Visite nossas Redes Sociais
Curta e siga nossas redes para ter acesso a conteúdos exclusivos, além de manter-se sempre atualizado sobre novos artigos no site.

Prévia – Memphis Grizzlies (1-2) x Boston Celtics (0-3)

Com um desempenho sofrível nos primeiros jogos da temporada 2013-2014 da NBA, o Boston Celtics buscará a sua reação nesta segunda-feira (4), em seu primeiro back-to-back na temporada. Um dia após ser derrotado pelo Detroit Pistons no Palace of Auburn Hills, o Alviverde já pegou a estrada e vai encarar o Memphis Grizzlies, no FedEx Forum.

Em renovação, com um elenco renovado em sua maior parte e com o novo treinador, Brad Stevens, o Celtics ainda não encontrou seu rumo. Após uma pré-temporada pouco empolgante, a equipe de Massachusetts iniciou mal a sua caminhada de 82 jogos, sofrendo três derrotas para Toronto Raptors, Milwaukee Bucks e a já citada partida conta o Pistons.

Ainda sem contar com Rajon Rondo, em recuperação de uma lesão nos ligamentos do joelho direito, Stevens quebra a cabeça para melhorar a armação da equipe: Bradley está tendo um desempenho terrível na posição 1 e os alas Jordan Crawford e Courtney Lee não empolgam no setor. Mesmo contando com um armador de ofício (o calouro Phil Pressey), o treinador não deverá realizar mudanças drásticas para o duelo na terra de Elvis Presley, o que inclui aí a manutenção do brasileiro Vitor Faverani no garrafão.

Sensação da última temporada da NBA, quando foi o vice-campeão da conferência Oeste, o Memphis Grizzlies sofreu uma alteração significativa na equipe: Lionel Hollins, responsável pelo crescimento do time nas últimas cinco temporadas, foi substituído por seu ex-auxiliar, David Joerger. Apesar de conhecer o elenco, Joerger ainda não está no entrosamento ideal com a equipe, fato este que se reflete em quadra: duas derrotas nos primeiros três jogos da temporada.

Apesar das dificuldades, Joerger sabe do potencial que seu elenco tem. A espinha dorsal do time que fez a melhor campanha da história da franquia foi mantida, com destaque para o garrafão formado por Zach Randolph e Marc Gasol, sendo que o pivô espanhol foi eleito o melhor jogador de defesa da NBA (DPOY) em 2012/2013. Além do time-base mantido, o Memphis não terá desfalques para o duelo contra o Celtics e contará com o apoio de sua torcida.

Ficha técnica

Local: FedExForum (Memphis, TN)

Horário: 23h (horário de Brasília)

Transmissão: @Celtics_Brasil

Memphis Grizzlies: Mike Conley, Tony Allen, Tayshaun Prince, Zach Randolph e Marc Gasol. T: David Joerger

Boston Celtics: Avery Bradley, Jeff Green, Gerald Wallace, Brandon Bass e Vitor Faverani. T: Brad Stevens

Author avatar
Gustavo Arruda
Gustavo, 28 anos, é maranhense de São Luís, jornalista formado pela UFMA e repórter do Imirante.com. Fanático por esportes, principalmente futebol e basquete, é torcedor celta desde 2003, quando ouviu pela primeira vez o TD Garden lotado entoando "Let's go, Celtics!", e escreve no Celtics Brasil desde julho de 2011, com mais de 1.700 textos publicados. Nas horas vagas, é goleiro, armador, tio do João Gabriel e da Alice, e também dá seus pitacos sobre o maior campeão da NBA no Twitter: @gustavoarruda01.

16 comentários

  1. Felipe Peres

    To achando q o 0-4 vem infelizmente

  2. Joll

    Puxa vida…. sei que um dia já foi assim no passado, mas que é dificil ver o time jogar dessa forma é….

  3. Fernando Nakashook

    Com esse time realmente não tem jeito.

  4. Lucas Lemuel

    Próximo jogo nois ganha. Contra o Utah que tá no mesmo nível. Se não estou enganado é em Boston o jogo.

  5. Fernando

    Os números do Faverani caíram. Os adversários estão dando atenção a ele. Agora acredito que esteja no nível esperado ou pouco acima. O Green resolveu dar as caras mas ainda falta. G-Wall… sem comentários… ele esteve em quadra? Alguém viu?

  6. RFORNER

    vamo gamanha umazinha … rssss

  7. sebas

    Putz,sempre no final dos jogos o time deixa o adversário passar.Já era pessoal,o time veio pra tankar mesmo.

  8. Marcos Adriano Gonçalves

    Pois é pessoal, e o nosso ala veterano G-Wall nenhum ponto em quase meia hora de quadra…é triste…mas é verdade…essa temporada ta f…

  9. Thiago Oliveira

    Essa temporada não tem jeito…são muitas mudanças e mudanças drásticas. É esperar o DRAFT

  10. Teobaldo

    Se perdemos para Pistons, Bobcats e Raptors vamos ganhar de quem???????????? Vanna Barros, eu era feliz e não sabia!!!!!!!

  11. Teobaldo

    Danna e não Vanna, naturalmente!

  12. drakes

    Nós temos agora Utah, Orlando, Miami, Orlando e Charlote…acho que uma ou duas dá para fazer, o Celtics vem mal é verdade, mas não é um time perdido como parece, em bons momentos em todos os jogos o time encostou e estava ganhando.

    Acho que o Stevens fez certo e mais tentou arrumar os erros de posicionamento que eram mais claros na pré-season.

    Agora é torcer para ter um tempo e realmente poder treinar o time e ver como volta nesse calendário maluco da NBA;

  13. Diego Gondim

    Apesar das derrotas, vejo o time em evolução. O grande problema do celtics está sendo a falta de atenção em momentos decisivos dos jogos, acho que nos próximos jogos vamos vencer e mostrar uma evolução ainda maior. Go Celtics

  14. Marcos

    Fala Galera,

    Posso ser o “do contra” de novo? Dessa vez o do contra tem pontos positivos.

    Perdemos ontem mas foi bem mais “nice” do que a vergonhosa derrota para os Bucks (ridículo) ou a derrota para os Pistons.

    E eu que vinha reclamando muito, ontem vi algumas coisas que posso chamar de dedo do técnico (aspectos fundamentais):

    1- Rotação de bola (o ball movement) para achar um ala livre de 3, muitas vezes ocorreu e quando não ocorreu o Jared matou DUAS bolas de 3… Fundamental um PG decente para melhorar essa jogada, mas o ponto positivo é que parece que estão treinando! Nos outros jogos estavámos paradões e estatícos.

    2- Pick and roll: Com o traste do AB nunca vamos ver uma jogada simples (e fundamental) dessa… Talvez se dessem um DVD de 50 hrs de Tony Parker pra ele… Mas houveram tentativas ontem e o Crawford e AB estavam com arremessos certeiros (o que contribuiu para perdermos de pouco);

    3- Faltas forçadas para não dar a cesta: Item tático óbvio que poderíamos ter usado muito mais contra os Pistons (FT deles é horrível) mas que usamos adequadamente nesse jogo.

    Com relação aos itens 1, 2 e 3 olhem jogadas de times como Tim Thibodeau ou Greg Pop… Básicas e eficientes a não mais poder…

    4- Time-outs e substituições adequadas. Achei muito bem no jogo de ontem.

    Acho que esse jogo deu pra mostrar também que falta mesmo é a qualidade e que o técnico embora pareça “morto” pode só estar “tímido”.

    Outros pontos importantes:
    1- Dêem “Red Bull” para o Jeff antes dos jogos. O cara é nosso scorer e precisa estar empolgado. Quando está no jogo o bixo pega;
    2- Deu pra acabar com a empolgação com o Faverani, né? O Cara é brazuca e joga bem (ponto). O Gasol ontem quebrou o cara, o Sully foi melhor. Na minha opinião ainda briga pra ser o que tem mais minutos em quadra com o Jared. A destacar o bom FG% de cada um.
    3- Wallace é peso-morto. Cara deixamos dois monstros irem para o Nets e trouxemos um saco de nada. Não salva nenhum. Esperar para finalizar os contratos…
    4- O Crawford teve muitos minutos a mais que AB, ou seja, jogamos grande parte do tempo com 5 jogadores ao invés dos 4 habituais o que também pode ser um indicativo que treinamentos estão sendo feitos em Boston…

    É isso aí galera, igualamos o pior recorde de início, mas acho que vamos perder no fim de novo na quarta. Paciência, a season está mesmo ruim, importante fortalecer jogadas em conjunto e ficar de olho nas possíveis trades que possamos enfiar os caras que trouxemos de Brooklyn…

    Abs.,

Postar comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.