Visite nossas Redes Sociais
Curta e siga nossas redes para ter acesso a conteúdos exclusivos, além de manter-se sempre atualizado sobre novos artigos no site.

Após bom desempenho em Maine, Brooks é reintegrado pelo Celtics

Foram necessários apenas nove dias e cinco partidas disputadas na Liga de Desenvolvimento da NBA (D-League) para o ala-armador MarShon Brooks voltar a chamar a atenção da comissão técnica do Boston Celtics. Enviado para o Maine Red Claws para desenvolver seu jogo, Brooks impressionou a todos e foi convocado pela franquia alviverde para se juntar ao grupo que está relacionado para o embate contra o Golden State Warriors, nesta sexta-feira (10), em Oakland.

Em sua breve passagem por Maine, o camisa 12 celta teve médias expressivas: 27,4 pontos, seis rebotes e 4,4 assistências em 35 minutos por partida, com direito a uma estreia expressiva diante do Tulsa 66ers. O desempenho de Brooks impressiona ainda mais se for comparado com os números obtidos em nove partidas pelo Celtics: apenas 3,2 pontos e 1,6 rebotes em 6,8 minutos.

Reintegrado ao time, Brooks terá mais uma oportunidade de mostrar o seu valor, apesar de ter que dividir minutos com Jerryd Bayless, Keith Bogans e Gerald Wallace, reservas que atuam nas posições 2 e 3. Além da partida contra o Warriors, o ala-armador poderá jogar também contra o Portland Trail Blazers, no sábado (11), na última partida da ‘marcha para o Oeste’ que o Celtics encara desde o início da semana.

Author avatar
Gustavo Arruda
Gustavo, 28 anos, é maranhense de São Luís, jornalista formado pela UFMA e repórter do Imirante.com. Fanático por esportes, principalmente futebol e basquete, é torcedor celta desde 2003, quando ouviu pela primeira vez o TD Garden lotado entoando "Let's go, Celtics!", e escreve no Celtics Brasil desde julho de 2011, com mais de 1.700 textos publicados. Nas horas vagas, é goleiro, armador, tio do João Gabriel e da Alice, e também dá seus pitacos sobre o maior campeão da NBA no Twitter: @gustavoarruda01.

3 comentários

  1. Rafael Taborda

    Acho que se tiver mais minutos ele pode render mais… talvez com Rondo ele melhore também… más o problema dele é a defesa né?

  2. tulio

    Graças a Deus, me da arrepio quando o Keith Bogans entra em quadra, ele não marca nada!!

  3. Raphael Lima Ferraz

    Nossa: esse é um caso que eu não entendo. Foi necessário mesmo enviá-lo para a D-league para ver que ele tem potencial? Caraca. Se vc comigo, não tinha chutado o balde e pedido pra ser trocado. O cara é preterido ao Bogans. Meu Deus…

Postar comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.