Visite nossas Redes Sociais
Curta e siga nossas redes para ter acesso a conteúdos exclusivos, além de manter-se sempre atualizado sobre novos artigos no site.

Cinquenta anos do bicampeonato mundial

Ontem, 25 de maio, completou cinquenta anos da principal conquista do basquete brasileiro.

A geração de ouro do basquete brasileiro já havia vencido o Mundial de 1959 no Chile e conquistado a medalha de bronze na olimpíada de Roma em 1960, mas faltava uma conquista em casa e ela não demorou a chegar e veio de maneira perfeita.

Como país-sede, o Brasil entrou diretamente na fase final do torneio e teve de disputar seis jogos para conquistar o título. A seleção venceu todos e  se tornou a primeira bicampeã e, na época, apenas o terceiro time a conquistar o torneio de maneira invicta. As duas primeiras foram a Argentina em 1950 e os EUA em 1954.

Após o triunfo tupiniquim somente quatro seleções conseguiram levantar o troféu sem perder um único jogo: a extinta Iugoslávia em 1978, os EUA em 1994, a Espanha em 2006 e novamente os EUA em 2010. A Iugoslávia também igualou outro feito do Brasil, ser o segundo time bicampeão do mundial, em 1998 e 2002.

O time brasileiro teve dois jogadores na seleção do torneio com Wlamir Marques e Amaury Pasos. Pasos também foi o cestinha com 110 pontos e melhor jogador da competição.

A seleção foi comandada pelo técnico Kanela e conquistou o bicampeonato mundial com Amaury Pasos, Sucar, Paulista, Mosquito, Rosa Branca, Fritz, Jatyr, Menon, Ubiratan, Vitor, Waldemar e Wlamir Marques.

Classificação final do torneio: 1º- Brasil (campeão invicto); 2º- Iugoslávia; 3º- União Soviética; 4º- Estados Unidos; 5º- França; 6º- Porto Rico; 7º- Itália; 8º- Argentina; 9º- México; 10º- Uruguai; 11º- Canadá; 12º- Peru; 13º- Japão.

Campanha completa da seleção:  Brasil 62 x 55 Porto Rico / Brasil 81 x 62 Itália / Brasil 90 x 71 Iugoslávia / Brasil 77 x 63 França/ Brasil 90 x 79 União Soviética / Brasil 85 x 81 Estados Unidos

Depois desse título a geração de ouro do Brasil ainda foi medalha de bronze na olimpíada de Tóquio em 1964.

Parabéns  aos jogadores pelo feito e por esse data tão importante. O basquete brasileiro deve muito a todos vocês.

Foto: Site CBB

Author avatar
Flávio Catandi
Jornalista e Radialista apaixonado por basquete. Participa do Celtics Brasil desde 2008. Já foi redator, colunista e hoje é editor do site. Nas horas vagas gosta de escrever roteiros e gravar curtas e documentários. Pode ser encontrado na cidade de São Paulo com uma camiseta Celta.

3 comentários

  1. Digor

    Muito legal, a história é a raiz que dá origem a arvore e frutos vindouros

  2. Digor

    Quem é a gatinha no meio? Rsssss

  3. Lucas Xavier

    Com todo respeito mas o Brasil jogou com a Seleção mesmo dos EUA ?, porque se o nossa seleção enfrentasse o grande Celtics da epoca, daria dó da seleção… O que Bill Rusell nao faria

Postar comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.