Jogo 5 – Celtics 114 x 112 76ers

Publicidade

Em situação confortável por causa das três vitórias no início das semifinais da Conferência Leste da NBA, mas em estado de alerta depois do tropeço no Jogo 4, o Boston Celtics recebeu o Philadelphia 76ers na noite de quarta-feira (9), no TD Garden, com a missão de garantir a presença na final de conferência pela segunda temporada consecutiva, o que não acontecia desde a era Larry Bird, entre 1984 e 1988. Empolgado pelo triunfo no duelo anterior, o Sixers jogou de igual para igual, mas a força do caldeirão de Boston e a determinação dos atletas celtas fizeram a diferença: com muita frieza e raça nos minutos finais, o Celtics bateu o 76ers por 114 a 112, fechou a série em 4 a 1 e avançou à decisão do Leste.

Sem a mesma produção ofensiva dos confrontos anteriores e diante de um Philadelphia 76ers atento a cada lance, o Boston Celtics teve dificuldades para abrir vantagem: o duelo no TD Garden teve 21 mudanças de liderança, recorde nesta edição dos playoffs. O que fez a diferença para o Alviverde foi a postura no minuto final, quando anotou sete pontos, enquanto o Sixers só conseguiu pontuar em um improvável arremesso de longa distância de JJ Redick.

Melhor jogador do Boston Celtics na série contra o Philadelphia 76ers, o ala Jayson Tatum chamou a responsabilidade mais uma vez e foi o cestinha celta no Jogo 5, com 25 pontos. Foi o sétimo jogo seguido de Tatum com 20 ou mais pontos nos playoffs, igualando o feito de Julius Erving, em 1972, e Donovan Mitchell, que também atingiu a marca nesta edição da pós-temporada. De volta ao quinteto titular, o ala-armador Jaylen Brown teve uma atuação segura e anotou 24 pontos, com 10-13 nos arremessos. Já o armador Terry Rozier, mesmo em uma noite pouco inspirada, contribuiu com 17 pontos e seis rebotes.

Pelo lado do Philadelphia 76ers, os destaques vieram do garrafão. Além de anotarem 27 pontos cada um, o pivô Joel Embiid e o ala-pivô Dario Saric fizeram um duplo-duplo cada: o camaronês pegou 12 rebotes, dois a mais que o atleta croata. O armador Ben Simmons, por sua vez, chegou perto de um triplo-duplo, com 18 pontos, oito rebotes e seis assistências.

Agora, o Boston Celtics fará a reedição da última decisão da Conferência Leste contra o Cleveland Cavaliers: responsável pela eliminação celta nos playoffs de 2017, a franquia de Ohio fez a quarta melhor campanha da conferência na temporada regular e avançou à final após vitórias sobre Indiana Pacers e Toronto Raptors. Dono do mando de quadra na série, já que ficou na segunda posição do Leste na fase classificatória, o Celtics inicia a série contra o Cavaliers neste domingo (13), às 16h30, no TD Garden.

Destaques do Celtics

Jayson Tatum (25 pontos e quatro assistências)

Jaylen Brown (24 pontos e quatro rebotes)

Terry Rozier (17 pontos e seis rebotes)

Destaques do 76ers

Joel Embiid (27 pontos e 12 rebotes / duplo-duplo)

Dario Saric (27 pontos e 10 rebotes / duplo-duplo)

Ben Simmons (18 pontos, oito rebotes e seis assistências)

Boxscore

Melhores Momentos

Gustavo Arruda
Gustavo Arruda
Gustavo, 26 anos, é maranhense de São Luís, estudante de Jornalismo e repórter esportivo do Imirante.com. Fanático por esportes, principalmente futebol e basquete, é torcedor celta desde 2003, quando ouviu pela primeira vez o TD Garden lotado entoando "Let's go, Celtics!", e escreve no Celtics Brasil desde julho de 2011. Nas horas vagas, é goleiro, armador, consumidor de danone, tio do João Gabriel e dá seus pitacos sobre o maior campeão da NBA no Twitter: @gustavoarruda01.

14 Comentários

  1. Publicidade

  2. Fernando disse:

    Como já era esperado, a série foi fechada, com mais sofrimento do q eu gostaria nesse quinto jogo, mas foi.

    Agora tem uma coisa que me incomodou, como q o Brad Stevens não recebe nenhum voto pra eleição de melhor coach??? Será estão assistindo os mesmo jogos q eu?? Ou será apenas mais um boicote que Boston vai ter q enfrentar??

    Feliz pela classificação, mas decepcionado com essa notícia.

    11

    0
    • Marcos disse:

      Cara, acho que não foi para eleição de COY.

      E, relaxa, um prêmio que vai para D. Casey e M. D’Antoni em uma liga que tem Pop, Stevens, Snyder e Kerr não tem credibilidade técnica nenhuma.
      Não para qualquer um que tenha o objetivo de levantar o caneco de campeão.

      []s verdes

      6

      0
      • luiz eduardo disse:

        Cara, o que Casey fez esse ano o credencia de vencer o COY co toda certeza, assim como D’Antoni tbm mereceu ano passado. O que espanta e Stevens não receber nenhum voto e Doc e Stotts, sim, isso sim é putaria.

        0

        0
      • Raphael disse:

        Parece que o “Choke of Year”, Dwane Casey foi demitido.

        3

        0
  3. Felipe Barreto Gomes disse:

    Acho que os outros técnicos boicotam o Stevens por inveja e por ele ser ele relativamente novo. Mas na votação de COY QUE a NBA faz ele deve ter, no minimo, um bom número de votos, quem sabe até levar

    9

    0
  4. Marco Ferreira disse:

    Caraca, sobre o jogo…

    Smart arremessa o primeiro lance livre tentando acertar e erra…
    Smart arremessa o segundo lance livre para errar e acerta…
    Smart intercepta o lançamento matando o jogo…

    Resumindo, Smart sendo o Smart…

    Let’s Go Celtics…

    17

    0
  5. cavassin disse:

    Time jogando demais pela quantidade de problemas. Tatum em 2 anos será uma estrela da NBA. Joga fácil demais

    3

    0
  6. Fernando Silva disse:

    JOGO 1: 13/5, 16h30 – em Boston
    JOGO 2: 15/5, 21h30 – em Boston
    JOGO 3: 19/5, 21h30 – em Cleveland
    JOGO 4: 21/5, 21h30 – em Cleveland
    JOGO 5: 23/5, 21h30 – em Boston*
    JOGO 6: 25/5, 21h30 – em Cleveland*
    JOGO 7: 27/5, 21h30 – em Boston*

    3

    0
  7. Celso Cachali Jr disse:

    Tatum tem muita personalidade, brown Se tiver o mesmo pensamento de Tatum vai ser outro monstro… Que futuro brilhante… Feliz de mais, obrigado Nets, obrigado, aingA, obrigado Paul Pierce e Kevin Garnett. Por estes caras nossa rebuild foi a mais rápida da história. Kings, wolfes, sun’s q o digam péssimos.

    Smart e engraçado de mais parece o do contra… Mas é um leão queria muita a renovação dele por 13 milhas por ano…

    8

    0
  8. Danilo Marques disse:

    Esqueceu de Citar, Lakers,Magic,Knicks,Mavericks,
    Reconstruir não é um Processo Nada Fácil, porem o Ainge tornou isso mais Fácil Tomando decisões que Nenhum GM que tomar do Tipo Se Livrar Dos Seus Maiores Idolos…O cara Foi Sensacional.

    3

    0
  9. Marcos disse:

    Hahaha, isso mesmo vão ter de renomear o prêmio.

    Abs verdes

    2

    0

Deixe um comentário