Kyrie Irving passa por cirurgia no joelho esquerdo e desfalcará o Celtics de três a seis semanas

Segundo informações divulgadas pelo Boston Celtics em seu site oficial, na tarde do último sábado, 24 de Março, o armador Kyrie Irving passou por um procedimento cirúrgico minimamente invasivo neste mesmo dia para remover um fio de tensão articulatório em seu joelho esquerdo. Já em processo de reabilitação da operação realizada, o camisa 11 deverá desfalcar o Celtics por um período de três a seis semanas.

Um “fio de tensão articulatório” (tradução para o termo em inglês “tension wire“, bastante usado na literatura de medicina em português) é uma forma de fixação interna utilizada na ortopedia, que visa converter forças de distração em forças de compressão, promovendo melhor consolidação óssea em locais que apresentam fratura. Em outras palavras, este método é como se fosse uma ponte que liga, de forma rígida, duas partes de um osso fraturado.

Nesta imagem vemos um exemplo de fio de tensão articulatório semelhante ao que Irving possuía em seu joelho. Neste caso, este tipo de fio força a ligação entre fêmur e tíbia, comprometida por uma fratura na patela.

O fio retirado do joelho esquerdo de Irving foi colocado originalmente como parte de uma intervenção cirúrgica que o armador fez durante as Finais da NBA do ano de 2015 (quando ainda defendia o Cleveland Cavaliers). Tal procedimento foi necessário pois Kyrie teve uma fratura na patela durante os playoffs daquele ano.

A remoção deste fio de tensão visa aliviar a irritação que o armador vinha enfrentando no tendão patelar nos últimos meses. Este procedimento só foi possível porque o joelho de Irving foi considerado estruturalmente completamente sólido, com sua patela previamente fraturada totalmente cicatrizada e recuperada.

O retorno de Irving ainda na temporada regular já está descartado pelos fisioterapeutas da franquia. No entanto, não desconsidera-se a possibilidade de o armador All-Star estar pronto para jogar a série de primeira rodada dos playoffs do Leste, em sua totalidade. Porém, o mais provável é que o Uncle Drew volte às quadras no decorrer da pós-temporada.

Publicidade

Fábio Malet
Fábio Malet
Gaúcho de Porto Alegre, bacharel em Ciência da Computação e analista de sistemas. Apaixonado por esportes, tem o jornalismo como um hobby, e, pretende, futuramente, fazer pós-graduação na área. Acompanha NBA desde o começo de 2007 e, pé-quente, viu seu Boston Celtics ser campeão na primeira temporada inteira que assistiu. Torce também para Grêmio, Tottenham Hotspur, Green Bay Packers, e por conta da afinidade com Boston, tornou-se fã de Bruins e Red Sox.

7 Comentários

  1. Publicidade

  2. Por enquanto nosso adversário de primeiro round é o Heat.
    Nunca é fácil jogar contra eles.
    E o Smart volta quando?
    Acho que será muito mais fácil se pelo ao menos o Smart voltar. Acho que se ele voltar, passamos pelo Heat com certa tranquilidade, e deixa o Kyrie voltar no segundo round completamente recuperado.
    Rozier, Brown, Morris, Tatum e Horford. Com o Smart de volta na rotação, passamos numa boa.

    2

    0
  3. Rodrigo Ribeiro disse:

    Rapaziada, vou criar uma polêmica aqui, neste momento acho que o retorno do Smart seja mais crucial que o retorno do Irving, pois teremos um defensor de perímetro top!

    É só a opinião!

    Abraços!

    7

    1
  4. Fernando Silva disse:

    Qualquer dos dois será muitíssimo útil. Ambos voltarão ainda nesta season. Mas me preocupa o fato de chegarmos tão “medicados” nos offs.

    Creio que teremos o time titular completo na segunda rodada dos offs.

    1

    0
  5. Sander disse:

    Acho que o Kyrie joga os offs sem problema. Com o time completo, estamos entre os 4 melhores da liga.

    1

    0
  6. Alex Shima disse:

    O termo médico correto é “banda de tensão”… Creio que dê pra ele voltar logo, vai depender da cicatrização da pele e partes moles do joelho…

    0

    0
  7. romuloe2 disse:

    Sem ele não acredito em final de conferência, mas se voltar bem temos até de chegar a final da NBA e se chegar vamos nos tornando cada vez mais atrativos aos veterenos

    0

    0
  8. Fabrício Destro disse:

    Vi num podcast dos Celtics que o lesão do Irving pode ser mais séria do que imaginamos. O dr. Selene Parekh diz que, se houve dano estrutural no joelho no qual foram colocados parafusos (após a lesão nas finais de 2015), causando um estágio inicial de artrite ou falta de cartilagem, a recuperação pode ser bem mais longa. A recuperação, em ambos os casos, levaria de 4 a 6 meses, sendo que no caso de uma artite, geraria danos permanentes, afetando a carreira do atleta daqui em diante.

    Um panorama assustador, mas vamos confiar que a equipe média dos Celtics priorizará a saúde do jogador, sem acelerar uma volta antes da recuperação total.

    0

    0

Deixe um comentário