Jogo 7 – Celtics 79 x 87 Cavaliers

Publicidade

A grande campanha do Boston Celtics na temporada 2017/2018 da NBA foi encerrada na noite do último domingo (27). No sétimo e decisivo jogo da final da Conferência Leste, o time verde e branco de Massachusetts contava com o apoio da torcida no TD Garden, onde venceu dez partidas consecutivas nos playoffs, e vivia a expectativa de desbancar o Cleveland Cavaliers, responsável pela eliminação na última edição da liga. Apesar da euforia, o jovem time celta não cumpriu o seu papel: com uma atuação abaixo das expectativas, o Celtics foi derrotado por 87 a 79 pelo Cavaliers e teve de se contentar, mais uma vez, com o vice-campeonato do Leste.

Com o TD Garden lotado, o Boston Celtics teve um excelente início de jogo, vencendo o primeiro quarto por 26 a 18 e abrindo 12 pontos de vantagem no placar. Entretanto, o Cleveland Cavaliers reduziu o prejuízo, e o Alviverde foi para o intervalo com uma vitória parcial por quatro pontos. Nos dois últimos quartos, o Cavaliers assumiu o comando da partida, contando com uma noite inspirada de LeBron James e uma desastrosa produção do Celtics na quadra de ataque. Jayson Tatum ainda recolocou Boston na frente do placar durante o Q4, mas a franquia de Ohio, mais experiente, confirmou o triunfo em pleno TD Garden e a classificação para a final da NBA.

Apesar da derrota e da eliminação, o Boston Celtics teve uma atuação brilhante do ala Jayson Tatum no Jogo 7 contra o Cleveland Cavaliers. Cestinha celta na partida, o calouro chegou perto de um duplo-duplo, com 24 pontos e sete rebotes, e ainda impressionou ao fazer uma enterrada sobre LeBron James. Atleta mais experiente no quinteto titular de Boston, o pivô Al Horford anotou 17 pontos, enquanto o ala-pivô Marcus Morris saiu do banco de reservas para anotar um duplo-duplo: 14 pontos e 12 rebotes.

Enquanto isso, o Cleveland Cavaliers contou com mais uma partida histórica de LeBron James para virar a série contra o Boston Celtics e avançar à decisão da NBA. Em 48 minutos, o astro do Cavs fez 35 pontos, pegou 15 rebotes e distribuiu nove assistências. James contou ainda com um auxílio improvável no TD Garden: ex-celta que não deixou muita saudade e com a missão de substituir o lesionado Kevin Love, o ala Jeff Green fez 19 pontos e pegou oito rebotes. O ala-armador J. R. Smith também se destacou, com 12 pontos.

O Boston Celtics adiou o sonho do 18º título, mas registrou suas melhores campanhas com o técnico Brad Stevens: foram 55 vitórias em 82 partidas na temporada regular e 11 vitórias nos playoffs. O Cleveland Cavaliers, por sua vez, disputará a final da NBA pela quinta vez na história, sendo a quarta consecutiva: o rival da franquia de Ohio, mais uma vez, será o Golden State Warriors, em decisão que começa nesta quinta-feira (31), na ORACLE Arena.

Destaques do Celtics

Jayson Tatum (24 pontos e sete rebotes)

Al Horford (17 pontos e quatro rebotes)

Marcus Morris (14 pontos e 12 rebotes / duplo-duplo)

Destaques do Cavaliers

LeBron James (35 pontos, 15 rebotes e nove assistências / duplo-duplo)

Jeff Green (19 pontos e oito rebotes)

J. R. Smith (12 pontos e quatro rebotes)

Boxscore

Melhores Momentos

Gustavo Arruda
Gustavo Arruda
Gustavo, 26 anos, é maranhense de São Luís, estudante de Jornalismo e repórter esportivo do Imirante.com. Fanático por esportes, principalmente futebol e basquete, é torcedor celta desde 2003, quando ouviu pela primeira vez o TD Garden lotado entoando "Let's go, Celtics!", e escreve no Celtics Brasil desde julho de 2011. Nas horas vagas, é goleiro, armador, consumidor de danone, tio do João Gabriel e dá seus pitacos sobre o maior campeão da NBA no Twitter: @gustavoarruda01.

6 Comentários

  1. Publicidade

  2. Fernando Silva disse:

    Eu gastaria para: 1. Manter o time. 2. Tentar um bom nome no garrafão para assumir a posição do Baynes.

    0

    0
  3. Lucas disse:

    Esse time fez mais do que todo mundo imaginou , honrou o manto !!!

    Celtics pride

    5

    0
  4. Marcos disse:

    Começa logo nova temporada sem lesões!

    2

    0
  5. Se esse Mo Bamba quiser, na mão do Stevens ele vira um dos jogadores mais dominantes no garrafão. Com certeza o Stevens vai ajudar ele a ter foco o jogo inteiro. Defensivamente é um monstro! Seria oq precisamos para reforçar o garrafão.
    Se o Vizenso vier, eu abriria mão do rozier, porém se não eu trocaria o Brown+pick Kings para pegar ele.

    0

    0
  6. Vitor disse:

    Mandaria o Smart, Yabusale e/ou Semi Ojeleye e uma pick pelo Mo Bamba.

    Smart, Tautm, Irving e Hayward são intocáveis pra mim

    0

    4
  7. Sander disse:

    Eu já ponho como intocáveis o Irving, Hayward, Brown e Tatum.

    Pelo Bamba acho que pick King’s + Pick Memphis + Rozier (se valorizou muito) deve dar. Ainda tentaria trazer o Vicenzo e/ou Grayson Allen.

    1

    0

Deixe um comentário