Visite nossas Redes Sociais
Curta e siga nossas redes para ter acesso a conteúdos exclusivos, além de manter-se sempre atualizado sobre novos artigos no site.

Celtics 115 x 104 Hawks

A volta para casa depois de uma decepcionante série de quatro derrotas contra adversários da conferência Oeste fez muito bem ao Boston Celtics. Retornando ao seu TD Garden após duas semanas de ausência, o Alviverde esteve em uma noite inspirada e derrotou o Atlanta Hawks, na noite de quarta-feira (26), por 115 a 104.

Surpresa do treinador Brad Stevens no quinteto inicial, o ala-armador Jerryd Bayless foi o grande nome do jogo. Com um aproveitamento de 5-8 nos arremessos de três pontos, o camisa 11 celta terminou a partida com 29 pontos, sendo o cestinha de sua equipe e também do jogo. Outros dois atletas do Alviverde também se sobressaíram: o ala Gerald Wallace e o armador/capitão Rajon Rondo deixaram a quadra com um duplo-duplo cada. Pelo Hawks, o armador Jeff Teague colaborou com 26 pontos.

Além de interromper uma incômoda sequência de cinco derrotas, o triunfo em Boston ajudou o Celtics a se reerguer um pouco na tabela: com 20 vitórias em 59 jogos, a franquia de Massachusetts ocupa a 12ª posição da conferência Leste. Já a equipe de Atlanta encerra o mês de janeiro com uma campanha decepcionante e está próxima de perder a vaga na zona de classificação para os playoffs.

Na próxima partida da temporada regular, o Celtics segue em Boston, onde terá um adversário duríssimo pela frente no sábado (1º): o Indiana Pacers, equipe que possui a melhor campanha da temporada. Enquanto isso, o Hawks pega o avião para realizar a sua ‘marcha para o Oeste’, iniciando pelo Arizona, onde enfrentará o Phoenix Suns.

O jogo

Mal a partida começou em Boston e o ala Kyle Korver já deu continuidade ao seu impressionante feito: com um arremesso certeiro de três pontos, o atleta do Hawks chegou a 126 partidas consecutivas com pelo menos um acerto de longa distância. O lance de Korver animou os seus companheiros, que tiveram um bom início e ajudaram o Atlanta a abrir 11 pontos de liderança com menos da metade do primeiro período. O Celtics, porém, tinha Rajon Rondo, e ele não decepcionou: com 11 pontos, o capitão liderou os verdes a uma reação que quase terminou em virada.

Com boa parte dos reservas e com direito até a uma participação do esquecido pivô Joel Anthony, já que Sullinger, Olynyk e Faverani estavam fora do jogo, o Celtics voltou bem mais atento no segundo período e passou a fazer um jogo equilibrado, sempre comandado pela boa exibição de Jerryd Bayless, ora na armação, ora na ala. Com Rondo de volta, o time verde se consolidou e conseguiu levar uma pequena vantagem de dois pontos para o intervalo.

De volta ao jogo, o Celtics começou com uma bela cesta de três de Bayless, mas o Hawks também voltou bem e seguiu fazendo um jogo parelho. Com Rondo e Bayless acertando arremessos longos e formando uma ótima dupla no perímetro, a equipe da casa até abriu uma diferença de cinco pontos, mas o time de Atlanta foi valente e voltou a deixar seu prejuízo em apenas dois pontos.

No último período, contando sempre com a excelente participação de Bayless, Boston começou a abrir vantagem, mas via o Hawks ameaçar com boas jogadas. A equipe verde e branca só disparou nos três minutos finais, contando com os erros ofensivos de Atlanta e as ótimas jogadas de Rondo, que terminou o jogo com um duplo-duplo e a vitória para o seu time.

Destaques do Celtics

Jerryd Bayless (29 pontos e dois rebotes)

Rajon Rondo (22 pontos e 11 assistências / duplo-duplo)

Gerald Wallace (12 pontos e 10 rebotes / duplo-duplo)

Destaques do Hawks

Jeff Teague (26 pontos e três rebotes)

DeMarre Carroll (24 pontos e sete rebotes)

Kyle Korver (17 pontos e dois rebotes)

Author avatar
Gustavo Arruda
Gustavo, 28 anos, é maranhense de São Luís, jornalista formado pela UFMA e repórter do Imirante.com. Fanático por esportes, principalmente futebol e basquete, é torcedor celta desde 2003, quando ouviu pela primeira vez o TD Garden lotado entoando "Let's go, Celtics!", e escreve no Celtics Brasil desde julho de 2011, com mais de 1.700 textos publicados. Nas horas vagas, é goleiro, armador, tio do João Gabriel e da Alice, e também dá seus pitacos sobre o maior campeão da NBA no Twitter: @gustavoarruda01.

4 comentários

  1. Rafael Galeoti

    O que aconteceu pra três big-men estarem de fora ao mesmo tempo??

  2. João guama cabano

    nos ganhamos chupaaaaaaaaaaaa

  3. João guama cabano

    seu sefalofode eles

    estão contundidos

Postar comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.