Visite nossas Redes Sociais
Curta e siga nossas redes para ter acesso a conteúdos exclusivos, além de manter-se sempre atualizado sobre novos artigos no site.

Prévia – Orlando Magic (21-24) x Boston Celtics (29-14)

Embalado por duas vitórias consecutivas, o Boston Celtics inicia, na noite desta sexta-feira (24), uma série de três partidas como visitante pela temporada 2019/2020 da NBA. Disposto a manter o bom momento na competição e subir na classificação da Conferência Leste, o time verde e branco de Massachusetts encara, a partir das 21h (horário de Brasília), o Orlando Magic, que luta para garantir presença nos playoffs. Magic e Celtics se enfrentarão no Amway Center, com transmissão do NBA League Pass.

Depois de viver o seu pior momento na temporada, sofrendo seis derrotas em oito jogos, o Boston Celtics respira aliviado com os bons resultados obtidos nesta semana. Além de vencer o Los Angeles Lakers, seu maior rival, por 32 pontos de diferença, na maior vitória da equipe no clássico desde 1963, o time verde e branco de Massachusetts também conseguiu um triunfo expressivo diante do perigoso Memphis Grizzlies, até então na oitava colocação do Oeste. Além de manter o crescimento na competição, o Celtics também quer recuperar a vice-liderança do Leste, mas sabe que terá dificuldades nos compromissos fora de casa, principalmente pelas baixas sofridas nos últimos dias.

Para o jogo contra o Orlando Magic, o técnico Brad Stevens não contará com os jovens alas Jaylen Brown e Jayson Tatum, que estão lesionados. Diante desse cenário, o combo guard Marcus Smart e o ala Semi Ojeleye devem ganhar uma oportunidade no quinteto titular celta. Na rotação, Boston também terá que lidar com os desfalques dos pivôs Enes Kanter e Robert Williams. Dessa forma, Tacko Fall deve ganhar alguns minutos de ação em Orlando.

Sétimo colocado na Conferência Leste em 2017/2018, o Orlando Magic faz mais uma temporada em que mostra força para se classificar aos playoffs, mas passa longe de competir pelas primeiras posições. Com três derrotas nos últimos quatro jogos, a franquia da Flórida ligou o alerta e quer se recuperar diante de um Boston Celtics com a confiança renovada. Apesar das dificuldades, o Magic aposta no fator casa para voltar a vencer.

Diante do Boston Celtics, o técnico Steve Clifford deve concentrar as ações ofensivas do Orlando Magic no garrafão, formado por Aaron Gordon e Nikola Vucevic. O principal suporte da dupla é o armador Markelle Fultz, que tenta se consolidar como astro na NBA após lesões nos primeiros anos na liga. As baixas do Magic nesta sexta são o armador D. J. Augustin, o ala Al-Farouq Aminu e o ala-pivô Jonathan Isaac.

FICHA TÉCNICA

Local: Amway Center (Orlando, FL)

Horário (de Brasília): 21h

Transmissão: NBA League Pass

ORLANDO MAGIC: Markelle Fultz, Evan Fournier, Wes Iwundu, Aaron Gordon e Nikola Vucevic. Treinador: Steve Clifford

BOSTON CELTICS: Kemba Walker, Marcus Smart, Gordon Hayward, Semi Ojeleye e Daniel Theis. Treinador: Brad Stevens

Author avatar
Gustavo Arruda
Gustavo, 28 anos, é maranhense de São Luís, jornalista formado pela UFMA e repórter do Imirante.com. Fanático por esportes, principalmente futebol e basquete, é torcedor celta desde 2003, quando ouviu pela primeira vez o TD Garden lotado entoando "Let's go, Celtics!", e escreve no Celtics Brasil desde julho de 2011, com mais de 1.700 textos publicados. Nas horas vagas, é goleiro, armador, tio do João Gabriel e da Alice, e também dá seus pitacos sobre o maior campeão da NBA no Twitter: @gustavoarruda01.

20 comentários

  1. Fernando Henrique

    Hoje sem três dos principais jogadores do time, Brown, Tatum e Kanter. É essa oportunidade que jogadores como o Poirier tem que aproveitar pra mostrar serviço. Da pra perceber que ele é esforçado mas limitado, vamos acompanhar

  2. Claudio Almeida

    Só sendo torcedor celta prá ver esse show de horrores com oOjeley e Wanamaker

  3. Claudio Almeida

    Era uma grande oportunidade para colocar Langford prá jogar e o Zé chiclete deixa o menino na G-league

  4. Fernando Silva

    Semi e seus bons préstimos: 11min e 0 pts, 0 assists.

    Grant Wil também mal.

    Vitória improvável.

  5. Marchall

    Ojeleye e Wannamaker dupla ternura que não assusta ninguém. Enquanto isso Carsem e Langford de escanteio. Que fase!

  6. Vinicius

    Coitado do tacko chamaram ele lá do outro lado do país para nem jogar 2 min

  7. Fernando Henrique

    Fim de jogo
    Mesmo jogando sozinhos contra rapa, Hayward (22pts, 14reb, 5ast) e Kemba (37pts, 6ast) jogaram 36 minutos cada, nada anormal ou muito puxado. Vitória sem grandes sacrifícios

    Menção ao Theis, que contribuiu bem também com 16 pontinhos

    • Marco Antônio de Paula

      Boa vitória do Celtics. Apesar dos desfalques gostei do encaixe defensivo do time. Kemba chamou a responsabilidade. Theis foi bem no garrafão hoje. Hayward bem hoje também. Tudo bem que o time de Orlando é fraco, mas mesmo desfalcados conseguimos nos sobressair.

  8. Claudio Almeida

    Kemba Walker no modo Charlotte, só assim valeu a pena assistir

  9. Fernando Silva

    Parabéns ao time.

  10. Três pontos a se destacar no jogo.

    1°: O nosso banco colocou todo XP possível nos atributos de defesa, e tem 0 de ataque, sem Kanter pra desafogar, praticamente não tem pontuação nenhuma, precisamos urgentemente de algum pontuador consistente (Fournier está no mercado?) pra ajudar a segunda unidade.

    2º: O trio Smart, Green e Ojeyele deve ser o melhor trio defensivo da NBA. Foram eles que começaram a reação da equipe, e deram espaço para Gordon e Kemba jogarem como quiseram, podemos cornetar o quanto for, mas é importantíssimo você ter jogadores que fazem bem o trabalho sujo para as estrelas brilharem.

    3º: A inteligencia do Stevens em ler o jogo. O time começou o jogo com o mesmo padrão que tem com o time titular, Stevens viu que não estava dando certo e foi pro mais simples: Fecha a defesa e os que sabem atacam a cesta, sem jogadas prontas nem tática especifica. Tanto que no último pedido de tempo a própria Abby disse: Brad pediu para fecharem o jogo logo, apenas isso.

    Bom jogo contra um adversário fraco.

    • Fernando Silva

      Assino embaixo. Achei que a vitória estivesse distante. Até que começamos a levar o jogo como Celtics: defesa forte.

      Eu reclamo do Semi. A verdade é que seu ataque é nulo. Uma lástima. Mas ele ajuda sim na defesa.

      Até por isso, é o jogador que pode atrair algum interesse em alguma trade.

      Sobre Javonte: sobra vontade e explosão. Porém seu arremesso precisa de muito treino.

    • DIEGO ARAUJO LIMA DE ALMEIDA

      “O trio Smart, Green e Ojeyele deve ser o melhor trio defensivo”.
      Concordo com o smart, demais vc não pode falar isso mesmo se for brincadeira

  11. Rodrigo de Moreas Oliveira

    Esperando as grávidas começarem a reclamar de alguma coisa….

Postar comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.