Visite nossas Redes Sociais
Curta e siga nossas redes para ter acesso a conteúdos exclusivos, além de manter-se sempre atualizado sobre novos artigos no site.

Pré-temporada: Real Madrid 96 x 111 Boston Celtics

Ainda presente na Europa, o Boston Celtics partiu para seu segundo jogo de pré-temporada contra o Real Madrid, considerado por muitos o melhor time de basquete fora da NBA, na tarde desta quinta-feira (8), na Arena Barclaycard Center. Em um clima muito descontraído, típico de amistosos, o torcedor celta que compareceu em grande número ao duelo em Madrid, embora esperançoso que saísse com a vitória, esperava um jogo disputado contra a equipe local.

Do momento em que a bola laranja subiu até o final do primeiro tempo de partida, encontramos um jogo bem equilibrado. Nossa equipe alviverde encontrava dificuldades em acertar o arremesso e infiltrar no garrafão adversário, desperdiçando muitas oportunidades. Enquanto o ataque não ia bem, o time espanhol encontrava muitos espaços para arremesso em nossa defesa.

Tivemos um jogo agradável de se assistir pelo equilíbrio tido no placar, já que nenhum time conseguiu abrir grande vantagem até o final da primeira etapa, quando os Celtics abriram 10 pontos de vantagem.

Voltando do intervalo com uma diferença confortável, o Celtics ficou mais relaxado e podemos perceber melhor o trabalho em equipe feito por Brad Stevens. Além dos titulares, os suplentes entram muito bem, destacando-se o novato Terry Rozier, que anotou 14 pontos em 16 minutos.

A partir daí, tivemos um jogo monótono, em que os jogadores celtas não encontraram muitas dificuldades em alargar a diferença, que chegou a 20 pontos. Por outro lado, o Real Madrid, já abatido, não ofereceu muita resistência em reagir. O jogo terminou 111 a 96 para o time de Boston, como no confronto realizado em 1988, curiosamente.

De volta aos Estados Unidos, ainda em pré-temporada, os Celtics irão reencontrar o Brooklyn Nets, na próxima quarta-feira (14), às 20h30, no Barclays Center.

box score

 

Author avatar
Pedro Gabriel
Fanático pelo Flamengo, me aproximei do basquete pelo mesmo. Não satisfeito, quis me aventurar em outras terras e acabei parando em Boston, em 2014.

30 comentários

  1. Algumas considerações pelo que vi nos dois amistosos, até aqui.

    1) David Lee ofensivamente é A CARA do esquema tático do Stevens.
    Ele tem um QI de basquete altíssimo e tem horas que parece que o armador da equipe, pela forma como sai de baixo do garrafão para receber e todo mundo já se movimenta para receber seu passe.

    Fora a parte da armação, tem muito recurso de finalização e bom posicionamento para pegar rebotes, uma carência do Celtics a anos.

    Eu renovaria logo com ele e o garantiria na equipe por uns 3 anos, que acho que é o tempo que ele ainda vai permanecer contribuindo em bom nível, e já tratava de buscar uma troca por Sullinger e sua péssima ética de trabalho.

    2) Com Thomas, Smart e Rozier, a posição de PG está fechada por 10 anos…hehehe. Uma preocupação a menos para o futuro.

    3) Sempre defendi o Young por conta de ele ser muito jovem e tal…mas pra mim já ta dando. A ética de trabalho dele sempre foi questionada e sua estabilidade emocional quando em quadra parece muito frágil.
    Com 16 jogadores na equipe, um vai ter que ser cortado, e eu ficarei muito puto se PJ III for o escolhido para dar adeus, enquanto Young fica mais um ano.
    Hunter em 2 meses de equipe já conseguiu mostrar muito mais do que o Young em 1 ano, e ele não é tão mais velho assim

    • Gbrunus Boston

      Velho pior que é isso mesmo, quando eu estava vendo o draft do ano passado eu fiquei muito de cara por nós termos contratados ele, talvez daki 3 ou 4 anos ele venha a ser um allstar mais até agora também acho q ele deve ser cortado

    • Everton Santos

      Se a paciência com o Young se esgotou em um ano, imagina a paciencia dos torcedores do OKC com o perry jones. Excluir young pra deixar jones é trocar 6 por meia dúzia. Sem contar que young tem muito potencial. precisa ser trabalho o psicológico do garoto.

      • PJ III não esgotou a paciência de nenhum torcedor de OKC, pelo contrario, sua saída foi MUITO lamentada por lá.

        PJ III mostrou seu potencial por lá um monte de vezes, ao contrario do Young. O que ocorreu no entanto, é que ele se machucou muito e não teve sequencia.

        Outro fator que faz PJ valer mais pro Celtics que o Young, é que a posição 2 está forrada de opções e a 3 é nossa maior carência. Sendo assim, seria bem mais prudente apostar no PJ e ver no que dá.

        • Everton Santos

          Sinceramente, não vi torcedor do Thunder lamentando a saída do Jones não… pelo contrário, vi vários agradecendo ao nosso GM. hahaha. Potencial por potencial, prefiro ficar com o Young. Mais novo e sem histórico negativo de lesões. O que não podemos fazer, é desacreditar de um garoto de que tem 20 anos, por uma temporada de rookie. E se isso realmente acontecer, Ainge estaria assinando seu atestado de loucura. Afinal, trocamos PP34 + KG só por uma pick top 10 em 2016? Lembre-se que a pick 17 2015 era do Nets, onde draftamos o Young. Se dispensarmos o garoto, é a mesma coisa de ter trocado PP34 + KG por uma pick top 10 de 2016. Onde há nexo nisso nessa trade?

          • Encontre alguém aqui, seja torcedor do Thunder (existe?), Celtics ou demais equipes, que acharam que o GM do Thunders fez bem em liberar o PJ.

            http://jumperbrasil.lancenet.com.br/2015/07/14/para-aliviar-folha-salarial-thunder-envia-perry-jones-para-boston/

          • Everton Santos

            Ué, neste link tem dizendo o quanto Jones será mais eficiente que o Young, ou é vírus? Não tô entendendo… Qual é a questão? kkk

          • Você disse isso aqui:

            “Sinceramente, não vi torcedor do Thunder lamentando a saída do Jones não… pelo contrário, vi vários agradecendo ao nosso GM. hahaha.”

            Te mandei um link da notícia do dia da troca, pra você ver como TODOS, mas TODOS MESMO, acharam que o GM do Thunder fez uma burrada em dispensa-lo

          • Everton Santos

            Todos? Todos mesmo? Tem certeza? Um link do Jumper BRASIL? Evidencia a opinião de todos os torcedores do OKC? kkkkk
            E a questão aqui foi sempre o potencial Young x Jones. Se você acha que Jones tem mais potencial e merece mais uma vaga no time que o young, ok, respeito sua opinião. Mas não posso concordar com essa loucura. Vide um cara que está a mais de 3 anos na liga e ainda não mostrou para que veio. Muito pelo contrário.

          • Jones sempre foi apontado como potencial para ser All Star. Young nunca teve esse perspectiva sobre ele.

            Quanto ao jones não ter mostrado ainda muita coisa em três anos, isso é perfeitamente explicável por conta de 2 coisas.

            1) Lesões

            2) Porque ele era simplesmente o reserva do DURANT! Vai ter minutos pra se desenvolver como, se vc é reserva do segundo melhor jogador da NBA, que atua em média 40min por jogo?

            Na única vez que Jones pode jogar mais de 20min com partidas em sequencia, ele enfiou aquela sequencia de jogos dominantes, onde certa vez meteu 35 pontos e 12 rebotes.

            O potencial dele portanto é maior que o do Young. Fora o fato dele ser mais versátil e útil ao time por jogar na 3, 4 e 5.

            O que vai definir se ele fica em Boston ou não é seu relacionamento com os companheiros nesses dias em que está no grupo e PRINCIPALMENTE sua saúde. Deve estar sendo avaliado todo dia pela equipe médica, para saberem se ele vai ter condições de ter uma carreira a altura do seu talento, ou não.

          • Everton Santos

            Oden também tinha mais potencial que Durant. Lesões acabaram com a carreira dele. Melhor apostar num sadio que num cara que sempre tá precisando da samu. E nunca vi potencial no Jones para ser AS. Pela matéria que vi aqui nesse site, vocês tratam o Jones como novo Jordan. Mas pera lá. Se ele Joga na 3, 4 e 5, podia facilmente ter jogado com o Durant, isso não é motivo pra não render em quadra. Outra coisa, analisar potencial por causa de 3 partida seguidas… aí aí aí… não é arriscado? além de ter sido a única boa sequência do garoto?

          • A posição dele é a 3. Ele PODE atuar alguns minutos na 4 e 5 ..mas como sabe, na 4 do Thunder tmb tinha um senhor chamado IBAKA.

            E o potencial dele não é avaliado por 3 jogos e sim pelo que ele jogou na universidade e pelos lampejos que mostra vez ou outra.

            Young por sua vez, nunca mostrou um lampejo se quer, nem mesmo em liga de verão, onde só a escória joga. E olha que ele já jogou DUAS ligas de verão e duas pré temporadas.

            Ninguém aqui fala que Jones é o novo Jordan, mas ele é facilmente o jogador mais atletico da equipe. Pode atuar em posições mais carentes que young e ao longo da sua carreira, mostrou mais, tanto que antes da lesão as vésperas do Draft, ele foi cotado para ser escolha top5.

            Por outro lado…você protege o Young como se ele tivesse muito mais potencial.
            Young é e sempre foi a aposta de MAIOR RISCO de todo o draft. Pode melhorar, ma spor enquanto ele não fez nada mais do que o FAB MELO fez em Boston. Isso sem contar a terrível ética de trabalho pra evoluir, que já foi questionada abertamente para a imprensa tanto por GWall quanto por Brad Stevens e Ainge.

            Como eu disse….Jones ficar ou não na equipe vai depender na minha opinião, da comissão médica.

            Lembrando que Bradley também sofreu muito com lesões nos seus primeiros anos na liga, e agora parece que está mais confiável.

  2. Renato

    Concordo com quase tudo Daniel, exceto..

    1) Sullinger não pode ser negociado, ele trás muita qualidade vindo do banco, e se for jogar de 15 a 20 minutos, ele pode ajudar.

    2) PJ III realmente é mais talentoso do que o Young no momento, mas essa lesão no joelho e esse retorno por falecimento de um primo me incomodaram. No caso da lesão, ele já teve problemas anteriores no joelho e no caso do falecimento, achei que um cara que tá brigando por vaga no elenco, não podia se dar ao luxo de jogar, justamente quando Turner abriu a oportunidade, se fosse Pai, Mãe, Irmão ou Filho entendia, de resto achei falta de profissionalismo.

    • Eu não conheço a vida de PJ, não sei qual o grau de proximidade dele com o primo. E se foram criados juntos? E se forem quase irmão?
      Não da pra julgar isso não. Mortem e afamilia é morte em família, e pra mim sempre vai ser prioridade sobre um jogo amistoso.
      Provar que é melhor que o Turner, ele pode fazer nos 500 treinos que terá pela temporada e pelos 82 jogos.
      O enterro de um parente querido é apenas UMA vez!

      Com relação ao Sullinger, o fato é:

      1) Não tem ética de trabalho, continua gordo e vai ter uma carreira de lesões

      2) Ficou claro que vai ser banco e pro banco ja temos Amir, que é igual ele no ataque e muitoooo melhor que ele na defesa.

      3) Vai ser FA ao fim do ano e seu salario vai no minimo triplicar

      4) É uma das poucas moedas de troca que o Celtics tem.

      Sendo assim, se aparecesse o negócio certo, eu não pensaria duas vezes em passar essa bucha pra outro, em troca de reforçar os setores mais carentes como pontuação na asa e defesa no garrafão.

  3. Danilo Jeolas

    Ainge não vai dispensar o Young para ficar com o Jones III. Além da questão técnica e do teto evolutivo, pesa também que Young é fruto da troca que dinamitou o Big Three. Nosso GM é muito vaidoso para tal, haja visto o quanto permaneceu com Jeff Green apenas para não dar o braço a torcer que jogou um anel no lixo quando desfez o paint da equipe mandando o Perkins embora.

    E por fim, Rozier antes do Portis foi realmente de doer. Mas algo natural para um general manager que queimou uma pick 22 em Fab Melo.

  4. Jota

    Daniel, também não sei se concordo com relação ao Young.

    Por um lado concordo que a manutenção de um SF seria melhor que de mais um SG, mas pelo que deu para ver do Young jogando sem problemas na D-League ele parece que, se bem treinado, dará um ótimo jogador. Ele doutrinou na D-League, literalmente. Jogou demais por lá. Tá certo que se fizermos qualquer comparação com outros da mesma idade, talvez ele saia atrás… Mas alguns jogadores demoram mesmo a demonstrar serviço, especialmente na NBA onde os minutos são bem limitados.

    Se fosse para pensar em alguém para dispensar, eu não pensaria duas vezes em me desfazer do Jerebko que do Young, mas isso sem pestanejar. Jerebko já tem 28 anos, não trás tantos números vindo do banco e se quer é uma aposta.

    Logo, prefiro ainda apostar no Young para 1 ou no máximo 2 anos do que manter o Jerebko no time e me desfazer do James Young.

    • Mas o Jerebko embora jogue na 3 e 4 de origem, ele foi utilizado na 5 com sucesso em alguns jogos do ano passado, e o Stevens já avisou que vai utilizar ele mais vezes lá, este ano.

      Então digamos que ele vai ser o maior coringa do time, vindo do banco.
      Sendo o tapa buracos principal no caso de lesões surgirem.

      Claro que o Young tem potencial pra ser mais jogador que o Jerebko jamais foi ou vai ser. Mas é isso…potencial…potencial nunca mostrado de fato em quadra e nos treinamentos em Boston.

      Eu fico tranquilo de sentar e ver uma partida sabendo que o Jerebko vai iniciar jogando.
      Não posso dizer o mesmo se na hora da escalação eu ver o Young. Seria derrota quase que certa!

      Young pode ser bom, calar todos no futuro e tal..mas eu vejo o HUNTER como se tornando um jogador melhor e mais eficiente DOS DOIS LADOS DA QUADRA. Então porque manter o Young?

      • Jota

        Na NBA o potencial é valorizado e trabalhado. Não tivemos nem 2 anos com o garoto e já queremos o queimar em detrimento de alguém que pode vir a ser um coringa?! De quase 29 anos? Que até antes de vir para o Celtics era menos conhecido que a enterrada do Young no Final Four?

        Agora, se for embalar ele em um pacote para trazer qualquer jogador que seja nossa carência (3 ou 5), aí eu vejo vantagem e concordo. Mas se desfazer dele só para fechar o elenco para a temporada vai ser uma EXTREMA burrice.

        Eu realmente não sei se você já viu todos os highlights do James Young em Kentucky e na D-League, porque é uma aposta válida ainda. Ele não demonstrou talento jogando pelo Celtics, mas não quer dizer que seja um lixo dispensável para fechar o elenco que se quer vai disputar o título de conferência.

        Se você pegar todos os highlights, vai ver que os recursos estão lá, todos eles. Não é jogador de lampejo, de uma noite de sorte.

        Em Kentucky:

        14 pts, 4.2 rbts, 1.6 ast, 0.75 stls, 0.2 blks
        40% FG 2pts, 34% FG 4pts, 70% FT
        Em 40 jogos com média de 32 min.

        Na D-League:
        21 pts, 4.8rbts, 2ast, 1.5 stl, 0.5blk,
        46% FG 2pts, 44% FG 3pts, 76% FT
        17 jogos com médias de 32min jogados.

        Ou seja, ele melhorou TODOS os stats em 1 ano, isso jogando com jogadores que provavelmente são “muito mais profissionais” que de algumas universidades da NCAA.

        Se for pra trocar por algo que seja de carência do Celtics, eu apoio. Agora, cortar para fechar elenco? Baita burrice.

        • Na DLeague FAB MELO era monstro!
          Faverani fazia TD
          MarShon Brooks era o novo Kobe!

          Veja bem…eu acho que o Young tem talento e capacidade pra evoluir…mas tenho visto depositando nele uma fé de que ele será um All Star, titular incontestável e coisa e tal.

          Calma lá né!
          Ele foi a 17ª escolha por algum motivo né?
          E 100% das vezes que entrou em quadra pelo Celtics, não mostrou nada.

          Sua defesa é nula, sua mecânica mostrou brechas contra adversários mais qualificados, suas decisões são ruins e sua ética de trabalho é questionável, de forma que até o GWall veio a publico dar um puxão de orelha nele (Além do Brad e do Ainge)

          Então veja que o problema é mais em baixo.
          – Não corresponde no jogo
          – Não treina decentemente
          – Não evoluiu em nada (alias, desevoluiu)
          – Está em uma posição forrada de opções, inclusive de jogadores tão jovem quanto.

          Quando falo pra se livrar, é claro que não é pra rescindir o contrato de graça, e sim buscar uma troca, de preferencia em um pacote, que traga algo relevante pra equipe.

  5. Anderson Tomás

    É legal ver um jogo contra um bom time que joga com características diferentes ( regras, posicionamento, marcação etc…) do que vai se encontrar durante todo o ano.
    Pra mim alguns pontos me chamaram bastante atenção neste jogo:

    1- Amir e Lee vão dar caldo podemos esperar . Vejo Lee bastante motivado.
    2- Estou realmente empolgado com Jordan Mickey. Tenho muitas esperaças no garoto.
    3- Rozier, dá uma sobrevida para a posição 1 bem bacana. O garoto defende muito bem.
    4- James Young vai estrear quando?
    5- É muito legal esse formato competitivo e igualitário na nova ordem Celta. O “socialismo green” onde não existe uma estrela rs ( obs.: não sou socialista rs). Mas um “Franchise Player” que sempre teve no maior campeão da NBA faz muita falta…

  6. Renato

    Em relação ao Young, embora entenda que tá cedo para julgá-lo, acho que não temos espaço para mantê-lo, inclusive levando em consideração que teremos mais
    7 ESCOLHAS DRAFT esse ano se não me engano, ou seja, é lei da selva mesmo, render continua, não rendeu vai para o mercado.

    Sou totalmente a favor de embalar um pacote de Sullinger + Young por um center defensivo, que ainda é nossa maior limitação, e agora com o Lee, podemos nos dar ao luxo de ter um center que só defenda.

    Se tem uma equipe nessa temporada que pode surpreender é o Celtics. O
    Elenco ganhou mais equilíbrio com as aquisições do Lee e Jhonson, Smart
    tá vindo com tudo e deve fazer uma temporada muito boa e o Rozier parece
    que também pode contribuir de imediato.

    Falta a cereja do bolo, e
    se vier na posição 5 (Cousins estou falando de vc) melhor, mas também
    existe espaço na posição 3, apesar de Turner e Crowder quebrarem um
    galho.

    As posições 1,2 e 4 estão muito bem servidas.

    Em
    termos de rotação, acho que o Celtics está entre os 10 melhores times da
    liga, já que titulares e reservas se equiparam, logo o time não sentirá
    muito a falta de jogadores por lesão ou desgaste.

    Chutaria que vamos brigar entre a 3ª a 6ª colocação do leste.

    • Exatamente. LEI DA SELVA.
      Tem muito macaco no galho e muito querendo subir.
      Então não da pra segurar vaga.

      Young pode evoluir? Claro!
      Vai se tornar um all star? Duvido
      Hunter é melhor e deve ter carreira melhor? Parece provável.

      Então porque segurar o rapaz e se desfazer de PJ e Jerebko, que são caras de setores carentes da equipe?

      Eu se fosse o Ainge já metia a louca e empacotava Young, Sullinger e TODAS as picks desse ano (incluindo a do Nets), para buscar um 3 ou 5 com tarimba pra ser titular.

      • Renato

        Ressalva Young + Sullinger + 6 picks, EXCETO a do NETS, essa temos que deixar aqui.

        Que Tal Young + Sullinger + 2 first pick Celtics e Wolves + 2 second pick Sixers e Heat por Al Horford.

        Como o Hawks tem Splitter e o Horford é expirante acho que pode rolar.

        Um quinteto de

        Smart – Bradley – Turner – Lee e Horford Seria bem legal de ver, e se o PJIII vingar…talvez sejamos o time a confrontar com o CAVS, até pq nosso banco é muito bom, um dos melhores da liga, e não temos a necessidade de 1 All Star.

        • Danilo Jeolas

          Se o Ainge der isso tudo no Horford tem que ser degolado no Quincy Marker, com umas três horas de tortura antes.

          • Porque?
            Young não tem prestado nem pra banco
            Sullinger além de virar banco e ter minutos reduzidos por conta de Lee e Amir, ainda tem uma etica ridicula, ta gordo e vai viver de lesões.
            As picks citadas provavelmente não vão render nenhum all star.

            Se esse pacote aí não vale um pivô DE ELITE, como Holford que atua bem dos dois lados da quadra…eu não sei o que pode valer.

            Inclusive acho que é uma oferta baixa, e que o Hawks nunca aceitaria.

            Pivôs valem MUITO. E conseguir um bom não é nenhum pouco fácil. Quem tem, não quer perder.

          • The Real Jay

            Pow Danilo, Horford é monstro, imagina um garrafão Amir e Horford! Baita upgrade, e acho essa trade viável.

  7. drakes

    Em relação ao Young, sou do grupo que ainda é cedo, só ficaria surpreso se ele vira-se um fora de série, mas se viesse boa troca claro que faria, afinal não tem intocado nesse time.

    Sobre as picks, eu ficaria com a do Nets, gosto do Jakob Poeltl e Cheick Diallo que estão lá pela 10 posição do draft neste momento, caso eles (Brooklyn) ainda sejam piores tem no top 5 por exemplo o Ben Simmons, Brandon Ingram, Skal Labissiere e Dragan Bender.

    Até por que próximo ano dependendo quem fique até o final, afinal estamos falando de um time que tem um GM chamado Ainge, mas dos “16” jogadores agora sob contrato, o Celtics terá para renovar Turner, Sullinger, PJ, David Lee e Zeller, podendo ainda “opt out” para Amir e Jerebko, por isso não duvido que mais alguém aí saia em fevereiro inclusive o Jerebko tem um contrato atraente (é bom salientar).

  8. […] amistoso contra o Real Madrid, Bradley foi o cestinha celta com 17 pontos (7/14 FG), na vitória de Boston por 111×96. Nessa partida, o ala-armador perdeu seu primeiro arremesso de três na pré-temporada, mas ainda […]

Postar comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.