Jogo 3 – Cavaliers 116 x 86 Celtics

Depois de iniciar a final da Conferência Leste da NBA com duas vitórias seguidas diante de seu torcedor no TD Garden, o Boston Celtics disputou, na noite de sábado (19), a primeira das duas partidas consecutivas como visitante na série contra o Cleveland Cavaliers. As grandes atuações em Boston animaram os comandados de Brad Stevens, que viviam a expectativa por um triunfo que encaminhasse a presença da equipe na final da liga, mas a franquia de Ohio mostrou que a missão celta não será tão fácil assim: com uma atuação impecável, o Cavaliers venceu por 116 a 86, fez a festa de seu torcedor na Quicken Loans Arena e diminuiu o placar da série melhor de sete, que está agora em 2 a 1 para o Celtics.

Precisando da vitória para respirar na série e contando com o incentivo da torcida na Quicken Loans Arena, o Cleveland Cavaliers iniciou a partida contra o Boston Celtics em um ritmo alucinante. Em apenas sete minutos, os donos da casa abriram 16 pontos de vantagem sobre a franquia verde e branca. Com uma produção ofensiva abaixo das expectativas, o Celtics sequer chegou perto da reação e viu Cleveland construir a vitória sem sustos por 30 pontos de diferença.

Registrando aproveitamento inferior a 40% nos arremessos e a 30% de três pontos, o Boston Celtics teve como cestinha em Cleveland o ala calouro Jayson Tatum, que anotou 18 pontos em 31 minutos. Ainda entre os titulares, o armador Terry Rozier fez 13 pontos e o ala-armador Jaylen Brown contribuiu com 10 pontos, mas os dois atletas tiveram atuações sem brilho. Entre os reservas, o pivô Greg Monroe fez 10 pontos e pegou cinco rebotes.

Pelo lado do Cleveland Cavaliers, o ala LeBron James chamou a responsabilidade e conduziu a franquia de Ohio ao triunfo diante de seu torcedor. Em 38 minutos, James fez 27 pontos, distribuiu 12 assistências e pegou cinco rebotes. O armador George Hill e o ala-pivô Kevin Love também se destacaram com 13 pontos cada, sendo que Love ainda pegou 14 rebotes e registrou um duplo-duplo. Na rotação do Cavs, destaque para o veterano ala-armador Kyle Korver, que acertou os cinco arremessos que tentou na partida e fez 14 pontos.

Com a vitória em casa, o Cleveland Cavaliers força, no mínimo, a realização de uma quinta partida na final da Conferência Leste. A franquia de Ohio enfrenta o Boston Celtics novamente na noite desta segunda-feira (21), às 21h30, na Quicken Loans Arena, com transmissão da ESPN para todo o Brasil.

Destaques do Cavaliers

LeBron James (27 pontos, 12 assistências e cinco rebotes / duplo-duplo)

Kyle Korver (14 pontos e dois rebotes)

Kevin Love (13 pontos e 14 rebotes / duplo-duplo)

George Hill (13 pontos e três rebotes)

Destaques do Celtics

Jayson Tatum (18 pontos)

Terry Rozier (13 pontos e três rebotes)

Greg Monroe (10 pontos e cinco rebotes)

Jaylen Brown (10 pontos e dois rebotes)

Boxscore

Melhores Momentos

Gustavo Arruda
Gustavo Arruda
Gustavo, 26 anos, é maranhense de São Luís, estudante de Jornalismo e repórter esportivo do Imirante.com. Fanático por esportes, principalmente futebol e basquete, é torcedor celta desde 2003, quando ouviu pela primeira vez o TD Garden lotado entoando "Let's go, Celtics!", e escreve no Celtics Brasil desde julho de 2011. Nas horas vagas, é goleiro, armador, consumidor de danone, tio do João Gabriel e dá seus pitacos sobre o maior campeão da NBA no Twitter: @gustavoarruda01.

4 Comentários

  1. Fernando Silva disse:

    Eu achando que a nossa defesa foi mal neste jogo, quando vejo o placar no oeste descubro que Houston além de tomar 40 pts no coco ainda sofreu quase os mesmos 40 no Q4.

    Mas, creio em uma sensível melhora defensiva da nossa equipe.

    Foi uma noite ruim.

    Até podemos perder, mas com a defesa mais agressiva, sem tantos erros de rotação.

    2

    0
  2. Marcos disse:

    Nem Celtics com essa defesa ridícula do Houston de Dantoni.

    Abs verdes

    0

    0
    • marco_rio5 disse:

      Não acho que o Houston tem a defesa tão ridícula assim. Está certo que considero nossa defesa melhor encaixada do que a deles. Acho que a pior defesa entre todos os finalistas é a dos Cavs. Que encaixou um bom jogo defensivo contra o Celtics no último jogo, através de um jogo de forte garrafão. Deu certo, pois o Celtics não tem um Green Defensor Reboteiro (17 no ultimo jogo) na equipe. Nesse caso com a dupla Love/TT ganhando todos os rebotes, o trabalho de qualquer defesa fica mais fácil. Acho que hoje na NBA ninguem bate de frente contra o GSW infelizmente. Se for falar por coração, claro que vou querer o Celtics Campeão, mas a realidade é outro papo. Hoje os Rockets são melhores que o Celtics em elenco. Temos muitos jogadores machucados. Mas em futuro, eu acho que os Celtics vão chegar mais longe que os Rockets.

      0

      0

Deixe um comentário