, Shelvin Mack contribuiu com 15 pontos e 7 assistências. Por fim, o espanhol Marc Gasol fez um duplo-duplo curioso para um pivô: 11 rebotes e 12 assistências. Só não conseguiu um triplo-duplo pois anotou somente 4 pontos.

O próximo compromisso do time do técnico Brad Stevens será na noite deste sábado (19), às 22h30 (horário de Brasília), quando o Boston Celtics enfrentará o Atlanta Hawks na State Farm Arena, em Atlanta (GA). Já o Memphis Grizzlies viaja ao Canadá para enfrentar, também hoje, o Toronto Raptors.

Destaques do Celtics

Kyrie Irving (38 pontos, 11 assistências e 7 rebotes – duplo-duplo)

Marcus Smart (20 pontos, 6 rebotes e 3 roubos de bola)

Al Horford (18 pontos e 3 rebotes)

Jaylen Brown (12 pontos e 6 rebotes)

Destaques do Grizzlies

Mike Conley (26 pontos e 4 assistências)

Jaren Jackson Jr. (23 pontos e 4 rebotes)

Marc Gasol (4 pontos, 11 rebotes e 12 assistências – duplo-duplo)

Shelvin Mack (15 pontos e 7 assistências)

Boxscore



Melhores Momentos

 

Publicidade

Eduardo Quirino
Eduardo Quirino
Eduardo, 31 anos, nascido em Niterói/RJ, mas é Resendense de coração. Bacharel em Direito, estudante de Administração e flamenguista, é apaixonado por esportes e envolvido com o basquete desde os 14 anos. Ex-pilar do Volta Redonda Rugby, ex-capitão do Resende Rugby e atual ala-pivô do Basquete Resende, tem como espelho a lenda Kevin Garnett, razão pela qual começou a torcer para o Boston Celtics em 2008. KG se foi, mas o amor pelo Celtics é pra sempre!

Deixe um comentário