Visite nossas Redes Sociais
Curta e siga nossas redes para ter acesso a conteúdos exclusivos, além de manter-se sempre atualizado sobre novos artigos no site.

Prévia – Boston Celtics (13-19) x New Orleans Pelicans (14-16)

De volta para casa e em seu primeiro duelo diante dos seus torcedores em 2014, o Boston Celtics fará, nesta sexta-feira (3), um jogo histórico: enfrentará, pela primeira vez em sua existência, o New Orleans Pelicans, antigo Hornets, que está realizando sua temporada de estreia após a mudança de nome e símbolo.

A partida inédita diante da equipe da Louisiana ganhou ares de drama para o time celta. Com sete derrotas nos últimos 10 jogos, sendo quatro delas nos últimos cinco compromissos, a franquia de Boston iniciou uma queda preocupante na tabela de classificação tanto da Divisão do Atlântico quanto da conferência Leste. No Atlântico, o Toronto Raptors já lidera com certa folga e a dupla Philadelphia 76ers / Brooklyn Nets está a dois jogos de igualar a pontuação celta, enquanto a derrota para o Chicago Bulls custou ao Celtics a saída do G-8 do Leste.

Outro fator que agrava a necessidade de vitória por parte do Celtics é o calendário: após o jogo contra New Orleans, o time verde pega a estrada para disputar a primeira etapa da ‘marcha para o Oeste’, onde fará cinco jogos consecutivos como visitante contra times da outra conferência. A tendência é que o Celtics volte com mais derrotas que vitórias, e perder para o Pelicans em casa prejudicará ainda mais a equipe, que luta para garantir vaga nos playoffs por mais uma temporada.

Mais uma vez, o técnico Brad Stevens deverá manter o quinteto habitual dos últimos jogos: Bradley e Crawford na condução da bola, Green com a responsabilidade de pontuar e a dupla formada por Bass e Sullinger fazendo o trabalho sujo nos garrafões defensivo e ofensivo. No banco de reservas, Kris Humphries, Kelly Olynyk e Courtney Lee deverão ganhar bons minutos.

Sem disputar os playoffs desde que o armador Chris Paul deixou a Louisiana em busca de um novo desafio no Los Angeles Clippers, o New Orleans vive uma temporada de esperança. Com o All-Star Jrue Holiday na armação, Ryan Anderson afiado nos arremessos de três pontos e Anthony Davis melhor a cada dia, os Pelicanos estão mostrando força e seguem firme para voltar a disputar uma pós-temporada, apesar de não estarem no G-8 do Oeste.

O jogo contra o Celtics será o primeiro da série que o Pelicans terá contra equipes do Leste, onde enfrentará, na sequência, Indiana Pacers, Miami Heat e Washington Wizards. O treinador Monty Williams, em sua quarta temporada na franquia de New Orleans, terá o elenco quase completo, com apenas uma dúvida: o ala-pivô Jason Smith, com problemas no ombro esquerdo, pode ser desfalque em Boston e também nos demais duelos.

Ficha Técnica

Local: TD Garden (Boston, MA)

Horário: 22h30 (horário de Brasília)

Transmissão: @Celtics_Brasil

Boston Celtics: Jordan Crawford, Avery Bradley, Jeff Green, Brandon Bass e Jared Sullinger. T: Brad Stevens

New Orleans Pelicans: Jrue Holiday, Eric Gordon, Al-Farouq Aminu, Ryan Anderson e Anthony Davis. T: Monty Williams

Author avatar
Gustavo Arruda
Gustavo, 28 anos, é maranhense de São Luís, jornalista formado pela UFMA e repórter do Imirante.com. Fanático por esportes, principalmente futebol e basquete, é torcedor celta desde 2003, quando ouviu pela primeira vez o TD Garden lotado entoando "Let's go, Celtics!", e escreve no Celtics Brasil desde julho de 2011, com mais de 1.700 textos publicados. Nas horas vagas, é goleiro, armador, tio do João Gabriel e da Alice, e também dá seus pitacos sobre o maior campeão da NBA no Twitter: @gustavoarruda01.

34 comentários

  1. PHABIO PASSOS

    Temos que ganha esta jogo,estamos a começa a desce a ladeira…..
    vamos celtics..

  2. drakes

    Vou torcer, mas acredito que não temos resposta para Jrue Holiday, Ryan Anderson e Anthony Davis, ainda mais com o Jeff Green estando mal nos últimos jogos. Eu desistiria desses jogos contra times da outra conferência que agora começam e sentaria o Sully para se recuperar totalmente.

  3. Pedro Cortez

    Sou totalmente a favor de recuperar o Sully. Deixa o time perder e pegar um cara foda… Wings ou Parker cairiam como uma luva aqui.

    • drakes

      Parker sim, Winggins tenho lá minhas dúvidas, assim como o Randle.

      Parker é o único SF deles, Winggins tem como força o seu físico e o jogo de transição, está mais 4.

  4. Wallace Felix

    vai estar na frente do placar o jogo inteiro e faltando uns 6 min o Pelicans irá passar a frente e vencerá…me cobrem!!!

  5. Marcos

    Huhuahuahau Wallace Felix pode apostar que sim..

    Cara, A Davis tem jogado um bolão, vai matar no garrafão hj.
    Jogo duro…

    []s

  6. Fernando C S

    Eu já teria poupado o Sully em outras partidas. Ainda mais que o Humphries e o Kelly Cabeleira têm correspondido. Mesmo sem o Sully acho que o nosso garrafão pode dar conta dos Pelicanos, desde que o Green apareça para o jogo. Cada vez mais qualifico o Green como instável.

    • rafael taborda

      Rachei com Kelly Cabeleira… (Força nos cabelos rsrs) e Concordo sobre o Green… talvez as trocas aconteçam na noite do draft … é possível isso com os jogadores expirantes?

      • Fernando C S

        Não sabemos o que o Ainge pensa para a temporada. Se pretender algo, acredito nas trocas. Se tivermos pretensões para a próxima season, acho que oAinge vai preferir manter os expirantes para abrir espaço no Cap. Dei uma olhada.no box score e já estamos perdendo dos Pelicanos.

  7. Renato

    Do draft os 2 jogadores que se encaixam melhor no Celtics na minha opinião são:

    Parker – ” Novo Pierce ” talento absurdo e ainda por cima tem uma inteligência tática invejável

    Joel Embid – ” O cara na minha opinião é futuro all star entre os centers da liga, tem uma habilidade próxima a cesta enorme e defende muito bem.

    • Fernando Nakashook

      Concordo totalmente.
      Em primeira opções deveriamos draftar o Parker, agora se não for possível o Embid. Se não for possível, paciência, ainda tem outros nomes que podem nos surpreender.

  8. Fernando C S

    Dois atletas têm me decepcionado na equipe: o Green que não assumiu o compromisso de ser o scorer do time eo G-Wall que as vezes parece estar encerrando a carreira. Eu esperava mais de 25 pontos combinados destes dois. E quem anda aparecendo é o Humphries, o Jordan acima do esperado, além do Bass.

  9. Shandyego Nunes

    Só me pergunto, após essa derrota, onda está o Green? achei de fato que ele assumiria o papel de scorer e líder do time, mas vejo ele muito instável, não está aproveitando a sua chance….

  10. JESSE SANTANA JUNIOR

    O q aconteceu com o R Anderson ?

    • drakes

      Cervical. Mas, nesse jogo eu fiquei pensando depois do acidente, o que defensor se mete na frente para tentar cavar uma falta de ataque na NBA também é em boa parte responsável das lesões.

  11. Danilo Jeolás

    Me causa a impressão de entrega deliberada da temporada, o que é algo lamentável para uma franquia como os Celtics. Não me surpreenderia se perdermos todas na road pelo Oeste.

    E pode ser que alguns jogadores edtejam descontentes com tal direcionamento e estejam jogando com menos vontade ainda. A apatia do Green é clara e cristalina.

  12. Renato Lgb

    Tbm estou preocupado com o Green!
    Não com as derrotas Celtas, isso já é esperado, mas Jeff, vc é o cara q nós torcedores estamos apostando nossas fichas, EAE? Será msm q podemos contar com vc com medias mais de 20 pontos por jogo??

  13. Fernando C S

    Novamente tivemos diversas oportunidades para fechar o jogo. Desta vez foram 6! Este era um fator que me fazia questionar muito o Doc. Toda a jogada final era na mão do PP. Stevens tem variado, mas não temos uma bolinha de segurança para estes momentos.

    • Marcos

      Concordo 100%. E PP nem era tão clutch assim, mas pelo menos tinha culhões.

      • Fernando C S

        Marcos, falando de culhões, é nesta hora que o Green tem amarelado (desculpe o trocadilho das cores). De toda a sorte, o Green está com seus 16 ppg. Como reclamar do cara? Fica.claro que é um jogador importante, e, que não é o jogador para nos levar ao título. Ele não é tão decisivo quanto KD, PP, LJ, KL entre outros. O Green precisa de companhia.

  14. drakes

    Entregar o jogo eu não vejo assim, agora é algo que desde começo pensava do time e consolida, o time do Celtics é montado por bons valores até no banco só que eles dão pouco upgrade um para outros.

    Falta um pivô dominante e um cara de 3 pontos no time, isso se faz sentir, o primeiro caso pelos pontos do garrafão, e no segundo caso um cara para ser a bola de fuga.

    Do começo da temporada o time evoluiu muito se colocar que caíram os turnovers, aumentou bem o número de assistências, a defesa de perímetro é excelente. Rebotes um pouco melhor.

    Ter derrotas próximas em condições de vencer como vem ocorrendo pode ser mudado com um ajuste que é um jogador no esquema.

  15. Renato

    Drakes,

    Está claro que o modo “tank” foi ligado sem pensar em mais nada. Quem assistiu o jogo viu que o mesmo estava GANHO foram 6 ou 7 bolas para passar a frente e os erros cometidos eram até GROSSEIROS.
    Lembro de um lance no final do jogo para passar na frente em um contra ataque 4 contra 1 e abriram o Bradley na linha de 3 para arremesso, isso é ridículo, todo mundo sabe que contra ataque com maior número de jogadores é pra jogar dentro do garrafão e faltava apenas 1 minuto para o fim do jogo.
    Em relação a parte ética, concordo que não é uma postura ideal da equipe, mas pensando no draft do ano que vem e na chance de pegar o Parker ou Embid fica mais fácil de aturar essa postura da franquia.
    O que pode mudar isso é o retorno do Rondo jogando bem + uma boa trade para trazer um center o que pode nos deixar com mais chances de competir e mudar a idéia da direção do Celtics.

    • drakes

      Renato, eu vejo mais um time que tem claros problemas de resolver os lances nos finais dos jogos quando a defesa aperta, pode ser tank por que o Ainge deu a Stevens um time sem armador reserva e sem um defensor descente de garrafão. Isso claro levaria a muitas derrotas.

      Crawford melhorou muito o time, antes tantos erros e poucas assistências que até era chato assistir o jogo do Celtics, mas ele não é um armador nato e os outros times já aprenderam como conte-lo, não tem no time atual um PP que diz e decide.

      Se o Ainge realmente quiser algo nessa temporada terá que procurar um armador (já que o Rondo do jeito que vai só em Março), um jogador para as bolas de 3 (ou dois se o crawford e lee sairem) e um bom defensor do aro, temos no mercado Asik ou Sanders, Turner, e até o Lowry. Tirando o turco, o resto pode sair ser bem barato.

      Do que eu assisti este ano da NCAA tirando o Parker e Kyle Anderson não me animei, só me irritei com os comentários do Vitale este ano, nunca vi tanta propaganda de jogador. Hoje vou tentar acompanhar ou ver amanhã Michigan St.-Indiana, Noah Vonleh em quadra, dos jogadores que queria ver falta apenas o Doug McDermott que será bem difícil.

  16. Marcos

    Pessoal aqui falando do Green (que também estou achando muito instável durante toda a season). MAS a pergunta qu nao quer se calar: PORQUE em seis tentativas de fechar o jogo o Green não recebeu um passe? Um passezinho sequer?

    O AB deu um toco espetacular no jogo de ontem para perder uma bandeja sozinho em seqüência queimando a jogada com menos de 3 segundos. Ele parece que tem um cabresto: pega a bola e arremessa.

    Tendo um buraco negro (o no Pass-Bass) que não passa a bola, o Bradley jogando no egoísmo e o Crawford errando arremessos, fica difícil. Até o Sully ontem estava mt fominha… Fica realmente difícil.

    Lembrando que Kirilenko voltou a jogar pelos Nets e se Rondo não voltar aí ficamos mesmo fora dos offs… Acho que é hora de deixar o Humpfries jogar e recuperar a lesão do Sully. E também C Lee merece mais minutos em jogos como os de ontem.

    Lamentável. Hoje tem Bulls x Atlanta, alguém duvida que o Chicago vai perder a chance de dar uma bordoada neles? Andamos perdendo jogos fáceis demais….

    []s verdes,
    P.S.: Como é bom jogador Anthony monosobrancelha Davis. Será dominante em poucos anos na Liga.

    • Fernando C S

      Marcos, será que.a rusga entre Green, Bass e Stevens teve algum influência na decisão do jogador a fechar o jogo? Talvez.responda porque o Green não recebeu a bola. É certo que todos esperávamos mais do Green, mas não acredito que trocá-lo seja a solução.

  17. Danilo Jeolás

    Lamentável entregar a temporada. E antes que venham dizer que “brasileiro está acostumado com futebol” e outras bravatas, lá na NBA näo existe rebaixamento, caso contrário ninguém direcionaria para perder e tentar loteria, logo säo situaçöes distintas.

    O que me deixar triste é ver a maior franquia da história se prestar a um papel desses por um bom draft. E tenho para mim que os Lakers estarem fazendo igual influenciou o Ainge.

  18. Bruno Ferronato

    Acontece que nosso elenco não é bom mesmo, não o suficiente pra brigar por algo a mais.
    Sei que é triste ver o Celtics nessa situação e que também só o draft não garante nada, mas precisamos pensar friamente também e deixar a emoção de lado.
    Será que realmente compensaria se classificar em sétimo ou oitavo pra ja tomar bucha logo de cara de Pacers ou Heat?
    E pra mim que Ainge sempre fala que não está tankando só pra não dar na cara mesmo, pq ele sabe que não tem time pra ganhar vários jogos, até acredito que o retorno de Rondo esteja sendo adiado propositalmente…

    • Marcos

      Acho que o atraso do Rondo em voltar vai depender de como estiver o time no final de janeiro: (1) Se estiver ruim atrasa mais a volta para tank mode on; (2) Se estiver mais ou menos deixa o cara jogar.

      Se tivessemos um Centerzinho mais ou menos, poderíamos classificar em 5/6 lugar com relativa facilidade evitando pegar os Pacers ou o Heat.

      Nos offs a camisa pesa bastante e poderíamos ter chance… Bom isso era o que eu achava que daria para fazer umas 3 rodadas atrás, mas a derrota para os Hawks foi brochante e agora mais uma…

      Os Lakers não tem tantas picks boas como as nossas o time deles é uma b*** mesmo e o KB está comendo todo o CAP, além do técnico ser um dos piores treinadores de todos os tempos…
      Pelo menos podemos dar risada deles, hehehe

      []’s verdes,

  19. Renato

    Concordo 100% com o Bruno Ferronato, o atraso no retorno do Rondo, provavelmente está condicionado a permitir que a campanha seja fraca e nos dê uma melhor posição Draft.
    A gente sempre quer ver bons jogos e vitórias, mas se podemos buscar um talento para montar uma equipe de briga por título, porque não largar de mão essa temporada e com espaço CAP e talento buscar títulos já a partir da próxima???

  20. drakes

    A primeira partida vejo Noah Vonleh, achei até um corpo legal mas parece mais um PF/C, Adreian Payne não fez muita, mas ele também não. O cara do jogo foi o Gary Harris, ele na transição é foda, mas não tem uma grande visão de jogo para mim.

Postar comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.