Visite nossas Redes Sociais
Curta e siga nossas redes para ter acesso a conteúdos exclusivos, além de manter-se sempre atualizado sobre novos artigos no site.

Prévia – Phoenix Suns (29-27) x Boston Celtics (20-33)

Em sua segunda série de jogos fora de casa contra equipes da Conferência Oeste, o Boston Celtics não tem tido sorte e sofreu duas derrotas contra times que estão entre as piores campanhas da temporada 2014/2015. Para tentar reverter o quadro e somar uma importante vitória rumo aos playoffs da Conferência Leste, o maior campeão da história da NBA encara o Phoenix Suns na noite desta segunda-feira (23), em duelo que será disputado no US Airways Center.

Depois de uma campanha surpreendente em 2013/2014, o Phoenix Suns começou bem a temporada e parecia que voltaria aos playoffs depois de cinco anos de ausência, mas a equipe teve uma grande queda de rendimento, com direito a derrotas nos últimos quatro jogos e a perda da oitava colocação do Oeste para o Oklahoma City Thunder, que já tem duas vitórias a mais. Diante de um Celtics enfraquecido, a franquia do Arizona espera fazer as pazes com os bons resultados e dar uma resposta aos seus torcedores.

Com as saídas de Goran Dragic para o Miami Heat e a negociação de Isaiah Thomas para o mesmo Boston Celtics que enfrentará em casa, o Suns aposta as suas fichas no talento de Eric Bledsoe e na juventude de Alex Len, que deve ser titular no garrafão. No banco de reservas, o técnico Jeff Hornacek já deve contar com o experiente Danny Granger, principal reforço para o restante da temporada.

O Boston Celtics, de maneira até surpreendente, não vem mantendo a evolução que estava sendo construída antes da pausa para o All-Star Game e que poderia ser consolidada com a chegada de Isaiah Thomas. A derrota diante do irregular Sacramento Kings e a doída derrota para o rival Los Angeles Lakers deixaram o clima incerto novamente em Boston. Ainda com chances de playoffs, mas com possibilidades de queda para o Draft, o Alviverde não sabe o que priorizar, mesmo com a temporada em sua reta final.

Em relação ao time que perdeu o clássico em Los Angeles, o técnico Brad Stevens não deve promover alterações, já que tem todos os titulares do último duelo à disposição e apenas dois desfalques: os alas-pivôs Jared Sullinger e Kelly Olynyk. Mesmo expulso diante do Lakers, Isaiah Thomas pode jogar normalmente e deve sair do banco para ser o maior pontuador verde e branco no Arizona.

Ficha Técnica

Local: US Airways Center (Phoenix, AZ)

Horário: 23h (horário de Brasília)

Phoenix Suns: Eric Bledsoe, Gerald Green, P.J.Tucker, Markieff Morris e Alex Len. T: Jeff Hornacek

Boston Celtics: Marcus Smart, Avery Bradley, Evan Turner, Brandon Bass e Tyler Zeller. T: Brad Stevens

Author avatar
Gustavo Arruda
Gustavo, 28 anos, é maranhense de São Luís, jornalista formado pela UFMA e repórter do Imirante.com. Fanático por esportes, principalmente futebol e basquete, é torcedor celta desde 2003, quando ouviu pela primeira vez o TD Garden lotado entoando "Let's go, Celtics!", e escreve no Celtics Brasil desde julho de 2011, com mais de 1.700 textos publicados. Nas horas vagas, é goleiro, armador, tio do João Gabriel e da Alice, e também dá seus pitacos sobre o maior campeão da NBA no Twitter: @gustavoarruda01.

28 comentários

  1. Renato

    Excelente jogo coletivo da equipe. Ganhamos na base da vontade e em especial do Talento do Thomas, esse moleque joga demais e nao respeita ninguem, segundo jogo pelo Celtics, segundo jogo com mais de 20 pontos.

    Bradley muito bem na partida. Smart com sua defesa devastadora e melhor jogo do Young pelo Celtics, foi lucido durante os 18 minutos que jogou, fez 8 pontos e 5 rebotes, mas acima de tudo foi para dentro e teve um desempenho defensivo melhor.

    Bass e Crowder tambem merecem uma mençao de louvor pelo empenho e contribuiçao ofensiva e defensiva.

    Quando parece que vamos para loteria, os caras me enganam outra vez rsrsrs.

    Dos times jovens acho que Celtics e Jazz são destaques.

    Parabens ao Ainge por conseguir o Thomas, esse garoto vai ser muito importante quando voltarmos a ser Contender.

    • The Real Jay

      Concordo Renato, esse francês do Jazz, Rudy Gobert foi um achado de ouro, pick 27 de primeiro round no draft 2013. O muleke tá jogando muito, pega rebote como ninguém.

      • Oberdan Gonzalez

        Concordo em 100% com vcs. Mas o Boston podia ter um jogador que teria o mesmo impacto que o Gobert, que é o Whiteside. Esse mlk ficou largado por aí e não teve um profissional no Celtics para enxergar isso. Se tivéssemos o Hassan hoje nossa equipe seria offs fácil.

        Saudações Celtas.

  2. Mauricio Green

    Esse time joga com muita vontade. Jogou fácil o primeiro tempo , em especial o 2 quarto, sofreu no segundo tempo esteve p perder mas não se entrega.

    AB muito bem ofensivamente e defendo como nos bons tempos. Precisa achar regularidade, seja de uma serie p outra seja dentro de um mesmo jogo.

    Thomas parece que vai dar liga. Decisivo no final, com um lance de 4 pontos e uma senhora infiltração.

    Smart continua a defender como sempre (muito) e oscilando no ataque,hj não foi bem ofensivamente…. Calma ele é calouro. Li uma matéria em um site americano que mostrava que também os G estão levando tempo p chegar ao seu potencial (isso já é comprovado para PF-C).

    Young ainda esta meio pedido na defesa. Mas foi mais uma vez bem no ataque 2-3 em quadra 3-4 na linha de lance livre. Queria ver ele arremessando mais.

    Bass um guerreiro e eficiente.

    Zeller coitado lutou mas apanhou muito, falta nele nem pensar em marcar.

    Só não perdemos o jogo pq o Suns não jogo mais na zona pintada. Pegamos 10 rebotes a menos…. Se nosso garrafão já era fraco sem Sully então vamos sofrer ainda mais.

  3. Barry

    Cara to muito feliz pelo Isaiah, bom chute de 3 ( apesar de ontem não ter tido um bom aproveitamento ), e o cara não ta nem aí para a diferença de tamanho, parte pre cima e pede a bola nos momentos decisivos. E o Bradley voltando a ter aquela defesa infernal. MDS. 6 steals. Lembrando que no jogo passado ( ou retrasado, não lembro direito ) o Smart teve 5 steals.
    Young ficou com quase 20 minutos de jogo, ALELUIA!!!!!!!! E o Thorton em…..kkkkkkk
    Crowder tava inspirado ontem tbm, bem nos rebotes, defesa e bolas de 3.
    E pra finalizar 2 observações:
    – Como faz falta o Sully
    – Como esse time do Suns piorou depois da trade line.

  4. Renato TD

    Este Thomas não respeita ninguém mesmo ! O Tampinha vai para cima e não está nem aí. Fora que joga muito ! Excelente aquisição.

  5. The Real Jay

    Cara se tivesse com o Sully jogando aí, era offs.

  6. Walisson

    Isiah Thomas é o tipo de jogador pra cair nas graças da torcida…

  7. Alefe Miranda

    nosso novo franchise player Isaiah Thomas.. rsrs

  8. Jota

    Há muito tempo eu não via o Celtics dominar um time do Oeste, pelo menos Contender (Ou ex contender agora) como ontem… Ainda mais fora de casa.

    Para quem não viu o jogo, o placar não reflete o massacre que foi e o domínimo. O Celtics, apesar de ter cochilado no 3Q e dificultado o 4Q parecia que iria ganhar, de uma forma ou de outra. Chegamos a meter 20p, ou quase isso, de diferença no 1º T. Todas as bolas estavam caindo, infiltrações funcionando e a marcação também. Bradley e Smart, que dupla, meus amigos. Os caras são infernais marcando. Correm e perseguem o tempo todo, trocam de marcação o tempo todo, marcam até jogadores de outras posições e maiores. Se o Smart evoluir para um chutador razoável e um infiltrador que ele demonstrou ser nos anos de High School, com a seleção americana e nos tempos de Oklahoma State, acho que estaremos muito bem servidos.

    Isaiah Thomas não teve um jogo brilhante no começo, um pouco tímido talvez, mas chamou a responsa principalmente no segundo tempo, quando pedia a bola, trabalhava no pick’roll e ia pra cima sem medo nenhum. O moleque é abusado, mesmo. Aquela jogada de 4PTs dele foi pra calar o ginásio (Bladsoe tinha acabado de meter 2 bolas de 3pts seguidas). Tem um QI que eu não sabia que ele tinha para enxergar as jogadas. Tô gostando muito do jogo dele. Tá me deixando com uma esperança absurda.

    Smart evoluindo ainda mais defensivamente. Seus passes estão funcionando. Só seus arremessos que parecem terem regredido, o que é normal com desgaste e mais tempo de quadra. Mas voltará a evoluir. Acho que ele tem tudo para aprender na brotheragem com o Thomas. E acho engraçado a forma que esse cara é frio. Jogou ontem super tranquilo (E já tinha jogado assim no Staples Center)

    Young finalmente tendo muito tempo em quadra, evoluindo, sendo jogado pro jogo, pra sentir a dificuldade. Pontos para o Stevens nisso. Acho que não daremos mais tempo para veteranos. Daqui em diante serão aquisições que ficarão no time para a reconstrução.

    Ps: Bass merece muito mais que um simples parabéns. Tem sido um dos nossos melhores jogadores nos últimos jogos. Tem dropado bastante ponto, esforçado bastante, na defesa e no ataque. Sem Sully e Olynyk ele tá se soltando bastante. E tá com confiança.

  9. Danilo Jeolás

    Vencemos quatro jogos no Oeste até aqui (Jazz, Blazers, Nuggets e Suns), algo que não acontecia desde o Big 3 completo, o que é digno de registro. Os playoffs são possíveis, ainda que eu entenda que Pacers (principalmente com o retorno do George), Heat e Nets têm maiores chances de obterem as duas vagas restantes. Mas seria um grande prêmio para este elenco, que mesmo dinamitado, mostra grande respeito a torcida e gana por vitórias.

    Thomas entrou muito bem, superando as minhas expectativas e será sempre uma certeza de quinze pontos adicionados ao score final. E também ratifico o quão subestimado é Brandon Bass, que mais uma vez vem segurado a onda do nosso garrafão “bichado”. Uma renovação com ele até uns 4 MI por temporada não pode de modo algum ser descartada, é útil demais.

    Com relação ao draft, o Okafor será a primeira escolha de qualquer um. Depois dele, está bem equilibrado, mas a maioria das franquias candidatas à pick “amaldiçoada” tem grande carência na Posição 2, o que me faz crer que optarão pelo D´Angelo Russell.

    Towns tem caído um pouco e muita gente já aposta que poderá ficar de fora do Top 5.

    Entendo que além de pivô obviamente, nossa maior carência está na 3. Se não formos aos offs, o Justise Wislow é capaz de sobreviver até uma décima escolha, caso se eleja ao Draft. Mesmo sendo calouro, um ano de Duke potencializa bastante qualquer jogador, pode ser uma aposta do Ainge.

    Muitos apontam o Oubre como uma escolha mais segura e de repente seria mesmo. Mas Wislow é apontado por muitos como o prospecto de perímetro mais atlético da classe.

    Já o Caulie-Stein, tenho minhas dúvidas. Terceiro ano de Kentucky e ainda oscila bastante. Muitos dizem que é um Dalembert com menos QI. Não tem nenhuma nuance de escolha do Ainge.

    Mas por fim, não tenho dúvidas que este plantel merece jogar a pós-temporada. E até com alguma chance de fazer uma bagunça na primeira rodada.

  10. Alefe Miranda

    Cara acho que esse draft vai seguir mais o menos o que o mock diz mesmo seria isso aqui http://www.nbadraft.net/2015mock_draft

  11. Renato

    Olha essa notícia que apareceu no Realgm:

    Report: 76ers Were Willing To Discuss Trade Of Joel Embiid For 2015 Pick

    Rapaz como uma franquia pode ser tão sem noção rsrsrs.

    Tudo bem que o Noel está jogando bem, mas você negociar um jovem promissor como o Embiid sem ve-lo jogar e pífio.

    Vamos Ainge nossa escolha + um 2 round e a gente testa o Embiid nessa equipe.

    • Jota

      Ele deve tá muito bichado para o 76ers querer trocá-lo assim sem nem deixá-lo entrar em quadra. Deve tá nível Greg Oden, não é possível!

      Se bem que até faz um pouco de sentido para o 76ers. Se conseguirem mais uma pick no top 10, que deve ser que estão pedindo, deve vim a fazer uma diferença.

      Mas eu não sei se eu arriscaria. Trocar assim sem nem deixar o cara estrear, tem alguma coisa aí!

  12. Sander

    Pegaria o Embiid e tentaria o Paul Milsap para fazer dupla com ele.

  13. Barry

    Eu li que eles nessa trade line estavam considerando trocar qualquer um de seu elenco. Nenhum intocável.
    Eu acho que a chance que temos é o 76 ficar com pick 4 ou acima, de tal forma que o Russell e o Mudiay fiquem top 3. Aí vem aquela história de draftar a posição q vc precisa ou draftar o melhor talento. Draftando o melhor talento eles pegariam o Cidades.
    Faria todo o sentido eles trocarem o Cidades, Embiid ou o Noel.
    Aí é que a coisa fica boa, ficou claro que com a trade do MCW que o 76 quer picks, e é o q não falta ao Celtics.

  14. Renato

    Jota,

    Parece que o problema dele é estilo Sullinger, ou seja, Grande Talento, mas comportamento inadequado e certa falta de profissionalismo.

    Se não tiver nenhum problema físico mais grave, acho totalmente válido a aposta, visto que seu talento é tão grande que era cotado para estar a frente do Wiggins.

  15. Renato

    Barry,

    Só fazendo uma leve correção, os Sixers negociam todos, MENOS Corvington.

    Isso já foi declarado pelo dono da franquia, disse que ele faz parte do futuro da equipe, e nesse sentido eles estão certo, o cara joga.

  16. Billy Costigan

    O que os senhores acham de Nerlens Noel ? O moleque joga muito, oscila as vezes, tem duas características que faltam hoje ao Celtics , rebotes e tocos, confio muito mas nele do que no Embiid.

    • Barry

      Cara eu gosto muito dele. Lembrando que é a primeira temporada dele e está jogando sem medo, isso com 20 anos e é de MA.
      Teve um jogo dias atrás que ele deu 9 tocos, quase fez TD. O Zeller não chega a 1 block por jogo. Nosso maior reboteiro é o Sully com media de 8 rebotes, ai não da né. Vc tem Monroe e Drumond com 20 rebotes cada no mesmo jogo. DeAndre a mesma coisa……
      Falta rebote e block, por isso queria Jordan e Monroe na FA. Tentaria picks e Oly pelo Noel. Oly e Zeller no mesmo time não dá, os 2 não tem defesa nenhuma.

  17. Patrick

    O time do Celtics compensa a falta de estrela com muita transpiração e garra, impressionante o bradley e smart na defesa, nossa defesa só não foi boa nos tocos o zeller coitado, não tava em uma boa noite thomas e turner mandavam umas bolas fáceis e ele ou levava toco ou errava.

    Esse thomas promete hein, como joga fácil!

  18. Patrick

    Alguém me tira uma dúvida, assisti os dois últimos jogos dos Celtics e não sei se é impressão minha, mas nestas partidas não vi nenhuma jogada ou troca de passes (A não ser que só tivesse este livre e não tivesse como seguir sozinho) entre Turner e Smart, existe algum problema entre eles?

  19. Billy Costigan

    O que essa diretoria do Sixers esta projetando? Negociar os jogadores mais promissores e jovens por futuras escolhas de apenas caras promissores da faculdade? Aqui no site tem alguns cornetas de plantão imaginem se torcessem pelo Phily.

  20. Fernando C S

    Gostaria de fazer uma menção honrosa a um jogador da nossa equipe. Endossando o que foi escrito acima, o BASS de fato não tem nenhum talento fora do comum, mas a sua atitude, garra e comprometimento é o que esperavamos do Green e do Rondo. Estes dois? Foram tarde. Se tivessem a mentalidade e a atitude do BASS seríamos off com o time anterior e haveriam FA interessados em jogar nos Celtics.

  21. Sander

    Se trouxermos um protetor de aro, vamos ter a melhor defesa da liga( pelo menos a mais esforçada).

  22. drakes

    Rondo suspenso um jogo pela discussão nos vestiários entre ele e o técnico do Dallas, tenho que dizer que errei ao pensar que o Ainge negociou cedo.

Postar comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.